Em uma sessão marcada pela inédita atuação virtual de parlamentares no plenário, a Câmara dos Deputados aprovou, na noite de ontem, uma proposta que estabelece a distribuição dos alimentos da merenda escolar às famílias dos estudantes da rede pública que foram dispensados das aulas como medida de enfrentamento à epidemia do novo coronavírus. A matéria, aprovada em votação simbólica, segue para apreciação do Senado.

O texto aprovado prevê que o recurso do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) continuará a ser repassado pela União a estados e municípios para a compra de merenda escolar, que beneficia principalmente as crianças mais pobres das escolas públicas. O texto aprovado incluiu outra proposta com o mesmo conteúdo, da deputada Dorinha (DEM-TO).

Para a parlamentar, a medida é necessária e extraordinária após a suspensão das aulas, o que tem impedido o acesso dos alunos mais pobres à merenda escolar. A deputada ressaltou ainda que, em muitos casos, a alimentação na escola é essencial para subsistência dessas crianças.

“A suspensão das aulas nas escolas públicas de educação básica tem impedido o acesso dos alunos mais pobres a um programa suplementar de assistência estudantil fundamental: o da alimentação escolar. Para uma imensa parcela do alunado brasileiro, a merenda escolar é essencial para sua subsistência”, argumentou a deputada Dorinha.

A parlamentar ressaltou ainda que essa alimentação, já adquirida pelas redes escolares, não virá a perder validade, “evitando-se assim um infrutífero desperdício de recursos públicos”.

Sessão virtual

Com poucos parlamentares presencialmente no plenário, os deputados puderam participar da sessão por meio do Sistema de Deliberação Remota (SDR). A plataforma, integrada ao sistema de tecnologia da Câmara, permitiu que os deputados tivessem acesso por meio da internet às ferramentas legislativas com as opções de voto em: sim, não, abstenção e obstrução. Apesar dessa possibilidade, as votações foram todas realizadas por meio de votação simbólica.

As argumentações dos deputados que participavam virtualmente eram projetadas em telão no plenário, sob o comando do presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). Diversos parlamentares, no entanto, reclamaram de falhas na conexão e não conseguiram participar da sessão.

Fonte: Agência Brasil

O Rio Grande do Norte é um grande produtor de arroz vermelho, o chamado arroz da terra, e pela primeira vez esse rico alimento foi incluído no edital de compras para a merenda escolar em âmbito estadual. Além do arroz, outros itens como feijão macassar, verduras, frutas, tubérculos e polpas de frutas, que constam no cardápio, serão adquiridos exclusivamente de agricultores familiares, através do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), coordenado pela Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (Seec). “Para mim é uma alegria imensa lançar esse edital que conjuga alimentação saudável com fomento a agricultura familiar”, disse a governadora Fátima Bezerra, no evento de lançamento da chamada pública para os editais de compras, realizado nesta quarta-feira (08), no auditório da governadoria.
23
fev

Alimentação Saudável

Postado às 14:00 Hs

Consciente de que a escola tem papel fundamental no incentivo a uma alimentação adequada, a Secretaria Municipal da Educação instituiu, a partir de Lei, o Programa de Alimentação Saudável, iniciativa que contempla desde a oferta de cardápios diferenciados até a inclusão de refeições complementares para crianças. O Programa prevê que seja disponibilizada na rede municipal de ensino a ingestão de alimentos que contribuam para a preservação da saúde, do desenvolvimento físico e intelectual da criança, incluindo o respeito à pirâmide alimentar composta por vegetais, frutas, cereais, carnes, leite, ovos e gordura saudável, gêneros utilizados diariamente na elaboração dos cardápios desenvolvidos pelas duas nutricionistas da Secretaria da Educação. “Incluímos todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento da criança, buscando sempre garantir o aprendizado do aluno, a partir dessa alimentação saudável. Respeitamos a faixa etária do discente e oferecemos opções diferenciadas de cardápio semanalmente, incluindo ainda aspectos da culinária regional. É importante frisar que são realizadas inspeções sanitárias periódicas nas unidades de ensino. Também fazemos visitas constantes e promovemos atividades de educação nutricional”, relata a nutricionista Ediane Deijaly.
02
jun

Ação Parlamentar

Postado às 21:55 Hs

​Merenda escolar diferenciada em escolas públicas agora é lei ​Escolas públicas serão obrigadas, no prazo de três meses, a oferecerem merenda especial para alunos com restrições alimentares. A determinação está no Projeto de Lei 6483/06, sancionado na última semana pela Presidente Dilma Roussef, que foi relatado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados pela deputada federal Sandra Rosado (PSB-RN). Pela medida, transformada na Lei n° 11.947 de 2014, estão entre os beneficiados todos os estudantes com restrições alimentares. A merenda especial inclui alunos diabéticos, hipertensos ou com anemia.
20
mar

Ação Parlamentar

Postado às 6:16 Hs

Escolas públicas deverão oferecer merenda diferenciada

 

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou em caráter conclusivo proposta que obriga as escolas públicas a oferecerem merenda especial para alunos com restrições alimentares. O texto aprovado foi um substitutivo do Senado ao Projeto de Lei 6483/06 que recebeu parecer favorável da relatora, deputada federal Sandra Rosado (PSB-RN).

A matéria seguirá agora para sanção presidencial, exceto se houver recurso para que as alterações feitas pelos senadores sejam examinadas pelo Plenário da Câmara.

Sandra Rosado defendeu a aprovação do substitutivo. Segundo ela, o Senado aprimorou o projeto ao incluir entre os beneficiados todos os estudantes com restrições alimentares. A proposta original, aprovada na Câmara em 2009, previa merenda especial apenas para alunos diabéticos, hipertensos ou com anemia.

Conforme o texto agora aprovado, o cardápio deverá ser realizado com indicação médica e acompanhamento de nutricionista, seguindo as características alimentares regionais como prevê o Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Fonte: Assessoria

02
mar

Merenda Escolar

Postado às 13:58 Hs

Começa prazo para estados e municípios prestarem contas sobre merenda

Os gestores de municípios, estados e do Distrito Federal têm prazo, a partir de hoje (1º/3), para prestar contas do que receberam para merenda e transporte escolar, além do dinheiro recebido pelas escolas, em 2013. O prazo para o envio vai até o dia 30 de abril. Quem não cumprir pode ter os recursos dos programas suspensos até regularizar a situação.

Os gestores devem enviar para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) as prestações de contas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate) e do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) por meio do Sistema de Gestão de Prestação de Contas, que está disponível na internet.

No caso dos programas de alimentação e transporte escolar, as contas dos entes federativos serão analisadas inicialmente por conselheiros de controle social. Os conselhos têm até o dia 14 de junho para registrarem seus pareceres, aprovando ou não as contas, no Sistema de Gestão de Conselhos (Sigecon) do FNDE. Já as contas do PDDE serão analisadas diretamente por técnicos da autarquia.

20
jan

Em ação

Postado às 9:07 Hs

Lei do Vereador Francisco Carlos pretende ampliar oferta de alimentos orgânicos com uso de espaços ociosos.

 O projeto tem como objetivo ampliar a oferta de hortaliças, legumes e frutas para a merenda escolar da rede municipal de ensino, com a Prefeitura reservando áreas pertencentes à municipalidade, preferencialmente ociosas, que serão registradas para esse fim.

De acordo com o Professor Francisco Carlos, autor da Lei, “a ampliação da oferta de alimentos saudáveis, com produção realizada em espaços ociosos é uma medida importante de garantia alimentar, sobretudo em locais onde o acesso a alimentos ainda representa uma dificuldade para parcela da população. Quando focamos essa demanda para a merenda escolar, desejamos incentivar o cultivo orgânico, reduzir despesas das escolas e ensinar as pessoas a produzirem de forma sustentável”.

O cultivo na horta e pomar público municipal adotará métodos sustentáveis, livre de agrotóxicos e orientado para a produção de frutas, legumes e hortaliças constantes no cardápio da merenda escolar, elaborado por nutricionistas e respeitando a legislação vigente.

O programa será coordenado pelas subsecretarias de agricultura e gestão ambiental, com a distribuição de alimentos pela Secretaria Municipal de Educação, a quem caberá a disponibilização de pessoal.

23
out

Na merenda

Postado às 22:54 Hs

Parceria firmada entre o Sebrae no Rio Grande do Norte e prefeituras de municípios do interior do estado, que estimula a inserção da tilápia na merenda escolar, será ampliado em 2014. O projeto, que já beneficia alunos da rede pública municipal na cidade de Apodi, chegará também às escolas de Umarizal e Itaú a partir do próximo ano letivo. Além de assegurar alimentação saudável a mais de 5 mil estudantes, a ação fortalece a cadeia produtiva da piscicultura na região Oeste. Associações de pescadores locais serão responsáveis pelo fornecimento do pescado.

No município de Itaú, que recentemente aderiu à ideia, todas as sete escolas municipais terão a tilápia como base para o preparo de alimentos. Farão parte do cardápio pratos como vatapá, panquecas, risoto, tapioca enriquecida com peixe e sopa. Mil e duzentos estudantes serão atendidos. Já em Apodi, onde a ideia teve início em 2011, o projeto promovido pelo Setorial de Piscicultura do Sebrae-RN contemplará onze instituições de ensino municipal. Cerca de 3.500 alunos serão beneficiados com a ação.

O gestor de Piscicultura do Sebrae-RN, Renato Gouveia, acredita que os resultados exitosos já obtidos refletem diretamente na adesão de novos municípios e na expansão do projeto. Outro fator a ser considerado é a existência do pescado na região, produzido em cativeiro, principalmente em Apodi. “Desde a implantação, em 2011, alcançamos resultados muito bons em Apodi, e isso despertou o interesse de outros municípios, que contam uma grande produção de tilápia nas proximidades, em Apodi”, avalia.

27
ago

Tilápia entra na merenda escolar do RN

Postado às 21:01 Hs

O município de Apodi, , é uma das referências na criação de tilápias em cativeiro no Rio Grande do Norte inicia uma nova fase para promover melhorias na qualidade da merenda escolar e ao mesmo tempo fomentar o desenvolvimento da agricultura familiar na cidade. Projeto pioneiro, desenvolvido pelo SEBRAE/RN em parceria com o poder público local, que prevê a inserção do pescado no cardápio das escolas será ampliado. A ideia, que teve início em 2011 com a adesão de seis escolas, contemplará onze instituições de ensino municipais. Cerca de 3.500 alunos serão beneficiados com a ação. A ideia é implantar a medida em outros municípios da Região Oeste Potiguar, a exemplo de Severiano Melo, Itaú, Felipe Guerra, Rodolfo Fernandes e Umarizal. A expansão do projeto, promovido por meio do Setorial de Piscicultura do Sebrae-RN e desenvolvido junto à Secretaria de Educação do município, tem início nos próximos meses.
22
ago

* * * Quentinhas… * * *

Postado às 9:18 Hs

* * * Bebidas com baixo teor nutricional e alimentos com alto nível de açúcar, de sódio ou de gorduras saturada e trans terão a venda proibida em cantinas de escolas da rede de educação básica, decidiu a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado. O projeto, que não necessitou passar pelo plenário do Senado – e por isso mesmo teve votação suplementar nesta quarta-feira, 21, visto que tinha sido aprovado na semana passada – segue agora para a Câmara. A proposta, apresentada pelo senador Paulo Paim (PT-RS), muda o Decreto-Lei 986, de 1969, que instituiu as normas básicas sobre alimentos e a venda dos produtos nas cantinas escolares. O projeto altera ainda o Estatuto da Criança e do Adolescente e determina que o Sistema Único de Saúde (SUS) desenvolva ações de educação nutricional, promoção de alimentação saudável, prevenção e controle de distúrbios nutricionais e de doenças associadas à alimentação e nutrição de crianças e adolescentes. Quando o projeto for aprovado pela Câmara e sancionado pela presidente Dilma Rousseff, os estabelecimentos que não observarem a proibição de venda de produtos gordurosos ou com alto teor de açúcar não poderão ser licenciados nem ter alvarás renovados. Relatora da proposta, a senadora Ângela Portela (PT-RR) disse que o avanço da obesidade infantil e das doenças relacionadas à dieta já motivou Estados e municípios a restringir a venda, nas escolas, de produtos alimentícios considerados não saudáveis.* * * Agência Estado

* * * Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 1.523 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (21) em Silveiras (SP). O prêmio acumulou e pode pagar R$ 9,5 milhões no próximo concurso. Veja as dezenas sorteadas: 22 – 25 – 31 – 39 – 41 – 44. Segundo a Caixa, 61 apostas acertaram a Quina e cada uma vai receber R$ 27.846,83. Outras 4.254 apostas acertaram a Quadra e cada uma receberá R$ 570,44. O próximo sorteio está marcado para sábado (24). A aposta mínima é de R$ 2 e pode ser feita até as 19h dos dias de concurso, em qualquer uma das mais de 12.600 lotéricas do país. * * *

* * * Ex-governadora do Estado e presidente estadual do PSB, Vilma de Faria tem aproveitado o tempo livre sendo vice-prefeita de Natal para circular o interior do Estado e ouvir a oposição à gestão estadual de Rosalba Ciarlini (DEM). “O que aconteceu foi que o povo do Rio Grande do Norte foi enganado. Nós tínhamos um governo do Estado progressista, que funcionava. Nós tínhamos um dialogo com a população, com os servidores. A atual gestão é um governo prospectivo, fechado, porque não dialoga, e não deixa transparente a situação”, afirmou Vilma de Faria em entrevista ao programa Jornal Verdade, da SimTV. Segundo Vilma de Faria, essa “falta de transparência” causa uma verdadeira instabilidade na gestão Rosalba Ciarlini. “Uma hora a governadora vem toda feliz, como neste ano e no final do ano passado, dizendo que o terceiro ano de governo ia despontar como um ano de muitas realizações e investimentos. Chegou a dizer no início de julho, inclusive, repetindo o que disse no ano passado. E, de repente, assume uma postura para os poderes, para os servidores, para a população em geral que o Estado está quebrado”, analisou.* * *

15
ago

FIQUE SABENDO…

Postado às 20:12 Hs

 

# # Dólar em alta

Após abrir os negócios desta quinta-feira (15) em queda em relação ao real, o dólar mudou de direção em pouco tempo e opera em alta, ultrapassando o patamar de R$ 2,34, o maior em mais de quatro anos e meio (levando em conta a cotação do fechamento). Perto das 13h20 (horário de Brasília), a moeda norte-americana avançava 0,73%, cotada a R$ 2,3420 para a venda. Veja a cotação A alta ocorre apesar de o Banco Central ter atuado no mercado, puxado pelo movimento de valorização da divisa no exterior após bons dados econômicos vindos dos Estados Unidos – que podem alimentar as expectativa de mudança na política monetária no país.

# # Olhe a merenda

O Senado brasileiro aprovou o projeto que proíbe a venda de bebidas pouco nutritivas e de alimentos com muito açúcar, sal e gorduras nas cantinas das escolas de educação básica. Em algumas cidades do país essa lei já existe. O projeto ainda precisa ser aprovado pelos deputados A proibição vale para as cantinas e também para os cardápios oferecidos nas escolas que têm restaurantes. O estabelecimento que não cumprir a lei não terá o alvará renovado. A medida é uma forma de evitar o aumento do sobrepeso infantil, que atinge 33% das crianças de cinco a nove anos.

# # Programa Mais Médicos

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou o prazo para as instituições federais de ensino superior aderirem ao Programa Mais Médicos. De acordo com portaria publicada na edição de hoje (15) do Diário Oficial da União, a nova data limite para o envio do termo firmando adesão é a próxima terça-feira (20). Antes, as instituições que aderissem previamente ao programa tinham dez dias, a partir da divulgação da validação do cadastro pelo MEC, para firmar o termo de adesão. O documento (termo de adesão) está disponível para assinatura das instituições no link http://simec.mec.gov.br. Ele estabelece que, entre as obrigações das entidades, estão: coordenar o acompanhamento acadêmico do programa, selecionar supervisores, monitorar e acompanhar as atividades dos supervisores e tutores acadêmicos, ofertar os módulos de acolhimento e a avaliação aos médicos estrangeiros e oferecer cursos de especialização e atividades de pesquisa, ensino e extensão aos profissionais participantes.

# # Prefeituras comemoram

E foi rápido o pagamento do auxílio financeiro de R$ 1,5 bilhão as Prefeituras. A presidente Dilma Rousseff mandou publicar, na edição desta quinta-feira (15), a Medida Provisória 624 com anexos. A Medida Provisória determina o pagamento imediato do auxílio financeiro, que foi incluído em projetos de conversão de duas outras MPs que tramitam no Congresso. Com isso, o Governo Federal paga o auxílio financeiro a todos os Municípios brasileiros ainda neste mês de agosto. Do valor total, R$ 1,5 bilhão será destinado a auxílio financeiro aos Municípios e os restantes R$ 148 milhões vão cobrir encargos decorrentes de subvenção econômica a produtores e fornecedores de cana-de-açúcar na Região Nordeste. Parte do crédito aberto é resultado do cancelamento de recursos destinados ao fundo do regime geral da previdência social.

# # Arena das Dunas

No dia em que completa dois anos em construção, a Arena da Dunas ultrapassa os 85% de conclusão. A principal frente de trabalho está relacionada à instalação da cobertura. A etapa está em andamento há 15 dias no lado oeste do estádio. No total, 20 peças farão parte da estrutura metálica. O primeiro módulo já foi içado e recebe, agora, placas de metal. A pré-montagem ocorre na parte externa do canteiro de obras, no solo, desde junho deste ano. Outra frente de trabalho iniciada foi a plantação do gramado da arena. A fase de maturação vai durar 90 dias. Os serviços ligados à drenagem e à irrigação estão prontos. As instalações elétricas e hidráulicas também seguem em andamento. Nas áreas vips e nos camarotes, a construtora OAS, responsável pelos trabalhos, já instalou as esquadrias e o sistema de condicionamento de ar. A pouco mais de quatro meses do término do prazo de entrega do estádio, 1,8 mil operário trabalham na obra.

25
abr

Saiba Também…

Postado às 16:17 Hs

# # Conversa com o PR

A ex-prefeita de Mossoró, Fafá Rosado(DEM) tem jantar marcado para o fim de semana com o presidente estadual do PR, João Maia. De sobremesa, eleições de 2014, já que a ex-prefeita tem admitido disputar uma cadeira na Câmara Federal e o partido de João poderia ser a saída. Fafá Rosado está analisando todas as possibilidades antes de tomar decisão. Até setembro muita coisa ainda seria comentada. A ex-prefeita de Mossoró tem carisma e votos. Portanto. Candidatíssima em 2014. Aguardemos …

# # Caso da Merenda…

O Conselho de Alimentação Escolar emite oficio, contestando denúncia do Sindicato dos Servidores Municipais de Mossoró (SINDISERPUM) sobre a “falta” de merenda na UEI Lindalva Oliveira Dias. Veja a íntegra do ofício do CAE, que desfaz a acusação formulada pela entidade sindical. Anteriormente, a Secretaria de Comunicação Social da Prefeitura de Mossoró já havia se pronunciado sobre o assunto, descartando a denúncia do Sindiserpum, agora definitivamente enterrada pelo CAE.

# # Liberdade total …

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, defendeu liberdade de opinião em matéria eleitoral nas redes sociais. Ao contrário do limite que é imposto no rádio e na TV, que são concessões públicas, ele acha que não deve haver o mesmo cerceamento nessas novas mídias. Toffoli participou de audiência pública, já encerrada, do grupo de trabalho que vai propor mudanças na Lei Eleitoral (9.504/97). O coordenador do grupo, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), marcou para o dia 6 de maio a apresentação de uma minuta com novas regras para as eleições do ano que vem. Ele pretende levar a proposta a votação no grupo no dia 16 do mesmo mês. Nesse intervalo, a minuta estará aberta a sugestões dos deputados.

# # Fim da reeleição

O senador e pré-candidato à Presidência da República Aécio Neves (PSDB-MG) está elaborando um projeto para propor no Senado que vai polemizar e alterar o atual cenário político: ele quer extinguir a possibilidade de reeleição presidencial, de governadores e prefeitos e ampliar de quatro para cinco anos os mandatos de todos os novos eleitos, aplicando, desde já, a regra que poderia afetar a si mesmo caso eleito. Sua ideia é que, uma vez aprovada, a regra passe a valer já para os vencedores do pleito de 2014, impondo ajustes aos mandatos atuais de senadores e deputados, ampliando-os para forçar a coincidência nas eleições seguintes e fixando-os nos mesmos cinco anos estabelecidos para Presidente da República. Aécio ainda matura o projeto, mas não esconde a convicção de que os quatro anos previstos na legislação vigente são insuficientes para uma gestão minimamente eficiente de um País ou Estado.

09
Maio

Estrutura Escolar é precaria

Postado às 11:45 Hs

Por Rafael Targino

Pelo menos 9.621 escolas em atividade do país declararam que os alunos não têm água filtrada para beber e, tampouco, recebem água potável da rede pública. Os dados estão no Censo da Educação Básica de 2010, o mais recente disponível. Esse número representa 4,8% das 200.876 unidades em atividade. O levantamento feito pelo UOL Educação exclui as escolas que não responderam às perguntas, mas os números são autodeclaratórios. Ou seja: esse total pode ser ligeiramente menor ou maior, caso algumas escolas tenham preenchido erroneamente o questionário do censo. Quando não se considera o quesito água da rede pública, o número mais que duplica e sobe para 21.120 escolas. A maioria delas (8.799 do total) é rural e da rede municipal (7.874 das 9,6 mil). Também há 80 unidades particulares na lista.

Escolas sem água filtrada

Pará 2.552
Rio Grande do Sul 1.688
Amazonas 1.643
Paraná 819
Santa Catarina 781
A única unidade da federação que não tem nenhuma escola na lista é o Distrito Federal. Lideram o “ranking” Pará (2.552), Rio Grande do Sul (1.688), Amazonas (1.643), Paraná (819) e Santa Catarina (781). Para Denise Carreira, da Ação Educativa, os números são informações “sintonizadas com os desafios da igualdade brasileira”. “Esses dados jogam mais uma vez na nossa cara que essa desigualdade está aí. Ela persiste apesar dos avanços dos indicadores”, afirma. Segundo ela, uma das justificativas para o fato de que a maioria das escolas fica na zona rural é que boa parte desta população é “excluída”. “Às vezes, há uma negação do campo brasileiro. Cadê essa população? Há uma negação de que existe uma população aí”, diz. “É fundamental que o PNE [Plano Nacional de Educação, em tramitação no Congresso] estabeleça metas de equalização. Além das metas de melhoria do acesso de qualidade pra todo mundo, também tem que prever metas para diminuir a desigualdade entre grupos da população.”
O Programa Fantástico da Rede Globo mostrou ontem os descalabros dos políticos e o cuidado que se tem com a merenda escolar é simplesmente uma vergonha como é tratada a nossa educação.
28
fev

Cadê Seu Boneco…

Postado às 17:26 Hs

A população do Norte e Nordeste do Brasil considera a merenda escolar servida aos alunos das escolas públicas ruim e insuficiente. Este é um dos resultados do Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS) desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgado nesta segunda-feira (25).

Os dados do SIPS revelam que 21,7% da população do Norte considera a merenda escolar ruim, enquanto outros 39,7% a classificam como regular. No Nordeste, 13,9% classificam a merenda como ruim, e 47% como regular.

A merenda escolar foi considerada boa no Sul (75,8%), Centro-Oeste (70,9%) e Sudeste (65,5%).

O objetivo do SIPS é captar a opinião e a avaliação da população brasileira sobre políticas e serviços públicos em diversas áreas, como saúde, cultura, trabalho, justiça, segurança pública e mobilidade urbana, entre outras. Nesta edição, o SIPS pesquisou a educação.

Comida insuficiente
Mais da metade da população do Norte e Nordeste considera a quantidade de alimentos servidos na merenda escolar insuficiente. No Norte, 8,3% disseram que a merenda é “muito pouca” e outros 44,3% “pouca.” No Nordeste, o índice que consideram a merenda “muito pouca” é 7,3%, enquanto outros 46,3% classificam como “pouca.”

No Sul, no Sudeste e no Centro-Oeste, a maioria absoluta dos entrevistados avaliaram como suficiente a quantidade de alimentos servidos na merenda escolar. Já no Norte e no Nordeste, este índice foi de apenas 47,4% e 46,3%, respectivamente.

Já os que consideram pouca a quantidade de alimentos servidos aos alunos somaram 11,3% no Sul do Brasil, 22,3% no Sudeste e 22,7% no Centro-Oeste.

Foi aplicado um questionário com 21 questões objetivas, para 2.773 pessoas nas suas residências, em todo o Brasil, no período de 3 a 19 de novembro do ano passado. Foram abordadas temas como os conselhos escolares, merenda escolar, programa do Livro Didático, Programa Universidade para Todos (ProUni), entre outros.

Na Rede Municipal de Ensino de Mossoró a merenda escolar é considerada boa pela maioria dos alunos e isso é possível de ser constatado,além de apresentar um cardápio variado e nutritivo,para comprovar basta visitar uma das Escolas da Rede .

Maio 23
segunda-feira
05 12
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
64 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.899.552 VISITAS