11
mar

Audiência pública

Postado às 13:02 Hs

Dep. Carlos Augusto Maia realiza audiência pública para discutir soluções para o zica vírus e a microcefalia

 O deputado estadual Carlos Augusto Maia (PTdoB) realiza, nesta segunda-feira (14), às 14h30, audiência pública para discutir o tema “zica vírus x microcefalia”, na Assembleia Legislativa do RN.

A ideia é discutir soluções, debater estratégias e ações para a não proliferação do zica vírus, assim como do mosquito transmissor Aedes Aegypti, minimizando as consequências para a saúde pública. “Ainda há muito desconhecimento, falta de informação e queremos usar nosso mandato aqui na Assembleia Legislativa para contribuir neste objetivo de disseminar informações corretas sobre o zica vírus e a microcefalia”, observa o deputado.

Para isso, foram convidadas autoridades competentes, como secretarias de saúde, médicos infectologistas renomados, entre outros órgãos públicos e também profissionais da área para darem seus depoimentos, apresentarem suas visões, informando a população.

Já são 3.530 casos suspeitos de microcefalia relacionada ao vírus zika, de acordo com novo informe epidemiológico divulgado, hoje, pelo Ministério da Saúde. Também são investigados 46 óbitos de bebês com microcefalia possivelmente relacionados ao vírus zika, todos na região Nordeste. Quatro óbitos por malformação relacionados ao vírus zika já foram confirmados. Os casos suspeitos da doença em recém-nascidos são computados desde o início das investigações (em 22 de outubro de 2015) até 9 de janeiro deste ano e ocorreram em 724 municípios de 21 unidades da federação.

O Estado de Pernambuco, o primeiro a identificar aumento de microcefalia, continua com o maior número de casos suspeitos (1.236), o que representa 35% do total registrado em todo o país. Em seguida, estão os Estados da Paraíba (569), Bahia (450), Ceará (192), Rio Grande do Norte (181), Sergipe (155), Alagoas (149), Mato Grosso (129) e Rio de Janeiro (122).

 

Quatro mortes no Rio Grande do Norte

 

O boletim também traz os resultados da investigação laboratorial de quatro casos de óbitos, ocorridos no Rio Grande do Norte, com malformação congênita, que tiveram a relação com o vírus zika confirmados. Esses casos estavam sendo investigados pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), que enviou os resultados ao Ministério da Saúde. Dois desses casos são abortamentos e dois recém-nascidos a termo (37 a 42 semanas de gestação) que faleceram nas primeiras 24 horas de vida. As amostras foram positivas no teste laboratorial de PCR para vírus zika. Além disso, as amostras de tecido de ambos os recém-nascidos foram positivas no teste de imunohistoquímica, realizada pelo CDC.Segundo as investigações clínico-epidemiológica realizadas anteriormente pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), todas as quatro gestantes apresentaram febre e exantemas durante e gestação. (Portal Uol )

01
jan

Prevenção

Postado às 7:04 Hs

Gestantes precisam redobrar prevenção e combate ao Aedes aegypti. O aumento dos casos suspeitos de microcefalia em Mossoró colocou o Município em situação de alerta contra o Aedes aegypti. O mosquito transmissor da dengue é também responsável pela febre chikungunya e o zika vírus, que causa má formação cerebral em bebês. Esse ano, cinco casos de microcefalia foram confirmados na cidade e outros nove estão sob investigação, além de um óbito. A situação preocupa e merece atenção especial das gestantes. Para os especialistas, as grávidas precisam redobrar os cuidados de combate ao mosquito, pois a prevenção ainda é o único mecanismo para evitar a infecção. “A única forma de se proteger é mesmo através da prevenção. Além de eliminar criadouros, as gestantes precisam de cuidados extras como o uso de repelentes, roupas longas e priorizar lugares refrigerados com ar-condicionado ou ventilador, pois o frio dificulta o ataque do mosquito”, falou o infectologista Alfredo Passalaqua.

Via G1

O Ministério da Saúde divulgou, hoje, que foram registrados em todo o país 2.975 casos suspeitos de microcefalia em recém-nascidos. Além disso, 40 mortes suspeitas de microcefalia relacionada ao zika vírus são investigadas. Os dados foram compilados até o dia 26 de dezembro em 656 municípios de 20 unidades da federação.O estado com maior número de casos suspeitos registrados é Pernambuco, com 1.153, o primeiro local a identificar aumento drástico da anomalia. Em seguida, estão os estados da Paraíba (476), Bahia (271), Rio Grande do Norte (154), Sergipe (146), Ceará (134), Alagoas (129), Maranhão (94) e Piauí (51).

O número de casos suspeitos subiu desde o último boletim divulgado pelo Ministério na semana passada, com o registro de 2.782 casos suspeitos. A microcefalia é uma condição rara em que o bebê nasce com o crânio do tamanho menor do que o normal. A malformação é diagnosticada quando o perímetro da cabeça é igual ou menor do que 32 cm – o esperado é que bebês nascidos após nove meses de gestação tenham pelo menos 34 cm.

A principal hipótese discutida para o aumento de casos de microcefalia está relacionada a infecções por zika vírus, que foi identificado pela primeira vez no país em abril deste ano. O vírus é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, assim como a dengue e o chikungunya.

21
dez

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 10:32 Hs

  • Quase 80% dos municípios do Nordeste com casos notificados de microcefalia associados ao zika vírus já estavam em situação de alerta ou risco pela infestação do mosquito Aedes aegypti em janeiro e fevereiro, dois meses antes do pico de incidência das doenças transmitidas pelo inseto. Com base em dados do Ministério da Saúde e das Secretarias de Saúde dos nove Estados nordestinos, que concentram 90% dos casos da má-formação, o jornal O Estado de S.Paulo analisou quantas dessas cidades já apresentavam, no início do ano, índices preocupantes de presença de larvas nos imóveis. A taxa é medida por meio do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), feito por agentes municipais e que tem como objetivo alertar as prefeituras para intensificar as ações de prevenção contra epidemia. De acordo com os critérios do ministério, se menos de 1% dos imóveis visitados no município tiver larvas, a situação é satisfatória. Se ultrapassar, a cidade é colocada em estado de alerta. Quando a taxa fica acima dos 4%, a situação é de risco para surto.
  •  A Prefeitura Municipal de Mossoró decreta Ponto Facultativo nos órgãos da administração pública municipal direta, indireta e da autarquia Previ-Mossoró, dos dias 24 de dezembro, véspera de Natal e 31 de dezembro, véspera de feriado nacional, datas das comemorações alusivas a festa de final de ano.
  • O Poder Online revelou que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) planeja como último ato de 2015, reverter a decisão tomada pelo Conselho de Ética da Câmara de abrir investigação contra ele, por quebra decoro parlamentar. A decisão foi tomada no início da semana, com a aprovação do relatório apresentado pelo deputado Marcos Rogério (PDB-RO), pedido a continuidade do processo, na oitava sessão do conselho destinada a abertura do processo contra Cunha. Cunha chamou reunião de líderes para a próxima segunda-feira (21), apesar do recesso parlamentar já ter começado oficialmente de acordo com o Regimento. Cunha não deu caráter extraordinário algum sobre as atividades previstas para a próxima semana e já arregimentou seus defensores com o objetivo de garantir quorum para deliberação na CCJ.
  • Os tetos de gastos para os candidatos a prefeito e vereador na primeira eleição depois da proibição do financiamento privado já foram definidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e indicam que a campanha de 2016 vai ser bem modesta, diferentemente das últimas disputas, quando os gastos dos candidatos atingiram cifras astronômicas. Os valores foram calculados com base em uma determinação do TSE, de que as campanhas para prefeito e vereador podem custar 70% da maior cifra declarada em cada cidade na última disputa municipal. Nas cidades onde houve segundo turno, o gasto poderá ser de até 50% do maior gasto registrado em 2012. Nas cidades com até 10 mil eleitores, os candidatos a prefeito poderão dispor no máximo R$ 100 mil e os candidatos a vereador R$ 10 mil. A tabela com o limite financeiro de todos os municípios brasileiros já está disponível no site do TSE. Ela será atualizada até o início das eleições pela inflação registrada até o período do começo da disputa e também com base na listagem oficial de eleitores, que será divulgada logo depois de findo o prazo em maio para requerimento de título de eleitor.
  • O número de consumidores com contas em atraso subiu nas quatro regiões brasileiras pesquisadas pelo indicador de inadimplência do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). De acordo com o indicador, no último mês de novembro, frente à igual período do ano passado, a alta mais expressiva foi na região Nordeste, onde foi verificado um aumento de 8,46% na quantidade de consumidores com dívidas em atraso. Em seguida aparecem a região Sul (5,56%), Centro-Oeste (5,15%) e Norte (4,98%). Desde 2012 não se observava, nos meses de novembro, crescimentos anuais tão intensos na quantidade de brasileiros que passaram a atrasar suas contas.A projeção dos especialistas do SPC Brasil é que mesmo com bancos e comerciantes restringindo a concessão de crédito – fato que limita, em parte, o endividamento do consumidor – a inadimplência deve continuar acelerando pelos próximos meses, em virtude da deterioração das condições macroeconômicas do país e do aumento da massa de desempregados.
  • Após o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) na última semana, que rejeitou o rito de impeachment imposto pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), agora a oposição aposta suas fichas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A decisão da Corte sobre a chapa petista poderá resultar na cassação do mandato de Dilma Rousseff e Michel Temer, como informa reportagem de O Globo. Cinco processos com este potencial tramitam atualmente no TSE. Entre as acusações estão o uso indevido da máquina pública para a reeleição de Dilma, e irregularidades nas doações de campanha envolvendo a UTC Engenharia – uma das empreiteiras investigadas pela Operação Lava Jato.
18
nov

* * * Quentinhas… * * *

Postado às 9:37 Hs

* * *  A Mega da Virada 2015 abriu apostas na segunda-feira (16), com previsão de prêmio de R$ 280 milhões. O concurso 1.775 da Mega-Sena será sorteado no dia 31 de dezembro de 2015. Como nos demais concursos especiais, o prêmio principal não acumula. Não havendo apostas premiadas com seis números, o prêmio será rateado entre os acertadores de cinco números – e assim sucessivamente. As apostas com volante específico custam R$ 3,50, mesmo preço das apostas regulares, e podem ser feitas em qualquer lotérica do País. A primeira edição da Mega da Virada foi realizada em 2009. No ano passado, o concurso especial 1.665 pagou R$ 263 milhões para quatro apostadores, um de Brasília (DF), um de Santa Rita do Trivelato (MT) e dois de São Paulo (SP). * * *

* * * A Secretaria de Estado e da Saúde Pública (Sesap) está em vigilância permanente monitorando os casos de microcefalia no Rio Grande do Norte que de agosto pra cá já registrou 47 casos. No início da noite de ontem, técnicos da Sesap realizaram uma reunião na Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica com a participação do secretário Ricardo Lagreca, onde foram contabilizados os últimos números, que até a tarde desta terça-feira (17) registrava 39 casos. Já à noite o número subiu para 47. Segundo o Ministério da Saúde, o Zika vírus é a ‘principal hipótese’ para aumento de microcefalia no Nordeste. Além do Rio Grande do Norte, também foram registrados 44 casos em Sergipe, 21 na Paraíba, 10 no Piauí, 9 no Ceará e 8 na Bahia. Pernambuco registra o maior número de ocorrências até o momento e tem 268 bebês nascidos com microcefalia em 2015. * * *

* * * Aliados de Michel Temer (PMDB-SP) admitem que ele vai pedir a separação das contas da campanha de 2014 à Justiça Eleitoral, caso receba sinais claros de que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) caminha para condenar as finanças do comitê da presidente Dilma Rousseff. Uma decisão da corte nesse sentido poderá cassar a chapa de Dilma e Temer, com base nas acusações de que houve abuso de poder econômico e político na última disputa presidencial. Os peemedebistas que falaram sobre o assunto com o vice dizem que, nesse cenário, ele avalia ser melhor “tentar salvar alguma coisa” do que deixar todo o governo afundar com a petista. Mesmo aliados do vice reconhecem que será difícil convencer o TSE a condenar apenas Dilma e anistiar Temer da responsabilidade sobre as contas da campanha. Segundo eles, a legislação é clara ao afirmar que o comitê da chapa presidencial é único. Ainda assim, a estratégia é ressaltar que Temer e o PMDB tinham seu próprio tesoureiro, além de um esquema exclusivo de arrecadação e gastos de campanha.* * *

nov 28
sábado
19 45
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
69 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.841.310 VISITAS