O Rio Grande do Norte tem atualmente 368.512 pessoas com o título de eleitor cancelado e 17.994 com o documento suspenso. Os números foram divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) nesta quarta-feira (19).

A orientação do órgão é para que essas pessoas regularizem a situação junto à Justiça Eleitoral até o dia 4 de maio para poderem votar nas Eleições 2022 – para presidente e vice-presidente da República, governadores, deputados e senadores.

“Com o título cancelado, além de não votar nas Eleições 2022, o cidadão não pode tomar posse em concurso público, obter passaporte ou CPF, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial, obter empréstimos em estabelecimentos de crédito mantidos pelo governo, participar de concorrência pública e praticar qualquer ato para qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda”, conta o presidente do TRE-RN, desembargador Gilson Barbosa.

O sistema Título Net, disponível no site www.tre-rn.jus.br oferece atendimento remoto para resolver todas as pendências (tirar o primeiro título, fazer transferência de domicílio, atualizar os dados cadastrais, regularizar a situação eleitoral, emitir certidões).

Quanto ao atendimento presencial, durante todo o mês de janeiro, os Cartórios Eleitorais do RN funcionarão de segunda a sexta, no horário das 8h às 13h. Para ter acesso aos prédios, é preciso apresentar comprovante de vacinação.

g1-RN

19
jan

Números da Covid

Postado às 20:12 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quarta-feira (19).

– O país 338 óbitos nas últimas 24h, totalizando 621.855 mortes;

– Foram 204.854 novos casos de coronavírus registrados, no total 23.416.748;

O Brasil registrou um novo recorde de novos casos registrados em 24h, ultrapassando pela primeira vez a marca de 200 mil casos.

Dessa forma, a média móvel de óbitos dos últimos sete dias ficou em 212 e a média móvel de casos em 99.974

O ministério da Saúde calcula que mais de 21,7 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

19
jan

Registros

Postado às 12:41 Hs

O Rio Grande do Norte voltou a superar a marca de 1 mil casos de Covid-19 em 24 horas. Novo boletim epidemiológico divulgado nessa terça-feira (18) pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) aponta que, de segunda para terça, o Estado confirmou 1.224 casos da doença.

É a 2ª vez neste mês que o RN registra mais de 1 mil casos de Covid-19 em 24 horas. A primeira foi na sexta-feira (14), quando foram confirmados 1.351 casos. Em janeiro, já são 8.443 diagnósticos positivos, muito mais do que em todo o mês de dezembro, quando foram confirmados 5.499 casos da doença nos 31 dias.

Com relação ao número de óbitos, o Estado confirmou 7 mortes por Covid nas últimas 24 horas. Desse total, 2 mortes ocorreram de fato de segunda para terça (as duas em Pau dos Ferros). As demais ocorreram em dias anteriores e foram confirmadas agora após exames.

Nos hospitais públicos, a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 47%. São 59 pacientes com Covid-19 internados em um universo de 123 leitos habilitados.

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h15 desta quarta-feira (19). Neste período, haviam 10 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e 1 aguardava avaliação. Foram registrados disponíveis 33 leitos críticos e outros 54, sendo clínicos.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 52,1%, registrada no início da tarde desta quarta-feira (19). Pacientes com Covid-19 internados em leitos clínicos e críticos somam 87. Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 63,2% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 44,4% e a Região Seridó tem 20%.

Até o momento desta publicação são 33 leitos críticos (UTI) disponíveis e 62 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 54 disponíveis e 39 ocupados. Outros 24 leitos de UTI estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’ e também 25 leitos clínicos também estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’, com outras síndromes gripais.

Em virtude do surto gripal que atinge não somente o RN, a Sesap informou no dia 6 de janeiro que disponibilizou leitos da rede Covid para pacientes com outras síndromes gripais que tenham teste negativo para Covid-19, resguardando as medidas de biossegurança para evitar contaminação.

18
jan

Registros

Postado às 20:27 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (18). São 395.645 casos totalizados. Na segunda (17) eram contabilizados 394.421, ou seja, 1.224 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 975 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.611 no total. Dois (02) óbitos foram registrados nas últimas 24 horas no RN (em Pau dos Ferros). Na segunda (17), eram 7.604 mortes. A Sesap não registrou óbito após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.473.

Recuperados são 380.481. Casos suspeitos somam 119.120 e descartados são 840.834. Estimativa de casos em acompanhamento: 7.553.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 46,1%, registrada no início da tarde desta terça-feira (18). Pacientes com Covid-19 internados em leitos clínicos e críticos somam 94.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 58,4% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 30,6% e a Região Seridó tem 20%. Até o momento desta publicação são 43 leitos críticos (UTI) disponíveis e 59 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 69 disponíveis e 35 ocupados.

Outros 26 leitos de UTI estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’ e também 22 leitos clínicos também estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’, com outras síndromes gripais. Em virtude do surto gripal que atinge não somente o RN, a Sesap informou no dia 6 de janeiro que disponibilizou leitos da rede Covid para pacientes com outras síndromes gripais que tenham teste negativo para Covid-19, resguardando as medidas de biossegurança para evitar contaminação.

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h10 desta terça-feira (18).

Neste período, havia 8 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e 2 aguardavam avaliação. Foram registrados disponíveis 43 leitos críticos e outros 69, sendo clínicos.

18
jan

Números da Covid

Postado às 20:11 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta tarça-feira (18).

– O país registrou 351 óbitos nas últimas 24h, totalizando 621.517 mortes;

– Foram 137.103 novos casos de coronavírus registrados, no total 23.211.894;

O Brasil registrou um novo recorde de casos registrados em 24h. O recorde anterior era do dia 18 de setembro de 2021, com 124.878 casos.

Dessa forma, a média móvel de óbitos dos últimos sete dias ficou em 183 e a média móvel de casos em 83.205

O ministério da Saúde calcula que mais de 21,7 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

17
jan

Números da Covid

Postado às 19:53 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta segunda-feira (17).

– O país registrou 121* óbitos nas últimas 24h, totalizando 621.166 mortes;

– Foram 74.134* novos casos de coronavírus registrados, no total 23.074.791; *Sem dados do Ceará.

Dessa forma, a média móvel de óbitos ficou em 154 e a média móvel de casos em 73.728, a 2ª maior desde de junho de 2021.

O ministério da Saúde calcula que mais de 21,6 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

16
jan

Registros

Postado às 20:06 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste domingo (16). São 394.291 casos totalizados. No sábado (15) eram contabilizados 394.011, ou seja, 280 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 160 confirmados nas últimas 24 horas.

Segundo a Sesap, os dados divulgados hoje são parciais em razão do acesso ao sistema Esus-VE, que passou parte do sábado (15) intermitente, dificultando a inserção de registros.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.602 no total. Dois (02) óbitos foram registrados nas últimas 24 horas no RN (um em Mossoró e outro em Macaíba). No sábado (15), eram 7.599 mortes. A Sesap registrou outro óbito após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.460.

Recuperados são 380.396. Casos suspeitos somam 116.916 e descartados são 838.068. Estimativa de casos em acompanhamento: 6.293.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 36,5%, registrada no início da tarde deste domingo (16). Pacientes com Covid-19 internados em leitos clínicos e críticos somam 75. Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 40,8% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 37,1% e a Região Seridó tem 13,3%.

Até o momento desta publicação são 55 leitos críticos (UTI) disponíveis e 46 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 68 disponíveis e 29 ocupados.

Outros 25 leitos de UTI estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’ e também 25 leitos clínicos também estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’, com outras síndromes gripais.

Em virtude do surto gripal que atinge não somente o RN, a Sesap informou no dia 6 de janeiro que disponibilizou leitos da rede Covid para pacientes com outras síndromes gripais que tenham teste negativo para Covid-19, resguardando as medidas de biossegurança para evitar contaminação.

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 13h deste domingo (16). Neste período, havia 8 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e nenhum aguardava avaliação. Foram registrados disponíveis 55 leitos críticos e outros 68, sendo clínicos.

16
jan

Números da Covid

Postado às 20:02 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (16).

– O país registrou 74* óbitos nas últimas 24h, totalizando 621.045 mortes;

– Foram 24.934* novos casos de coronavírus registrados, no total 23.000.657;

*Sem dados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Tocantins, Minas Gerais e do Distrito Federal.

Dessa forma, a média móvel de óbitos ficou em 152 e a média móvel de casos em 68.107, a 2ª maior desde o dia 22 de junho de 2021.

O ministério da Saúde calcula que mais de 21,6 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

15
jan

Aumento de casos…

Postado às 20:45 Hs

O boletim InfoGripe da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado hoje (15), mostra que houve um aumento de 135% nos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) das últimas três semanas de novembro em relação às três últimas semanas. Passou de 5,6 mil casos para 13 mil.

“A velocidade com que a covid-19 se espalha entre a população cresceu semanalmente de 4% para 30%”, disse o pesquisador Marcelo Gomes, responsável pelo InfoGripe.

Os dados apontam um crescimento em todas as faixas etárias a partir de 10 anos de idade, desde o final de novembro e início de dezembro até o momento atual. Os números de laboratório indicam que esse aumento foi consequência tanto da epidemia de gripe quanto pela retomada do crescimento de casos de covid-19.

Das 27 unidades federativas, 25 apresentam sinal de crescimento na tendência de longo prazo até a SE 1 (período de 2 a 8 de janeiro de 2022). O estado do Rio de Janeiro, embora mostre estabilidade na tendência de longo prazo, tem indícios de crescimento na de curto prazo. Apenas Roraima mostra sinal de estabilidade nas tendências de longo e curto prazo.

Com exceção de Roraima e do Rio de Janeiro, todos os estados têm sinal de crescimento de casos de Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) na tendência de longo prazo, sendo que todos esses estão com o indicador em nível forte (probabilidade > 95%): Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins. Destes, apenas Amazonas e Rondônia apresentam sinal de estabilidade na tendência de curto prazo. Todos os demais apresentam sinal de crescimento, sendo este sinal moderado (probabilidade > 75%) no Amapá, Pará e Piauí e forte em todos os demais. No Rio de Janeiro observa-se sinal forte de crescimento na tendência de curto prazo, embora a tendência de longo prazo esteja em situação de estabilidade.

15
jan

Registros

Postado às 13:25 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste sábado (15). São 394.011 casos totalizados. Na sexta (14) eram contabilizados 393.965, ou seja, 46* novos casos em comparação com o dia anterior, todos confirmados nas últimas 24 horas.

*Segundo a Sesap, o sistema E-SUS está fora do ar, por isso uma baixa considerável nos casos confirmados. Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.599 no total. Dois (02) óbitos foram registrados nas últimas 24 horas no RN, ambos em Natal. Na sexta (14), eram 7.593 mortes. A Sesap registrou outros quatro (04) após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.460.

Recuperados são 380.278. Casos suspeitos somam 116.672 e descartados são 838.068. Estimativa de casos em acompanhamento: 6.314.

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h55 deste sábado (15). Neste período, havia 7 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e outros 5 aguardavam avaliação. Foram registrados disponíveis 60 leitos críticos e outros 69, sendo clínicos.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 35,4%, registrada no início da tarde deste sábado (15). Pacientes com Covid-19 internados em leitos clínicos e críticos somam 65.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 40% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 34,3% e a Região Seridó tem 13,3%.

Até o momento desta publicação são 60 leitos críticos (UTI) disponíveis e 46 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 69 disponíveis e 19 ocupados. Outros 24 leitos de UTI estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’ e também 27 leitos clínicos também estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’, com outras síndromes gripais.

Em virtude do surto gripal que atinge não somente o RN, a Sesap informou no dia 6 de janeiro que disponibilizou leitos da rede Covid para pacientes com outras síndromes gripais que tenham teste negativo para Covid-19, resguardando as medidas de biossegurança para evitar contaminação.

14
jan

Números da Covid

Postado às 20:29 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta sexta-feira (14).

– O país registrou 251 óbitos nas últimas 24h, totalizando 620.796 mortes;

– Foram 112.286 novos casos de coronavírus registrados, no total 22.927.203; Dessa forma, a média móvel de óbitos ficou em 239 e a média móvel de casos em 68.140, a maior desde o dia 22 de junho de 2021.

O ministério da Saúde calcula que mais de 21,5 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

14
jan

Registros

Postado às 12:37 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta sexta-feira (14). São 393.965 casos totalizados. Na quinta (13) eram contabilizados 392.614, ou seja, 1.351 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 968 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.593 no total. Quatro (04) óbitos foram registrados nas últimas 24 horas, em Mossoró, Natal e Assu. Na quinta-feira (13) eram 7.587 mortes. A Sesap não registrou óbito após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.455.

Recuperados são 379.975. Casos suspeitos somam 116.615 e descartados são 838.005. Estimativa de casos em acompanhamento: 6.397.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 35,3%, registrada no início da tarde desta sexta-feira (14). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 62. Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 45% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 26,8% e a Região Seridó tem 6,7%.

Até o momento desta publicação são 69 leitos críticos (UTI) disponíveis e 48 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 69 disponíveis e 14 ocupados.

Outros 19 leitos de UTI estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’ e também 28 leitos clínicos também estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’, com outras síndromes gripais.

Em virtude do surto gripal que atinge não somente o RN, a Sesap informou que disponibilizou leitos da rede Covid para pacientes com outras síndromes gripais que tenham teste negativo para Covid-19, resguardando as medidas de biossegurança para evitar contaminação.

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h00 desta sexta-feira (14). Neste período, havia 4 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e 2 aguardavam avaliação. Foram registrados disponíveis 69 leitos críticos e outros 69, sendo clínicos.

 

13
jan

Registros

Postado às 20:37 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quinta-feira (13). São 392.614 casos totalizados. Na quarta (12) eram contabilizados 391.638, ou seja, 976 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 682 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.587 no total. Nenhum óbito foi registrado nas últimas 24 horas. Na quarta-feira (12) eram 7.587 mortes. A Sesap não registrou óbito após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.451.

Recuperados são 379.702. Casos suspeitos somam 116.194 e descartados são 835.242. Estimativa de casos em acompanhamento: 5.325.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 34,3%, registrada no início da tarde desta quinta-feira (13). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 61. Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 41% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 34,1% e a Região Seridó tem 0,0%.

Até o momento desta publicação são 69 leitos críticos (UTI) disponíveis e 46 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 69 disponíveis e 15 ocupados.

Outros 19 leitos de UTI estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’ e também 24 leitos clínicos também estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’, com outras síndromes gripais.

Em virtude do surto gripal que atinge não somente o RN, a Sesap informou que disponibilizou leitos da rede Covid para pacientes com outras síndromes gripais que tenham teste negativo para Covid-19, resguardando as medidas de biossegurança para evitar contaminação.

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h15 desta quinta-feira (13).

Neste período, havia 5 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e 5 aguardavam avaliação. Foram registrados disponíveis 69 leitos críticos e outros 69, sendo clínicos.

13
jan

Números da Covid

Postado às 20:16 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (13).

– O país registrou 174 óbitos nas últimas 24h, totalizando 620.545 mortes;

– Foram 97.986 novos casos de coronavírus registrados, no total 22.814.917;

RJ com 12.837 e RS com 12.186 registram recorde de casos de Covid-19 em 24h, desde o início da pandemia. Dessa forma, a média móvel de óbitos ficou em 129 e a média móvel de casos em 61.141, a maior desde o dia 22 de junho de 2021.

O ministério da Saúde calcula que mais de 21,5 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 45% das intenções de voto para o Planalto no cenário estimulado e, se a eleição fosse hoje, poderia vencer já no primeiro turno, segundo pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira, 12. O petista teria mais votos que a soma de todos os outros pré-candidatos na disputa.

Se as eleições ocorressem hoje, o petista estaria no limite da margem de erro para vencer no primeiro turno. A soma de todos os adversários do ex-presidente é de 41%. Considerando a margem de erro, que é de dois pontos percentuais para baixo ou para cima, Lula teria entre 43% e 47% das intenções de voto.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece em segundo lugar, com 23% das intenções de voto. Em seguida, vêm Sérgio Moro (Podemos), com 9%; Ciro Gomes (PDT), com 5%; João Doria (PSDB), com 3%; e Simone Tebet (MDB), com 1%.

MAIORIA INDECISA – Os eleitores que preferem “nem Lula, nem Bolsonaro” são 26%, segundo a pesquisa. No levantamento espontâneo, mais da metade dos entrevistados (maioria absoluta) se disse indecisa: 52%.

No segundo turno, o pré-candidato petista vence em todos os cenários. Já Bolsonaro perde em todos os cenários testados: para Lula, Sérgio Moro e Ciro Gomes.

Repetindo o observado em pesquisas de meses anteriores, a maior parte dos entrevistados respondeu que o principal problema do País é a Economia (37%), seguido de saúde/pandemia (28%) e questões sociais (13%). A corrupção ficou em último lugar, com 9%.

OUTROS CENÁRIOS – Entre os que consideram a corrupção como o maior problema do Brasil, Bolsonaro aparece à frente com 36% dos votos, ante 32% de Lula. O petista vence o chefe do Executivo entre os mais preocupados com questões sociais (55% a 15%), Economia (48% a 20%) e saúde/pandemia (44% a 23%).

O levantamento mostra ainda que 80% dos entrevistados desaprovam a forma como o presidente Bolsonaro está lidando com a inflação.

A pesquisa Genial/Quaest ouviu 2 mil pessoas presencialmente entre os dias 6 e 9 de janeiro. O levantamento foi registrado junto à Justiça Eleitoral e protocolado sob o número br-00075/2022, no dia 6 de janeiro de 2022.

12
jan

Números da Covid

Postado às 20:32 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quarta-feira (12).

– O país registrou 133 óbitos nas últimas 24h, totalizando 620.371 mortes;

– Foram 87.471* novos casos de coronavírus registrados, no total 22.716.931;

*Sem dados de casos da Paraíba. Dessa forma, a média móvel de óbitos ficou em 123 e a média móvel de casos em 52.261, a maior desde o dia 1º de julho de 2021.

O ministério da Saúde calcula que mais de 21,5 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

Foram prorrogadas até o dia 21 de janeiro as inscrições para o processo seletivo simplificado do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para a contratação de pessoal temporário que trabalhará no Censo Demográfico 2022.

São 206.891 vagas disponíveis, distribuídas da seguinte forma: 183.021, de nível fundamental, para recenseadores; 18.420 para agente censitário supervisor (ACS); e 5.450 para agente censitário municipal (ACM). Ambas as oportunidades para agente censitário são de nível médio. As inscrições devem ser feitas pelo site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizadora da seleção.

A taxa para participar varia entre R$57,50 e R$ 60,50 e pode ser paga até 16 de fevereiro.

A inflação oficial perdeu ritmo em dezembro, mas o resultado não impediu que o índice oficial de preços terminasse 2021 no maior patamar desde 2015, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Os dados do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) divulgados nesta terça-feira (11) apontam para uma variação de 0,73% da inflação oficial em dezembro, o que resultou em um salto de 10,06% dos preços no acumulado de todo o ano passado.

A disparada, ainda menor do que a que chegou a ser esperada por analistas financeiros entre os meses de novembro e de dezembro, representa quase o dobro do teto da meta estabelecida pelo governo para 2021, de 5,25%. O limite máximo perseguido levava em conta uma tolerância de 1,5 ponto percentual.

Já o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que calcula a inflação das famílias com rendimentos de até cinco salários mínimos, fechou o ano passado com alta de 10,16%, acima dos 5,45% registrados em 2020.

R7

jan 20
quinta-feira
05 01
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
43 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.889.982 VISITAS