18
abr

Números da Covid

Postado às 19:44 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (18):

– O país registrou 1.657 óbitos nas últimas 24h, totalizando 373.335 mortes;

– Foram 42.980 novos casos de coronavírus registrados, no total 13.943.071 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 12.391.599, com o registro de mais 46.738 pacientes curados. Outros 1.178.137 pacientes estão em acompanhamento.

O número de pessoas curadas representa 88,8% do total de casos acumulados. A quantidade de pessoas curadas no Brasil é mais de dez vezes superior ao número de casos ativos (1.178.137), que são os pacientes em acompanhamento médico.

18
abr

Registros

Postado às 18:53 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste domingo (18). Foram mais 802 casos confirmados, totalizando 212.692. Até sábado (17) eram 211.890 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 5.106 no total, sendo 8 mortes registradas nas últimas 24h: Natal (01), Assu (02), São Miguel (01), Cerro Corá (01), Parnamirim (01), Governador Dixsept Rosado (01) e Mossoró (01).

A Sesap ainda registrou outros 5 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.015. No sábado (17) o número total de mortes era 5.093 mortes. Casos suspeitos somam 52.701 e descartados 434.494. Recuperados são 150.649.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 94,2%, registrada por volta das 11h40 deste domingo (18). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 700. Até o momento desta publicação são 22 leitos críticos (UTI) disponíveis e 355 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 69 disponíveis e 345 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 93,4% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 98,2% e a Região Seridó tem 87,5%.

O feriadão da Páscoa não atrapalhou o ritmo de vacinação contra covid no Brasil, que continua acelerando e superou as 12 milhões de doses aplicadas em abril.

Para ilustrar o sucesso da campanha brasileira de vacinação, o Reino Unido, tido como exemplo, aplicou cerca de seis milhões de doses no mesmo período e o máximo em um mês inteiro foi de 14,3 milhões, marca que o Brasil ultrapassará antes do fim da semana. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Foram necessários 16 dias em abril para chegas às 12 milhões de doses, quase metade dos 29 dias para aplicar a mesma quantidade em março.

Há duas semanas, a média de vacinas aplicadas no Brasil é mais que o dobro do Reino Unido e vamos ultrapassá-los no total de doses este mês

O Brasil já se aproxima da marca de 35 milhões de doses e a expectativa é que abril termine com algo entre 45 e 50 milhões de vacinas aplicadas.

DIÁRIO DO PODER

16
abr

Números da Covid

Postado às 20:07 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta sexta-feira (16):

– O país registrou 3.305 óbitos nas últimas 24h, totalizando 368.749 mortes;

– Foram 85.774 novos casos de coronavírus registrados, no total 13.832.455 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 12.298.863, com o registro de mais 65.568 pacientes curados. Outros 1.164.843 pacientes estão em acompanhamento.

O número de pessoas curadas representa 88,9% do total de casos acumulados. A quantidade de pessoas curadas no Brasil é mais de dez vezes superior ao número de casos ativos (1.164.843), que são os pacientes em acompanhamento médico.

Os municípios brasileiros levam, em média, 17,8 dias para aplicar vacinas contra a covid-19 já entregues aos Estados pelo governo federal. Esse é o tempo que passa do momento da distribuição das doses até a aplicação.

O Poder360 compilou as informações de distribuição de doses do painel LocalizaSUS, do governo federal, e das plataformas covid19br e coronavirusbra1, que reúnem o número de aplicações divulgadas pelas secretarias estaduais. O período considerado foi de 1º de março de 2021 até as 15h de 15 de abril.

Primeiro, verificou-se o total de doses distribuídas em cada uma das datas desse período. Depois, foi calculado quanto tempo levou para que o acumulado de doses recebidas em cada dia fosse aplicado. O cálculo acima é uma média.

O governo federal havia entregue até 14 de abril 48,1 milhões de doses de vacinas da covid-19 aos Estados, que ficam responsáveis por repassar as doses para as cidades. Essa é a última data com informações detalhadas de distribuição de imunizantes.

Em 26 de março, o governo federal havia entregado 33,6 milhões de doses aos Estados desde o começo da pandemia. A aplicação dessa quantidade de vacinas só foi ultrapassada em 15 de abril, segundo os números informados pelas Secretarias estaduais da Saúde. São 20 dias de diferença.

15
abr

Números da Covid

Postado às 20:16 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (15):

– O país registrou 3.560 óbitos nas últimas 24h, totalizando 365.444 mortes;

– Foram 73.174 novos casos de coronavírus registrados, no total 13.746.681 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 12.236.295, com o registro de mais 65.524 pacientes curados. Outros 1.144.942 pacientes estão em acompanhamento.

15
abr

* * * QUENTINHAS… * * *

Postado às 10:03 Hs

* * * Em um ano, o número de internautas no Brasil aumentou em 6,1 milhões de pessoas. Havia no País, ao final de 2019, 143,5 milhões pessoas conectadas à internet (78,3%). Os números são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad C), com levantamento feito no 4º trimestre de 2019, divulgada, ontem, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). * *

* * * Três das 27 capitais brasileiras paralisaram a aplicação da primeira dose contra a Covid, ontem, por falta de doses: João Pessoa – que também deixou de aplicar a segunda dose –, Rio Branco e Salvador. Além delas, em Curitiba, a ampliação primeira dose para pessoas com 66 anos ou mais, que começou na terça-feira passada, foi suspensa ontem. Outros grupos que já vinham recebendo a primeira dose seguem sendo imunizados. * * *

* * * O presidente Jair Bolsonaro disse, ontem, que o Brasil está na iminência de uma “crise enorme”. Afirmou que só aguarda uma “sinalização” do povo para agir, sem detalhar o que seria essa ação. Bolsonaro também criticou recentes decisões do STF e medidas de isolamento social para conter a pandemia. Falou que dá tempo de evitar o “aumento da temperatura” no País. “É só parar de usar menos a caneta e um pouco mais o coração”, afirmou. “O Brasil está no limite. O pessoal fala que eu devo tomar uma providência. Estou aguardando o povo dar uma sinalização porque a fome, a miséria e o desemprego está aí [sic], só não vê quem não quer. Ou quem não está na rua. Eu sempre estive na rua”, disse. * * *

14
abr

Números da Covid

Postado às 20:34 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quarta-feira (14):

– O país registrou 3.459 óbitos nas últimas 24h, totalizando 361.884 mortes;

– Foram 73.513 novos casos de coronavírus registrados, no total 13.673.507 pessoas já foram infectadas.

O número de pessoas curadas representa 88,3% do total de casos acumulados. A quantidade de pessoas curadas no Brasil é mais de dez vezes superior ao número de casos ativos (1.140.852), que são os pacientes em acompanhamento médico

14
abr

Registros

Postado às 16:51 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quarta-feira (14). Foram mais 820 casos confirmados, totalizando 209.415. Até terça-feira (13) eram 208.595 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 4.983 no total, sendo 19 mortes registradas nas últimas 24h: Natal(05), Jucurutu(02), São Tomé(02), Parnamirim(01), João Câmara(01), Extremoz(01), Goianinha(01), Areia Branca(01), Caicó(01), Apodi(01), Santa Cruz(01), Caraúbas(01) e Jardim do Seridó(01).

A Sesap ainda registrou outros 17 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 991. Na terça-feira (13), o número total de mortes era 4.947.

Casos suspeitos somam 52.838 e descartados 430.106. Recuperados são 142.776.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 95,7%, registrada no fim da manhã desta quarta-feira (14). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 717. Até o momento desta publicação são 16 leitos críticos (UTI) disponíveis e 359 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 52 disponíveis e 358 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 94,3% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 98,1% e a Região Seridó tem 97,5%.

O Rio Grande do Norte registra no fim da manhã desta quarta-feira(14) cinquenta e sete(57) pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 11h50, o estado tinha 14 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

Foto: Wilson Moreno/Secom PMM

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira, 13, a lista dos estados com pessoas que estão em atraso para tomar a segunda dose de vacinas contra a covid-19. Hoje, o titular da pasta, Marcelo Queiroga, disse que há 1,5 milhão de brasileiros nessa situação, e alertou que essas pessoas precisam buscar os postos de vacinação. No Rio Grande do Norte, 14.932 pessoas que aguardam a segunda dose.

O estado com mais pessoas em atraso é São Paulo (343.925), seguido da Bahia (148.877), Rio de Janeiro (143.015), Rio Grande do Sul (123.514), Minas Gerais (89.122) e Paraná (71.857).

Os estados com menos doses em atraso são Amapá (5.741), Tocantins (6.033), Acre (6.191), Alagoas (7.625) e Roraima (8.555).

Segundo o ministro, mesmo quem perdeu o prazo previsto no cronograma de vacinação deve procurar uma unidade de saúde para regularizar a situação. A grande maioria dos atrasos está em doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. No total, 1.514.340 doses do imunizante estão em atraso, sendo 287 da Oxford/AstraZeneca, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Agência Brasil

O Brasil bateu recorde na aplicação de doses de vacinas contra covid-19 nesta terça-feira (13). De acordo com a plataforma independente acinabrasil.org, foram aplicadas 1.225.396 doses apenas hoje. Agora, o Brasil contabiliza 32.310.602 doses administradas nos brasileiros, sendo 24.498.318 primeiras doses e 7.812.284 segundas doses das vacinas adquiridas pelo governo federal.

O Ministério da Saúde já disponibilizou aos Estados um total de 47.862.856 doses de imunizantes contra o coronavírus, das quais 32,3 milhões foram efetivamente aplicadas.

O Brasil continua ostentando a posição de quinto país que mais aplica vacinas em sua população, ficando atrás apenas dos quatro grandes produtores de imunizantes: Estados Unidos, China, Índia e Reino Unido.

Nesta terça, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou que cerca de 1,5 milhão de brasileiros não apareceram para tomar a segunda dose, mas todos serão chamados a comparecer aos postos de vacinação. Afinal, apenas uma dose de vacina não é suficiente para imuniza uma pessoa, de acordo com especialistas.

DIÁRIO DO PODER

13
abr

Números da Covid

Postado às 20:18 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta terça-feira (13):

– O país registrou 3.808 óbitos nas últimas 24h, totalizando 358.425 mortes;

– Foram 82.186 novos casos de coronavírus registrados, no total 13.599.994 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 12.074.798, com o registro de mais 117.730 pacientes curados. Outros 1.166.771 pacientes estão em acompanhamento.

13
abr

Registros

Postado às 12:59 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (13). Foram mais 770 casos confirmados, totalizando 208.595. Até segunda-feira (12) eram 207.825 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 4.947 no total, sendo 19 mortes registradas nas últimas 24h: Natal(05), Mossoró (06), Parnamirim (01), Macaíba(01), Frutuoso Gomes(02), Alto do Rodrigues(01), Ouro Branco(01), Baraúna(01) e Areia Branca(01).

A Sesap ainda registrou outros 20 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 986. Na segunda-feira (12), o número total de mortes era 4.908.

Casos suspeitos somam 52.951 e descartados 428.919. Recuperados são 142.776.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 97,8, registrada no fim da manhã desta terça-feira (13). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 708.

Até o momento desta publicação são 8 leitos críticos (UTI) disponíveis e 356 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 62 disponíveis e 352 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 96,8% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 99,1% e a Região Seridó tem 100%.

O Rio Grande do Norte registra no fim da manhã desta terça-feira(13) 54 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 12h30, o estado tinha 8 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

12
abr

Números da Covid

Postado às 20:14 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta segunda-feira (12):

– O país registrou 1.480 óbitos nas últimas 24h, totalizando 354.617 mortes;

– Foram 35.785 novos casos de coronavírus registrados, no total 13.517.808 pessoas já foram infectadas.

12
abr

Registros

Postado às 16:59 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (12). Foram mais 368 casos confirmados, totalizando 207.825. Até domingo (11) eram 207.457 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 4.908 no total, sendo 14 mortes registradas nas últimas 24h: Mossoró(04), Natal (02), Parnamirim (01), Goianinha(01), Areia Branca (01), Guamaré (01), Paraná(01), Lajes(01), Campestre(01) e Santo Antônio(01).

A Sesap ainda registrou outros 10 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 971. No domingo (11), o número total de mortes era 4.884 mortes. Casos suspeitos somam 53.113 e descartados 427.927. Recuperados são 142.776.

O Rio Grande do Norte registra no fim da manhã desta segunda-feira(12) 65 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 12h00, o estado tinha 9 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 97,6%, registrada no fim da manhã desta segunda-feira (12). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 701.

Até o momento desta publicação são 9 leitos críticos (UTI) disponíveis e 360 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 69 disponíveis e 341 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 96,4% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 100% e a Região Seridó tem 97,5%.

12
abr

Semana Letal

Postado às 12:32 Hs

Na semana que terminou no sábado (10), o Brasil perdeu 21.172 pessoas por covid-19. É mais um recorde negativo da pandemia. Nunca antes a doença matou tanto em uma única semana no país. Os dados são do consórcio de veículos de imprensa, e que apura os números com as secretarias estaduais de Saúde.

Em meio a tantos recordes negativos, fica difícil entender o que os números representam. É como se, entre o domingo passado (4) e sábado (10), tivessem caído quase 300 aviões do Chapecoense. Ou como se tivessem ocorrido 78 desastres de Brumadinho em apenas uma semana.

A quantidade de vítimas é 8% maior que uma semana antes —que já tinha batido o recorde. E é quase três vezes o número de mortes por covid-19 na pior semana da primeira onda da pandemia no Brasil, no final de julho. Com esses indicadores, o Brasil apresenta hoje a pior situação da pandemia em todo o mundo.

O Brasil ultrapassou a marca de 30 milhões de doses de covid aplicadas em 85 dias de campanha, um resultado a ser comemorado por superar Alemanha, França e Itália, que juntos têm população equivalente à nossa e levaram 89 dias para bater a marca. O mesmo ocorreu no Reino Unido, primeiro país do ocidente a iniciar a vacinação.

Até o fim da tarde deste domingo (11), foram aplicadas no Brasil exatamente 30.356.490 doses de vacina, de acordo com a plataforma independente vacinabrasil.org.

Apesar de rico e grande produtor de vacinas, levou 104 dias para superar 30 milhões de doses. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O Reino Unido é o quarto no ranking com 39 milhões de doses aplicadas, mas o Brasil deve ultrapassar os britânicos até o fim deste mês.

O Brasil levou 47 dias para chegar a 10 milhões de doses, 24 dias para ir aos 20 milhões e apenas 14 para ultrapassar a marca dos 30 milhões.  A média diária de doses aplicadas no Brasil está acima de 750 mil e é a quarta melhor, atrás de China, Índia e EUA, diz o Our World in Data.

Além das 30 milhões de doses aplicadas, há cerca de 20 milhões que já foram entregues pelo governo federal a todos os Estados.

DIÁRIO DO PODER

11
abr

Números da Covid

Postado às 19:13 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (11):

– O país registrou 1.803 óbitos nas últimas 24h, totalizando 353.137 mortes;

– Foram 37.017 novos casos de coronavírus registrados, no total 13.482.023 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 11.880.803, com o registro de mais 42.239 pacientes curados. Outros 1.248.083 pacientes estão em acompanhamento.

abr 18
domingo
20 53
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
101 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.865.852 VISITAS