Pré-candidato do PL em Mossoró, o empresário Genivan Vale afirma que é preciso ter “competência e maturidade” para unir a oposição e fortalecer a sua candidatura “a ponto de ser competitivo”. Genivan havia declarado, logo que o PSDB lançou o presidente da Câmara de Mossoró, Lawrence Amorim, à Prefeitura, que não abriria mão da sua candidatura já posta pelo Partido Liberal. Genivan agora está aberto a conversar, mas diz esbarrar “nas divergências profundas” entre o PL e o PT.

“Nós percebemos que Lawrence é o candidato dos sonhos do petismo. É o candidato dos sonhos de Isolda, de Fátima. E isso é natural porque Bernardo, tio dele, deputado, é muito próximo ao Governo. Até Ezequiel é figura importante do Governo Fátima. E aí, essa será a nossa grande barreira”, explica.

O PL se tornou oposição em Mossoró em março, quando não emplacou candidato a vice na chapa do prefeito Allyson Bezerra (UB) à reeleição. Apesar de baixas intenções de votos, vem buscando apoios a fim de unir parte da oposição centro-direita em Mossoró. Com o lançamento do nome de Lawrence Amorim, que também rompeu com o prefeito, na disputa majoritária, o PL viu reduzir suas possibilidades de alianças eleitorais para o pleito de outubro, já que o parlamentar do PSDB integra o centro e, além disso, tem a simpatia de parte da esquerda em Mossoró.

Foto: Reprodução

Entretanto, em conversa com o Diário do RN, Genivan acredita que “há outros grupos políticos na oposição que é possível tentar um arco de aliança”, que não seja com o projeto do PT, antagônico ao do PL.

“A gente precisa lançar as candidaturas e ir conversando com a sociedade e ver como ela vai abraçar candidaturas e ver quem é o nome mais viável para fazer frente a Allyson Bezerra. Claro e evidente que não é só uma pesquisa quantitativa que vai definir”, disse.

As tratativas entre o nome do PL e Lawrence aconteceram antes do rompimento do presidente da Câmara com o prefeito e, portanto, não prosperaram.

Atualmente, o PL só tem oficializado o apoio do Podemos, partido do senador Styvenson Valentim. Diálogos travados com o grupo rosalbista e com o Avante, presidido por Jorge do Rosário e tem o vereador Tony Fernandes como pré-candidato, ainda não tiveram retorno. Tanto o Rosalbismo, quanto o Avante também tem conversado com o representante do PSDB em Mossoró.

“Nós gostaríamos muito de contar com o grupo do PSDB, mas nós hoje estamos mais preocupados em mandarmos nossa mensagem, haja vista nós já termos o apoio do Podemos. Então hoje nós estamos muito mais preocupados em fazermos chegar a nossa mensagem ao mossoroense”, ressalta.

Segundo Genivan, a indicação do vice nesta aliança vai depender das tratativas e dos partidos que virão.

Fonte:Diário do RN

Alvo do PT e dos grupos políticos tradicionais de Mossoró, o prefeito Allyson Bezerra publicou vídeo em suas redes sociais reagindo aos ataques e perseguições que se intensificaram nas últimas semanas após divulgação de pesquisas eleitorais apontando o gestor com quase 70% das intenções de voto.

Na mensagem, Allyson afirma que já sabia que a estrutura de poder que dominou Mossoró por décadas tentaria, a todo custo, desestabilizá-lo, com o objetivo claro de voltar ao Palácio da Resistência.

“Quando venci as eleições contra uma estrutura de poder que dominava a cidade há décadas, eu já sabia que não seria fácil, que iriam tentar de tudo para me desestabilizar, e atrapalhar a gestão. Que iriam fazer de tudo para voltar ao poder. Ver um menino da zona rural, filho de pobre, na Prefeitura, incomoda muita gente, e ver esse mesmo menino, com a gestão mais aprovada da história, e ainda liderando todas as pesquisas, incomoda muito mais”, afirmou o prefeito.

O vídeo, que já soma mais de 100 mil visualizações em pouco mais de uma hora e quase 2 mil mensagens de apoio ao prefeito, o que reforça o forte apoio da população ao seu nome e trabalho. “Sua gestão trouxe para nossa cidade desenvolvimento, mudanças e inovação, e seu trabalho precisa continuar. Que Deus te abençoe e proteja diante de tantas pessoas que querem lhe barrar, mas o menino tem fibra e coragem de trabalhar”, comentou a seguidora Clislene Cristina.

“Estamos com o senhor, prefeito. O justo incomoda o ímpio, Mossoró reconhece todo seu trabalho e a mudança que o senhor estar realizando. Deus é contigo e com o povo de Mossoró”, disse o seguidor Robson Gledson.

18
Maio

Teste das urnas é finalizado

Postado às 11:12 Hs

O Tribunal Superior Eleitoral concluiu, nesta sexta-feira (17), mais uma etapa de verificação da segurança das urnas eletrônicas que serão usadas nas eleições de 2024.

É o “Teste de Confirmação”, em que especialistas voltaram à Corte Eleitoral para testar os aperfeiçoamentos de segurança feitos nas urnas e sistemas eleitorais.

Segundo o secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal, as melhorias realizadas pelos técnicos do TSE nos sistemas foram validadas pelos especialistas que tinham sugerido as contribuições.

“Essa nova rodada de testes se mostrou plenamente bem-sucedida. Os testes foram refeitos e nenhuma vulnerabilidade foi encontrada”, pontuou.

O prefeito Allyson Bezerra(União Brasil) cumpriu agenda em Brasília nesta terça-feira (14), onde foi recebido pelo senador Davi Alcolumbre, secretário-geral do União Brasil.

Em pauta, avanços importantes para a cidade de Mossoró, como o Complexo Viário 15 de Março, a maior obra já executada pela Prefeitura em toda a sua história.

O gestor solicitou apoio da bancada federal do partido para a liberação de mais recursos para obra do Complexo Viário de Mossoró.

Senador Alcolumbre recebe prefeito e demais políticos do RN (Foto: publicação)

Os sonhos do povo de Mossoró agora são realizados, com muito trabalho e determinação. O Complexo Viário 15 de Março já não é apenas um projeto, é realidade, com obras avançando a cada dia. Fizemos questão de destacar essa conquista durante nossa agenda em Brasília e pedir o apoio da nossa bancada para grandes obras como essa, pontou o prefeito Allyson Bezerra.

O Complexo Viário compreende uma extensão de 8 km, ligando as BRs 110 e 304, passando sobre o Rio Mossoró e sendo a primeira via da cidade a contar com 100% de ciclovia e calçadão com acessibilidade, além de iluminação 100% em LED.

O encontro em Brasília com o senador Davi Alcolumbre contou também com a presença do presidente do União Brasil RN, José Agripino, deputados federais Benes Leocádio e Paulinho Freire, e 1º vice-presidente nacional do União Brasil, ex-deputado federal e ex-prefeito de Salvador (BA), ACM Neto.

 

Foto: Edilberto Barros

O vereador mossoroense Pablo Aires (PV) anunciou na noite da última  sexta-feira que não será candidato nessas eleições.

O parlamentar alegou condição de sua saúde mental. Há um tempo passa por um processo de depressão, que inspira cuidados. Pablo foi eleito vereador pela primeira vez em 2020, com 1.857 votos. Na época, era do PSB. Nesse mesmo partido, se candidatou, em 2022, a deputado federal e foi o segundo mais bem votado em Mossoró, com 14.997 votos. Neste ano de 2024, migrou para o PV.

Confira a nota de Pablo na íntegra.

“A vida pública é intensa. Se engana quem pensa o contrário. O Pablo das lutas políticas que se tornou político em 2020 enfrentou o desafio mais intenso e constante que já enfrentei até hoje, e da mesma forma de sempre: certo do que defende e ciente das dificuldades que enfrentaria.

Mas uma coisa mudou, e pela primeira vez me peguei vulnerável. Não pelas dificuldades da política, mas a mim mesmo e às armadilhas da minha condição de saúde mental: a depressão.

Mais uma vez, uma decisão médica me leva a afastar-me do trabalho. Dessa vez por um tempo menor, espero. E assim estarei fazendo, conforme atestado médico. Me reencontrar com o Pablo cheio de certezas de antes é prioridade, e pra isso preciso de um tempo para me cuidar. Admito minha condição de saúde mental para não me tornar mais uma estatística daqueles que, expostos ao extremo, atentam contra a própria vida. Por isso mesmo aparecendo muito bem colocado nas pesquisas eleitorais, também decidi não concorrer nas eleições municipais desse ano.

Continuo enxergando a mudança através da política como única possibilidade, é de mim. E apesar das incertezas, independentemente da política, meus compromissos permanecem sólidos: continuarei minha luta incessante pela causa animal e ambiental e continuarei cobrando e lutando por tudo que acredito e defendo. Mesmo sabendo que a depressão é uma doença estigmatizada e minimizada por muitos, preciso ser transparente. Agora peço tempo, espaço e, a quem couber, orações. Obrigado pelo apoio e ate já”.

O presidente nacional do PSDB, Marconi Perillo, já tem uma meta para o partido no Rio Grande do Norte em 2026: eleger pelo menos dois deputados federais. A declaração foi dada durante entrevista coletiva do dirigente partidário na manhã desta sexta-feira (10).

Ao lado do presidente estadual do PSDB, deputado Ezequiel Ferreira, Perillo enalteceu a importância do PSDB em nível nacional e a visão que a população tem sobre o partido. Para ele, a legenda é conhecida por ter políticos que cumprem acordos e promessas feitas à população.

“As pessoas confiam no PSDB porque o PSDB é um partido que entrega. Nosso maior compromisso foi com a gestão social, econômica e com essas entregas. O PSDB é uma grife o PSDB e, como todo respeito aos demais partidos, é uma legenda que sempre foi organizada, mas sabemos que deu uma vacilada nos últimos anos e digo isso sempre de peito aberto”, disse Marconi Perillo, falando sobre a perda de espaço da legenda no cenário nacional desde 2018.

Segundo ele, uma forma de retomar os tempos mais importantes do PSDB é retomar o protagonismo nas discussões em cenário nacional. De acordo com Marconi Perillo, que já percorreu 21 estados neste ano tratando sobre questões relacionadas ao partido, o PSDB terá candidatura a prefeito em pelo menos 10 capitais e, no Rio Grande do Norte, ele quer que a legenda tenha candidaturas aos principais cargos em 2026.

Foto: Célio Duarte/Arquivo

A Ação Popular protocolada dia 2 passado (veja AQUI) pelo líder oposicionista na Câmara Municipal de Mossoró, vereador Tony Fernandes (Avante), sob o nº 0810214-56.2024.8.20.5106, teve parecer contrário do Ministério Público. Seu principal foco e das forças de oposição era afastar o prefeito Allyson Bezerra (UB), do cargo, por  90 dias.

Na ação, pediu ainda a indisponibilidade de bens e intimação do Município de Mossoró para intervir.

No mérito, solicitou que a Justiça atestasse a prática do ato de crime de responsabilidade e improbidade administrativa pelo prefeito, bem como a devolução pelo ex-secretário de Planejamento Kadson Eduardo de Freitas Alexandre dos salários e diárias de 10/2023 a 03/2024.

Parecer

Titular da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Mossoró, a promotora Ana Ximenes assinalou em seu parecer, informando à juíza da 2ª Vara da Fazenda Pública, Kátia Cristina Guedes Dias, que não tem quaisquer provas ou quaisquer outros atos a produzir no processo, tampouco possui interesse em assumir o polo ativo da demanda.

No mesmo parecer, o órgão ministerial ressaltou que o próprio autor da Ação Popular, Tony Fernandes, horas depois de ajuizar a demanda, “pediu DESISTENCIA da mesma.”

Explicou o MP, que por conta do “rito procedimental” desse tipo de ação judicial (Ação Popular) não permitir a automática extinção do processo, mesmo após o vereador ter desistido, a juíza intimou o órgão para se manifestar se teria interesse em prosseguir como novo autor da ação. Assim o MP o fez.

A promotora posicionou-se pela extinção do processo, ressaltando ser “evidente, no caso em apreço, a falta de interesse processual (por inadequação da via eleita) e a ausência de legitimidade”concluindo que  tais fatos ensejam necessidade de que a demanda seja extinta, sem sequer o julgamento do mérito.

Fonte: Blog Carlos Santos

Via Blog Ismael Sousa

O embate jurídico entre a Câmara Municipal e a Prefeitura de Mossoró, envolvendo questões relacionadas ao duodécimo (repasses do Executivo ao Legislativo), gerou um novo fato político em Mossoró com o surgimento da pré-candidatura à prefeitura de Lawrence Amorim (PSDB), presidente da Câmara.

O rompimento foi oficializado com a solicitação do PSDB estadual para incluir o nome de Lawrence nas pesquisas para prefeito na cidade. Isso é conhecido publicamente e não é apenas conversa de bastidores. Mas e quanto à nominata da Federação PSDB/Cidadania?

A federação apresentou os nomes para a Câmara Municipal nas eleições de 2024 em um evento realizado em 5 de abril no Requinte Buffet. O evento foi bastante prestigiado, contando com a presença do agora ex-aliado prefeito Allyson Bezerra (União Brasil) e do presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB).

Agora, com o evidente rompimento e a construção, de última hora, de um projeto de pré-candidatura à prefeitura de Lawrence, muitos pré-candidatos da federação PSDB/Cidadania se questionam sobre o futuro da nominata, já que o nome mais forte desse grupo era o de Lawrence.

Um dos temores dos pré-candidatos é o esvaziamento gradativo. Porém, isso são cenas para os próximos capítulos dessa novela.

Após a confirmação do rompimento político com o prefeito Allyson Bezerra (União Brasil), A direção estadual do PSDB decidiu solicitar aos institutos de pesquisas eleitorais a inclusão, de agora em diante, do nome do presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Lawrence Amorim (PSDB), nas pesquisas à Prefeitura de Mossoró nas eleições 2024. Nesta quinta-feira (9), Lawrence conversou com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira e líder do PSDB Potiguar.

Para chegar à decisão, o PSDB considerou a avaliação, corrente na política local e estadual, que Lawrence Amorim é um quadro viável para a sucessão mossoroense. Candidato a deputado federal mais votado da história de Mossoró (33.303 votos em 2022), Lawrence está no segundo biênio como presidente da Câmara.

Antes de ser vereador, foi por dois mandatos prefeito de Almino Afonso (Médio Oeste), onde, com grande aprovação de governo, foi reeleito e fez o sucessor. Também se destaca na presidência da Câmara da sua terra natal, Mossoró. Agregador, é um dos raros políticos com acesso a todos os segmentos do município.

ROMPIMENTO

O estopim do rompimento envolve um embate jurídico entre a Câmara Municipal de Mossoró e a Prefeitura, relacionado aos repasses do duodécimo. A Câmara acusou a prefeitura de diminuir gradativamente os repasses, enquanto que a prefeitura alegou que o Poder Legislativo deve ao Poder Executivo mais de R$ 11 milhões.

Via Saulo Vale

O prefeito Allyson Bezerra (União Brasil) e o presidente da Câmara Municipal de Mossoró Lawrence Amorim (PSDB) não são mais aliados políticos. Claro, não estarão juntos nas eleições de 2024.

Lawrence passa a integrar o bloco de oposição.

Estopim

O relacionamento que já vinha azedo há tempos piorou depois de uma decisão judicial, agora transitada em julgada, em que a Câmara foi condenada a pagar R$ 11 milhões em dívidas à Prefeitura. Nos bastidores, Lawrence plantava informações de que a dificuldade dele e da Câmara em honrar reiterados compromissos financeiros era culpa de Allyson e até jogava aliados contra o prefeito.

Ontem (7) a Prefeitura finalmente resolveu reagir em nota, com anexos das decisões judiciais, informando que não havia dívida do Executivo com o Legislativo. Que os repasses estão sendo feitos de acordo com a Lei e que, na verdade, é a Câmara que deve à Prefeitura e não o inverso.

A nota causou a ira de Lawrence e o rompimento, que já estava selado há semanas, tornou-se público, mesmo sem declaração oficial de ambos até aqui.

O Agorasei também perguntou aos entrevistados em quem eles não votariam de jeito nenhum para prefeito de Mossoró. A metodologia aplicada nesta questão foi a de escolha única de um nome. Ou seja, o entrevistado só podia citar um dos possíveis candidatos.

A deputada Isolda Dantas (PT) é apontada pelos entrevistados como a mais rejeitada, com 24,8% de citações. Em segundo lugar aparece Rosalba Ciarlini (Pogressistas), com 20,6%. Na sequência estão Genivan Vale (PL), com 10,4%, e Tony Fernandes (União Brasil), com 6,3%. O prefeito Allyson Bezerra (União Brasil) surge em último como o menos rejeitado, com 6,1%.

Aqueles entrevistados que afirmam não rejeitar nenhum dos nomes, que poderiam votar em qualquer um deles, somam 17,9%. Já aqueles sem opinião ou que não responderam totalizam 13,9%.

Sobre a pesquisa 

A pesquisa foi realizada nos dias 20, 21 e 22 de abril passado e ouviu 800 eleitores de 16 anos de idade e acima, nas zonas urbana e rural do município de Mossoró. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 3.4 pontos percentuais, para mais ou para menos sobre os resultados totais da amostra. Está registrada no TSE com a identificação RN-07857/2024.

Pesquisa realizada pelo Instituto Agorasei, em parceria com a Rádio 96 FM de Natal, revelou que o prefeito Allyson Bezerra (União Brasil) é o favorito na corrida eleitoral deste ano em Mossoró.

Os números foram divulgados na noite desta segunda-feira. Na questão estimulada, quando são mostrados nomes aos entrevistados, Allyson surge com 69,1% das intenções de voto.

A ex-prefeita Rosalba Ciarlini (PP) aparece bem atrás na segunda colocação, com apenas 10% de citações. Na sequência surgem Isolda Dantas (PT), com 4,1%; Tony Fernandes (Avante), com 2,1% e, em último, Genivan Vale (PL), com 1,6%.

As pessoas ouvidas que votam em branco ou nulo são 6,0%. Já aqueles sem opinião ou que não responderam representam 7,1%.Espontânea

Na sondagem espontânea, Allyson Bezerra tem 61,5% de intenção de voto. Na sequência foram citados os possíveis candidatos Rosalba Ciarlini (2,8%); Isolda Dantas (0,8%); Zé Peixeiro (0,3%); Genivan Vale (0,3%); Betinho Rosado (0,1%); Cláudia Regina (0,1%), Tony Cabelos (0,1%) e Tony Fernandes (0,1%).

Os entrevistados que afirmam votar em branco ou nulo são 6,8%, enquanto aqueles sem opinião ou que não responderam totalizam 27,1%.

Sobre a pesquisa 

A pesquisa foi realizada nos dias 20, 21 e 22 de abril passado e ouviu 800 eleitores de 16 anos de idade e acima, nas zonas urbana e rural do município de Mossoró. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 3.4 pontos percentuais, para mais ou para menos sobre os resultados totais da amostra. Está registrada no TSE com a identificação RN-07857/2024.

 

Passaram por audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (26), dois eleitores presos em Ceará-Mirim, na 46ª zona eleitoral, que atende os municípios de Pureza, Taipu e Ielmo Marinho. A juíza Niedja Fernandes dos Anjos e Silva concedeu a liberdade provisória, mas os eleitores e o pré-candidato envolvidos seguem sob investigação pela Polícia Federal. O caso foi registrado na 46ª ZE, na manhã da quinta-feira (25), quando a dupla apresentou documentos falsos para transferência eleitoral. A polícia foi acionada pelos servidores e as duas pessoas foram presas em flagrante. “Desde a semana passada, percebemos que alguns eleitores de Pureza estavam utilizando-se de um contrato de locação de imóvel, todos no mesmo formato e muitos assinados pela mesma testemunha”, relatou o chefe do cartório da 46ª ZE, Paulo Almeida.
21
abr

Nota

Postado às 12:24 Hs

NOTA DE PESAR

É com profundo pesar que a Prefeitura Municipal de Mossoró, em nome do prefeito Allyson Bezerra, se solidariza com os familiares e amigos da ex-vereadora Cícera Nogueira de Carvalho, 88 anos, pelo seu falecimento, ocorrido neste domingo (21).

O Município decreta luto oficial em razão do falecimento da ex-parlamentar mossoroense.

Tia Cícera, como era carinhosamente conhecida, exerceu o cargo de Vereadora por dois momentos e construiu uma história admirável com seu carisma. Deixa como legado uma belíssima trajetória notada pelo respeito ao próximo, amor e dedicação à família e amigos e relevantes serviços prestados ao nosso município.

Mossoró-RN, 21 de abril de 2024
Prefeitura Municipal de Mossoró

O prefeito Allyson Bezerra (União Brasil) exonerou ontem o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão de Mossoró, o advogado Kadson Eduardo. A exoneração ocorreu após a condenação de Kadson ter sido divulgada na imprensa do estado. O ex-secretário foi condenado na justiça por falsificação ideológica.

A denúncia do Ministério Público Federal, feita em 29 de julho de 2016, revelou que Kadson, enquanto advogado, falsificou um documento e alterou a data de uma audiência na 12ª Vara Federal de Pau dos Ferros. Esta ação estava relacionada à demarcação de terras particulares no município de Apodi.

A condenação de Kadson foi transitada em julgado, o que significa que não há mais possibilidade de recurso.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) disponibilizará partir da próxima segunda-feira (22) uma central de atendimento via WhatsApp para esclarecimento de dúvidas junto aos eleitores. A Central vai funcionar no número: 3654-5050 (apenas WhatsApp).

O dia 8 de maio é o prazo final para eleitores emitirem Título Eleitoral, transferirem o domicílio e regularizarem a documentação.

A Central de Atendimento ao Eleitor estará disponível a partir do dia 22 de abril e permanecerá até o dia 8 de maio, no horário das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.

A Central visa auxiliar os eleitores em suas dúvidas em relação à regularização de sua situação eleitoral, prazos, locais de votação, horário de atendimento, agendamento, documentação necessária, pagamento de multa, Título Net ou qualquer situação relacionada ao cadastro eleitoral.
Sobre a Central de Atendimento ao Eleitor

O canal servirá apenas para serviços de mensagem via WhatsApp e não poderá em hipótese alguma ser submetido a ligações telefônicas, visando a melhoria e agilidade no atendimento.

Logo, ao contactar o telefone da central de atendimento, será apresentada ao(à) eleitor(a) a seguinte sequência de atendimento:

atendimento automatizado;
atendimento da central por mensagem;
atendimento específico da respectiva zona do eleitor.

Quais dúvidas podem ser solucionadas

A regularização da sua situação eleitoral, prazos, locais de votação, horário de atendimento, agendamento, documentação necessária, pagamento de multa, Título Net ou qualquer situação relacionada ao cadastro eleitoral, podem ser atendidas e solucionadas através da central de atendimento remota.

Vale salientar que o eleitor não poderá realizar serviços pelo canal do WhastApp, apenas tirar dúvidas.

A ideia é que, caso não se consiga eliminar a dúvida na primeira alternativa, o sistema disponibilize a próxima opção (a central de atendimento integrada por servidores da Secretaria), para que o eleitor possa obter as respostas do seu questionamento.

Se ainda assim a dúvida não for sanada, o servidor desta central repassará a questão para um servidor da respectiva zona eleitoral.

A ação faz parte das estratégias e metas desenvolvidas pelo Plano Integrado das Eleições (Pielei), a fim de facilitar o processo de comunicação e evitar o congestionamento dos cartórios.

De acordo com a pesquisa realizada pela DataVero, com números coletados nos dias 13 de 14 de abril, 62.09% dos entrevistados ainda não sabem ou não quiseram responder, e ainda 9.27% não votam em ninguém.

Segue os dados da pesquisa:

Ozaniel Mesquita aparece em primeiro lugar com 1.49%, seguido de Marckuty da Maísa com 1.16%, logo após, Wiginis do Gás com 1.16%, Vladimir Cabelo de Nego e Zé Peixeiro estão com 0.99%, João Morais, Lawrence Amorim, Naldo Feitosa e Petras aparecem com 0.83%.

Com 0.66% Costinha, Isaac da Casca, Larissa Rosado, Omar Nogueira e Tony Cabelos. Didi de Arnor, Fernando Martins, Francisco Carlos, Glycia Nóbrega, Marrom Lanches, Nico Fernandes, Ricardo de Dodoca e Teodósio tem 0.50%.

Com 0.33% surgem Aline Couto, Cabo J Souza, Caio Freire, Claudionor, Elton Bezerra, Genilson Alves , Jailton Oliveira, João Marcelo, Kerlia Alves, Lilia, Lucas das Malhas, Marquinhos do Redenção, Paulo Igor, Raério Cabeção e Thiago Marques.

Amaro Janis, Arlene Sousa, Bebeto, Biró da Sintracon, Castelo de Paredões, Celso Lanches, Chagas Cabelos Cione Moura, Doutor Luiz Fernandes, Fernando de Zeza, Genário Marques, Genielton, Genilda, Genivan Vale, Gilmar Dantas Gilvan Alves, Gracildes Almeida, Heliane Duarte, Ícaro Mendonça, Isaías Gildeon, Isolda Dantas, Jardine de Souza, Jório Nogueira, José Marco, Junior Moura, Leonildo, Marcelo, Marcos, Marlei de Cunha, Marleide, Michele Noronha, Nagila Inês, Pablo Aires, Pedro, Professor Jailtom, Regis Ferreira figuram como os menores números, sendo 0.17%.

A pesquisa do Instituto DataVero tem nível de confiança de 95% e margem de erro de 3 pontos percentuais. Ouviu 600 entrevistados. Foi foi registrada em 10/04/2024 sob o número de identificação: TSE nº RN 00041/2024.

 

A Rádio 93 FM, a Nossa TV e o Portal O Mossoroense divulgaram nesta terça-feira (16) a primeira pesquisa de intenção de votos para a prefeitura de Mossoró. O levantamento foi conduzido pelo Instituto Data Vero.

No cenário estimulado, o prefeito Allyson Bezerra (União Brasil) lidera com 68,71% das intenções de voto. A ex-prefeita Rosalba Ciarlini (PP) vem logo em seguida, com 9,93%. A deputada Isolda Dantas (PT) tem 3,48%, seguida por Genivan Vale (PL) com 1,82%, Zé Peixeiro (Republicanos) com 1,82% e Tony Fernandes (Avante) com 1,16%. A opção “Nenhum” representa 8,82%, enquanto 4,80% dos entrevistados não souberam ou não responderam.

Já no cenário espontâneo, Allyson Bezerra segue liderando com 62,75%. A opção “Não souberam ou não responderam” corresponde a 25,83%, enquanto “Nenhum” alcança 5,46%. A ex-prefeita Rosalba Ciarlini (PP) tem 4,30%, Genivan Vale (PL) 0,66%, Isolda Dantas (PT) 0,50%, Zé Peixeiro (Republicanos) 0,33% e a ex-deputada Larissa Rosado (PSB) 0,17%.

A pesquisa Data Vero foi realizada entre os dias 13 e 14 de abril e foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número 00041/2024.

# Rejeição

A pesquisa DataVero divulgada nesta terça-feira (16) pela Rádio 93 FM, a Nossa TV e o Portal O Mossoroense também analisou a taxa de rejeição dos pré-candidatos à prefeitura de Mossoró.

A deputada Isolda Dantas (PT) lidera a lista de rejeição com 22,68%. Em seguida, vem a ex-prefeita Rosalba Ciarlini (PP) com 21,85%, seguida por Zé Peixeiro (Republicanos) com 15,89%, Genivan Vale (PL) com 5,13%, Allyson Bezerra (União Brasil) com 4,80% e Tony Fernandes (Avante) com 3,48%. A opção “Não votaria em nenhum” soma 12,42%, votaria em todos 6,62%, enquanto os que não souberam ou não responderam representam 7,12%.

Maio 25
sábado
21 15
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
39 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.959.564 VISITAS