agnews_foto_instituto_neymar_jr_promove_primeiro_leilao_beneficente_sp_20170625_1719_g-750x500
O apresentador de televisão Luciano Huck, cujo nome tem circulado como possível candidato à Presidência da República, teve melhora significativa de imagem nos últimos dois meses. Segundo a pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos, a aprovação ao nome de Huck apresentou um salto de 17 pontos porcentuais desde setembro, passando de 43% para 60%. Já a desaprovação caiu de 40% para 32% no mesmo período. Com isso, Huck passou a ser a personalidade com a melhor avaliação entre as apresentadas pelo Ipsos aos entrevistados. Todos os demais 22 nomes do Barômetro Político deste mês, porém, são do mundo político ou do Poder Judiciário, mais sujeitos ao desgaste do noticiário.

Em nova etapa do esforço para atrair Luciano Huck aos palanques em 2018, o PPS colocou na mesa proposta para incorporar o Agora!, grupo ao qual o apresentador está vinculado. Em contrapartida, a sigla mudaria de nome e adotaria a alcunha do movimento.

A ideia foi encampada pelo presidente da sigla, o deputado Roberto Freire (SP). Ele está à espera de uma definição de Huck. Os dois já tiveram encontros em SP, Brasília e um mais recente, no Rio, na casa de Armínio Fraga.

Integrantes do Agora! dizem que é difícil o PPS atrair o grupo inteiro. Ainda que Huck tope a empreitada, outros quadros devem abraçar legendas como a Rede ou o Livres. (Daniela Lima – Folha de S.Paulo)

Por Nelson de Sá e Eliane Trindade (Folha)

Sem citar Luciano Huck ou sua mulher, Angélica, a Rede Globo informou à Folha que vem realizando “várias conversas” neste final de ano com funcionários seus, visando confirmar eventuais candidatos em 2018 e tirá-los do ar. “A Globo tem por hábito, no período que antecede anos eleitorais, conversar com diversos profissionais de seu ‘casting’ para lembrar a política interna de eleições”, afirmou a emissora, questionada sobre o apresentador. “Por essa diretriz interna, já em vigor há anos, quem tem a intenção de se candidatar ou de participar de alguma campanha eleitoral deve avisar com antecedência à emissora.”

DIZ A VEJA – A revista “Veja” publicou que a direção da Globo teve uma “conversa franca” com Huck e decidiu que, se ele quiser se lançar candidato, “terá de sair da emissora até dezembro, sem volta”.

A pressão sobre o apresentador aumentou após suas reuniões públicas com o ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, com o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), sondado para vice, e com o PPS. No caso da Globo, a rede define até dezembro a sua nova programação, inclusive orçamentos, para a temporada que começa em abril.

Mas a pressão não se restringe à televisão. Também os patrocinadores, tanto do programa quanto aqueles diretamente ligados a Huck, vêm cobrando uma definição do apresentador quanto à sua candidatura a presidente.

image
O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) anunciou nesta segunda-feira, 13, que vai tirar uma licença de quatro meses para iniciar a sua campanha como pré-candidato do PPS à Presidência da República em 2018. Para isso, ele pretende “viajar” e “convencer” os militantes do partido. Com a saída, quem assume como suplente é o petista Wilmar Lacerda, ex-secretário do governo Agnelo Queiroz no Distrito Federal e citado no caso do mensalão. Segundo Cristovam, existe uma possibilidade real do apresentador Luciano Huck ser o candidato do PPS na próxima eleição presidencial. “Não é boato, é verdade, e acho que seria muito positivo se ele entrasse no partido. Vou disputar com ele”, declarou ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado.
12
nov

* * * Quentinhas … * * *

Postado às 22:08 Hs

* * * De acordo com a edição deste domingo do jornal O Estado de São Paulo, o fundo eleitoral de R$ 1,75 bilhão para custear campanhas com dinheiro público vai reduzir aplicação de verbas na saúde, ao contrário do que os parlamentares prometeram quando propuseram o novo gasto político como forma de financiar as campanhas eleitorais, como alternativa à proibição das doações eleitorais por empresas. A destinação de parte das emendas parlamentares ao Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) pode retirar, em cálculos conservadores, R$ 70,3 milhões originalmente destinados a despesas com saúde. * * *

* * * Em até 15 dias o presidente Michel Temer vai alterar o seu ministério. A mudança ocorrerá por conta do PSDB que sairá da estrutura governamental. Temer afastará os tucanos antes que eles deixem o governo. O PMDB será o mais privilegiado com novas indicações. * * *

* * * O delegado da Polícia Federal Franco Perazzoni afirmou neste domingo (12) que foi deflagrada a Operação Passe Fácil, contra suspeitas de fraude ao Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e ações em 13 Estados para coibir tentativas de inscritos de fraudar o exame. “A Polícia Federal hoje desencadeou uma operação em 13 Estados, com 62 mandados, 31 de busca e apreensão e 31 de condução coercitiva”, disse. Não houve prisões. * * *

* * * A cúpula da Globo teve uma conversa franca com Luciano Huck sobre suas pretensões presidenciais. Ficou decidido que, se ele quiser mesmo abraçar a política, terá de sair da emissora até dezembro. Sem volta. O apresentador já até sonha com uma vice para sua chapa, se pudesse escolher e de fato sair candidato: Marina Silva. * * *

luciano-huck-689x294
Luciano Huck já definiu o final de dezembro como a data-limite para anunciar a decisão de concorrer ou não à presidência da República. Ele aprofundou os contatos na quinta-feira com duas conversas na casa do economista Arminio Fraga. À tarde, acompanhado de Ilona Szabó, co-fundadora do movimento Agora, e diretora do Instituto Igarapé, ONG que atua na segurança pública, reuniu-se com o presidente do PPS Roberto Freire e com o ministro da Defesa Raul Jungman. À noite, jantou com o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, do PMDB, que foi sondado para ser vice-presidente em uma possível chapa com Huck, que precisaria de um político experiente para auxiliá-lo. Hartung disse que está disposto “a tudo”, e pode vir a fazer parte de um futuro governo também como Chefe do Gabinete Civil, dependendo das negociações.
EXCLUSIVO DIRETO DA FONTE
O apresentador de TV Luciano Huck participou nas últimas semanas de três reuniões com líderes do PPS para discutir cenários eleitorais e a entrada no partido de membros do movimento Agora! , do qual é participante. Os encontros trataram de eventual candidatura do próprio Huck. Pessoas que participaram das reuniões classificaram as conversas como “iniciais e promissoras”. Embora o PPS pretenda divulgar sua posição em relação à sucessão do presidente Michel Temer apenas em março, durante sua convenção nacional, líderes do partido confiam na filiação do apresentador até o fim do ano. Huck se reuniu nesta quinta-feira, 9, no Rio, na casa do economista Armínio Fraga, com o deputado federal e presidente do PPS, Roberto Freire, e o ministro da Defesa, Raul Jungmann. Outras reuniões com Freire ocorreram em São Paulo e Brasília.

Em entrevista exclusiva a O Antagonista, o presidente do PPS, Roberto Freire, disse que Luciano Huck e lideranças do Agora!, movimento do qual o apresentador de TV faz parte — de viés liberal e que pretende transformar a política no Brasil –, o procuraram para demonstrar interesse em lançar Huck ao Planalto pela legenda. O encontro ocorreu em São Paulo, há cerca de dois meses. Já há uma próxima conversa entre Freire e Huck pré-agendada para a próxima semana.

“Estamos trabalhando, o partido está interessado. Huck tem tapete vermelho no PPS. Se ele vai se candidatar ou não, não sabemos.” Para o deputado, é preciso esperar um pouco mais para saber se aquilo que as pesquisas e os analistas estão indicando sobre uma eventual candidatura do apresentador vai se concretizar.

“Ele (Huck) surgiu diante do imponderável. Há uma certa perplexidade sobre como serão as eleições em 2018. Os partidos todos estão em deterioração. Está claro que os brasileiros não querem mais do mesmo.”

O presidente do PPS acrescentou:

“Este pode ser justamente o ativo do Huck: alguém que, cercado de pessoas capacitadas e com ética, surja descolado das estruturas políticas que estão aí. Mas será que isso terá força até outubro do ano que vem? Muita gente acredita que sim, que o Huck se transformará em um fenômeno. Nós temos que esperar.”

Do site O Antagonista

O DEM pretende definir até o fim do ano se terá ou não candidato próprio à Presidência da República. Os dirigentes do partido, que apostavam em João Doria, voltaram à estaca zero depois que o prefeito não decolou nas pesquisas.

Eles consideram que Doria não é carta fora do baralho, mas acham que o prefeito, por enquanto, se perdeu em polêmicas desnecessárias: bateu boca com outro tucano, o ex-governador Alberto Goldman, e aderiu ao programa de distribuição da farinata, que acabou apelidada de “ração humana”.

Luciano Huck, com quem também chegaram a conversar, não deu a eles a segurança necessária de que pretende mesmo concorrer à Presidência. Segundo um dos dirigentes, o partido não pode esperar até o próximo ano para que o apresentador se decida, sob pena de ficar não apenas sem candidato como em posição desfavorável numa coligação com outros partidos. A tendência, hoje, é de reaproximação com Geraldo Alckimin (PSDB-SP), definido por um dos líderes do DEM como “maior aliado histórico do partido”.

Fonte: Mônica Bergamo

luciano-huck-tem-chance-de-ser-presidente-do-brasil_1302975
Foi-se o tempo em que Luciano Huck recorria a modelos seminuas para empinar a audiência. Esperto, o apresentador farejou a mudança do vento e trocou o chicote da Tiazinha pelo marketing da caridade. Passou a distribuir dinheiro, reformar casa, promover casamento. Deu uma cara nova ao velho assistencialismo televisivo. Agora Huck flerta com outro personagem: o de presidenciável. “Quero e vou participar deste processo de renovação política no Brasil”, afirma, em artigo publicado pela Folha na quarta-feira. Como os profissionais do ramo, ele evita revelar seus próximos passos. “Fora do dia a dia da política, minha contribuição pode ser mais efetiva”, desconversa.

No mesmo dia em que a cúpula do DEM jantou com o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), lideranças da sigla estiveram com o apresentador Luciano Huck para discutir uma filiação dele com vistas à eleição de 2018. O encontro aconteceu na quinta-feira passada no Rio de Janeiro e participaram dele o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM-PE), o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM-BA), e o apresentador. Não foi a primeira vez que Huck se reuniu com o partido. Pelo menos outras duas reuniões já aconteceram nos últimos meses.

Integrantes do DEM que acompanham a negociação disseram ao GLOBO que têm sido discutidos nesses encontros os termos de uma filiação de Huck e a viabilidade de uma candidatura dele à Presidência em 2018. Até o momento, entretanto, não há nada fechado. O prazo de filiações para candidatos no próximo pleito termina em abril. O apresentador confirmou que participou da reunião, mas negou que tenha discutido sua entrada no partido.

O DEM deverá anunciar em meados do próximo mês a refundação da sigla, com a troca de nome (Mude, Centro ou Centro Democrático são as alternativas) e a apresentação de um novo manifesto. Nesse processo, o partido está em busca de um elenco novo de candidatos para 2018, entre eles, uma candidatura própria para a eleição presidencial. Para disputar uma vaga de deputado federal, um dos novos filiados será Kim Kataguiri, do Movimento Brasil Livre (MBL).

Fonte:  O Globo.

04
jan

@ @ É Notícia… @ @

Postado às 10:59 Hs

  • Foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (04), a convocação e nomeação de 1.162 professores e especialistas aprovados no concurso público da Educação. Essa é a terceira chamada do concurso, que tem duração de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período. Desde março de 2012, o Governo do Estado já convocou 3.119 professores e especialistas aprovados no concurso, para suprir as necessidades das escolas em todas as regiões do Rio Grande do Norte. Dos 1.961 convocados nas duas primeiras chamadas, 1.578 assumiram. Os professores e especialistas convocados nessa terceira chamada participarão de posse coletiva no dia 4 de fevereiro e já iniciarão o ano letivo na sala de aula, em 18 de fevereiro. A lista com os documentos e exames necessários para a posse também foi publicada no Diário Oficial e está disponível no Portal da Educação: www.educacao.rn.gov.br.
  • A Petrobras foi a empresa brasileira que mais perdeu valor de mercado em 2012, sendo ultrapassada por Ambev e Vale, segundo levantamento da consultoria Economatica divulgado hoje. A estatal perdeu R$ 36,7 bilhões de valor de mercado em apenas um ano, passando de R$ 291,5 bilhões para R$ 254,8 bilhões. A segunda maior queda foi a da OGX. A petrolífera do grupo EBX, do empresário Eike Batista, viu seu valor de mercado despencar R$ 29,8 bilhões, de R$ 44 bilhões para R$ 14,2 bilhões. Na lista das dez empresas brasileiras de capital aberto que mais perderam valor de mercado, cinco foram do setor de energia elétrica -Eletrobras (R$ 16,9 bilhões), CPFL (R$ 4,4 bilhões), Cesp (R$ 4,2 bilhões), Eletropaulo (R$ 3,8 bilhões) e Ampla Energia (R$ 2,9 bilhões). O segmento foi bastante afetado pela proposta do governo federal de renovar os contratos de concessão que venciam entre 2015 e 2017 por mais 30 anos em troca da redução no preço da conta de luz. Completam o ranking a CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), que perdeu R$ 4,5 bilhões, o banco Santander (R$ 4 bilhões) e a Telefônica (R$ 3,1 bilhões).
  • O governo cumpriu a promessa feita aos governadores e enviou ao Congresso projeto de lei complementar que altera o indexador utilizado na correção das dívidas de estados e municípios junto à União. Em dezembro, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, prometera a um grupo de senadores que a medida seria adotada em 2013. Segundo a proposta protocolada ontem no Congresso, as dívidas serão corrigidas a uma taxa de juros de 4% ao ano, mais a variação da inflação medida pelo IPCA. Hoje, os juros variam de 6% a 9% ao ano e é aplicado o IGP-DI. Os governadores reclamam que a atual fórmula “encarece” os débitos, a maioria queria juros de 2% mais IPCA.
  • Pelos visto as próximas eleições vão dar o que falar. Ao menos é o que diz a coluna de Ilimar Franco, do jornal ‘O Globo’, que revelou que o PSDB quer o apresentador Luciano Huck como candidato a governador do Rio de Janeiro, nas eleições de 2014. O motivo seria porque os tucanos querem um forte nome para enfrentar o candidato que terá o apoio da presidente Dilma Rousseff e do seu partido, o PT. Como o marido de Angélica é tido como uma pessoa politicamente correta, ele teria sido a escolha do PSDB. Apesar de tudo, Luciano nunca mostrou sua preferência por partido ou candidato algum. Ainda segundo a publicação, Luciano seria amigo pessoal de Aécio Neves, que deverá se candidatar à presidência, e também do governador Sérgio Cabral.
  • Ao menos 200.000 pessoas são afetadas pelos danos das fortes chuvas que atingem o estado do Rio de Janeiro, de acordo com informações da Defesa Civil estadual. O número inclui desde casos mais graves, em que pessoas são obrigadas a deixar suas casas, a cidadãos que estão impedidos de ir ao trabalho, por exemplo. Os temporais já obrigaram pelo menos 4.893 moradores de sete cidades (Angra dos Reis, Mangaratiba, Duque de Caxias, Belford Roxo, Seropédica, Petrópolis e Teresópolis) a sair de suas casas. As chuvas provocaram ainda a morte de ao menos uma pessoa em Xerém, distrito de Duque de Caxias. Ainda segundo a Defesa Civil estadual, três pessoas ficaram feridas em Angra dos Reis e dois estão desaparecidos em Duque de Caxias. A região sofre nesta sexta-feira com a falta de luz. Choveu fraco em toda a madrugada em Duque de Caxias. E a previsão é de mais chuva para o estado nas próximas horas.
nov 23
quinta-feira
19 24
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
22 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5636952 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram