O Brasil chegou a 100 milhões de vacinados contra a covid-19 na tarde desta segunda-feira (26). Foram vacinadas 100.072.759 pessoas desde o começo da vacinação até as 14h51 desta segunda-feira.

O número refere-se à soma daqueles que receberam a 1ª dose de um imunizante de dose dupla aos que tomaram uma vacina de injeção única. O dado é da plataforma coronavirusbra1, que compila números das secretarias estaduais de Saúde.

O país atingiu a marca perto de ultrapassar a média de 1,5 milhão de doses aplicadas diariamente. Nos 7 dias até o domingo (25), foram aplicadas, em média, 1.468.516 injeções diárias. É o recorde desde o começo da vacinação, em 17 de janeiro de 2021. O número considera qualquer aplicação, seja da 1ª ou da 2ª dose, seja de uma vacina de dose única.

A média de domingo subiu 11% frente a duas semanas antes. O número de aplicações começou a acelerar a partir de junho. Desde o dia 15 daquele mês, a média de 7 dias não fica abaixo de 1 milhão de doses diárias.

O infográfico a seguir mostra o ritmo de aplicação de doses até domingo (25), já que os dados desta segunda-feira ainda serão atualizados com o total do dia.

Para explicar a situação da pandemia, o Poder360 usa como métrica a média móvel de 7 dias. Trata-se da média diária de aplicações nos 7 últimos dias, incluindo a data.

O indicador matiza eventuais variações abruptas, sobretudo nos fins de semana, quando há menos aplicações relatadas. Nesses dias há menos funcionários nas secretarias estaduais de Saúde para reportar e compilar os dados, respectivamente.

Poder 360

26
jul

Números da Covid

Postado às 20:07 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta segunda-feira (26):

– O país registrou 578 óbitos nas últimas 24h, totalizando 550.502 mortes;

– Foram 18.999 novos casos de coronavírus registrados, no total 19.707.662.

A média móvel de mortes nos últimos sete dias está em 1.107, no menor patamar desde o fim de fevereiro.

A média móvel de novos casos teve uma interrupção de queda na semana passada, quando o país registrou 108,7 mil infecções em um único dia. Agora, ela está em 45.117.

26
jul

Registros

Postado às 15:32 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (26). Foram 18 novos casos contabilizados, totalizando 357.822. No domingo (25) eram 357.804.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.057 no total, sendo 05 mortes registrada nas últimas 24h: Natal (01), Caicó(01), Antônio Martins(01), Pau dos Ferros(01) e Mossoró(01). No domingo (26), o número total de mortes era 7.052. Óbitos em investigação são 1.487. Casos suspeitos somam 164.635 e descartados são 679.586.

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento próximo do fim da manhã desta segunda-feira (26).

Por volta das 11h, haviam 02 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação. Mais 01 aguardava avaliação. Foram registrados disponíveis 195 leitos críticos e outros 254, sendo clínicos.

Foto: Myke Sena/MS/Flickr

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou à coluna da Mônica Bergamo na Folha de S. Paulo ser “muito provável” que a pasta diminua o intervalo entre as duas doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19 para 21 dias. Atualmente, o intervalo é de três meses.

O prazo de 21 dias é o previsto na bula do imunizante, mas a pasta decidiu ampliá-lo para imunizar mais pessoas com a primeira dose em um período de tempo menor. Segundo Queiroga, a decisão também foi motivada pela incerteza sobre a quantidade de doses que o país receberia neste ano.

“Naquele momento, não tínhamos certeza da quantidade de doses de Pfizer que receberíamos neste ano e optamos por ampliar o número de vacinados com a primeira dose. Mas agora temos segurança nas entregas e dependemos apenas da finalização do estudo da logística de distribuição interna dos imunizantes para bater o martelo sobre a redução do intervalo da Pfizer para 21 dias”, disse.

METRÓPOLES

25
jul

Números da Covid

Postado às 19:07 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (25):

– O país registrou 476 óbitos nas últimas 24h, totalizando 549.924 mortes;

– Foram 18.129 novos casos de coronavírus registrados, no total 19.688.663.

– Com mais 8.676 curados registrados nas últimas 24h, o número total de recuperados do coronavírus é 18.349.436. Outros 789.303 pacientes estão em acompanhamento.

25
jul

Registros

Postado às 17:52 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste domingo (25). Foram 163 novos casos contabilizados, totalizando 357.804. No sábado (24) eram 357.641. (O órgão destaca que casos notificados e confirmados nas últimas 24 horas são 52).

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.052 no total, sendo 02 mortes registrada nas últimas 24h: Natal (01) e São José do Campestre (01). No sábado (25), o número total de mortes era 7.048. Segundo a Sesap, foram registrados outros 02 óbitos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.488.

Casos suspeitos somam 164.523 e descartados são 679.502. O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento no início da tarde deste domingo (25).

Por volta das 12h25, haviam apenas 03 pacientes  com perfil para leitos críticos na lista de regulação. Outros 02 pacientes aguardavam avaliação. Foram registrados disponíveis 191 leitos críticos e outros 259, sendo clínicos.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 44%, registrada no início da tarde deste domingo (25). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 235. Até o momento desta publicação são 191 leitos críticos (UTI) disponíveis e 150 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 259 disponíveis e 85 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 47,4% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 33% e a Região Seridó tem 59,3%.

 

O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou neste sábado, 24, a 95.217.256, o equivalente a 44,97% da população total. Nas últimas 24 horas, 757.316 pessoas receberam a primeira aplicação da vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

Entre os mais de 95 milhões de vacinados, 37.389.678 milhões de brasileiros estão com a imunização completa contra o coronavírus, o que representa 17,66% da população total. Nas últimas 24 horas, 311.288 pessoas receberam uma dose de reforço e outras 34.036 receberam uma vacina de aplicação única. Somando todas as vacinas aplicadas, o Brasil administrou 1.102.640 doses neste sábado.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu por unanimidade, hoje, encerrar o processo que tratava da autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental, da vacina Covaxin. As informações são da Agência Brasil.

A decisão foi tomada após a Anvisa ser comunicada pelo laboratório indiano Bharat Biotech Limited International que a empresa brasileira Precisa não possui mais autorização para representá-la no país. A farmacêutica é a fabricante da vacina Covaxin.

A diretora Meiruze Freitas, relatora do processo, destacou no voto que “o rompimento da relação comercial entre as empresas, bem como a decadência de requisito fundamental para a Autorização de Uso Emergencial, implica em impedimento da manutenção e continuidade da avaliação do pedido. A negativa está ancorada ao princípio da eficiência, uma vez que seguir com uma avaliação técnica de uma petição já administrativamente corrompida implicaria em significativo desperdício de esforços e recursos da administração”.

Em nota, a agência informou que o processo “será encerrado, sem a avaliação de mérito do pedido de autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental, protocolado pela empresa Precisa Comercialização de Medicamentos Ltda no dia 29 de junho deste ano”.

Estudos clínicos

Também pelo fato da Precisa não representar mais a Bharat Biotech no Brasil, ontem (23), a Anvisa já havia suspendido, cautelarmente, os estudos clínicos da vacina Covaxin no país. Por determinação da Coordenação de Pesquisa Clínica (Copec) do órgão, os ofícios comunicando a suspensão cautelar foram enviados ao Instituto Albert Einstein e à então patrocinadora do estudo, a empresa Precisa Comercialização de

24
jul

Números da Covid

Postado às 19:12 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (24):

– O país registrou 1.108 óbitos nas últimas 24h, totalizando 549.448 mortes;

– Foram 38.091 novos casos de coronavírus registrados, no total 19.670.534.

A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 1.169 e a média móvel de novos casos é de 46.869.

O Anúncio da redução da faixa etária foi feito na manhã deste sábado (24). Pessoas com 31 anos ou mais, sem comorbidades, já podem receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Além do novo público, grupos prioritários já anunciados, podem se dirigir ao ginásio do Sesi neste sábado, até 16 horas, para a imunização. Cinco Unidades Básicas de Saúde também estarão funcionando em todo o fim de semana, das 8h às 16 horas para receber a população. “Hoje, estamos aí com uma nova faixa etária, 31 anos mais. Chamamos a todos, a população de Mossoró que venha fazer a sua primeira dose da esperança. Procure o ginásio do SESI ou uma das cinco UBS’s que estão abertas neste fim de semana”, anunciou a secretária de Saúde de Mossoró, Morgana Dantas.
24
jul

Registros

Postado às 16:37 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste sábado (24). Foram 1.973 novos casos contabilizados, totalizando 357.641. Na sexta-feira (23) eram 355.668. (O órgão destaca que casos notificados e confirmados nas últimas 24 horas são 23).

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.048 no total, sendo 02 mortes registrada nas últimas 24h: Luís Gomes (01) e Mossoró (01). Na sexta-feira (24), o número total de mortes era 7.044.

Segundo a Sesap, foram registrados outros 02 óbitos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.482. Casos suspeitos somam 164.632 e descartados são 678.899. Em acompanhamento são 197.661.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 46,2%, registrada no início da tarde deste sábado (24). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 242. É a menor taxa deste 18 de novembro de 2020, naquela ocasião, a ocupação registrada foi de 44,95%.

Até o momento desta publicação são 183 leitos críticos (UTI) disponíveis e 157 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 258 disponíveis e 85 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 48,1% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 39,8% e a Região Seridó tem 55,6%.

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento no início da tarde deste sábado (24).

Por volta das 13h05, haviam apenas 01 paciente com perfil para leitos críticos na lista de regulação. Outros 02 pacientes aguardavam avaliação. Foram registrados disponíveis 183 leitos críticos e outros 258, sendo clínicos.

23
jul

Números da Covid

Postado às 20:19 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta sexta-feira (23):

– O país registrou 1.324 óbitos nas últimas 24h, totalizando 548.340 mortes;

A média móvel dos últimos sete dias está em 1.135, a menor de 26 de fevereiro.

– Foram 108.732 novos casos de coronavírus registrados, no total 19.632.443.

Este é o segundo maior número de casos diários de covid-19 desde o início da pandemia: 108.732, segundo dados enviados pelas unidades da federação ao Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde). O recorde foi no dia 23 de junho, com 115.228 novos casos. Na data de hoje, 63 mil casos represados foram reportados pelo Rio Grande do Sul. Nenhum desses era óbito.

A média móvel de novas infecções interrompeu uma sequência de queda observada desde a última semana de junho e agora está em 46.333.

Mais da metade das cidades brasileiras não registraram novas mortes por Covid-19 na última semana, entre 19 e 22 de julho. As informações fazem parte da 18 ª edição do estudo feito pela Confederação Nacional de Municípios (CMN), que mostra o cenário da pandemia no país. A pesquisa foi divulgada nesta sexta-feira (23) e ouviu 5,5 mil prefeitos. De acordo com o levantamento, 53% dos municípios do Brasil não registraram mortes pelo novo coronavírus na última semana. Outras 16,8% das cidades do país tiveram redução no número de óbitos, enquanto 19% permaneceram estáveis. Já 10% tiveram aumento. O número de municípios sem óbitos no Brasil nunca foi tão alto, destaca a pesquisa da CNM. Pela primeira vez, mais da metade das cidades do país passam uma semana sem a detecção de novas mortes.
23
jul

Registros

Postado às 16:47 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta sexta-feira (23). Foram 319 novos casos contabilizados, totalizando 355.668. Na quinta-feira(22) eram 355.349.  (O órgão destaca que casos notificados e confirmados nas últimas 24 horas são 144).

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.044 no total, sendo 01 morte registrada nas últimas 24h, em Canguaretama. Na quinta-feira (22) o número total de mortes era 7.039.

Segundo a Sesap, foram registrados outros 04 óbitos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.482. Casos suspeitos somam 165.709 e descartados são 674.689.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 50,1%, registrada no fim da manhã desta sexta-feira (23). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 271. Até o momento desta publicação são 170 leitos críticos (UTI) disponíveis e 171 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 247 disponíveis e 95 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 53,8% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 42,2% e a Região Seridó tem 51,9%.

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento no fim da manhã desta sexta-feira (23). Por volta das 12h05, havia apenas 01 paciente com perfil para leitos críticos na lista de regulação. Apenas 01 aguardava avaliação. Foram registrados disponíveis 170 leitos críticos e outros 247, sendo clínicos.

Mossoroenses na faixa de 32 anos ou mais podem começar a se vacinar contra a Covid-19 nesta sexta-feira (23). Os mossoroenses com essa idade devem se dirigir até o ginásio do Sesi, no bairro Doze Anos, para se vacinar até as 16h de hoje. Neste sábado (24), o Sesi funcionará das 8h às 16h.

Alguns documentos são necessários para recebimento da primeira dose. Pessoas incluídas na faixa etária 32 anos ou mais devem apresentar originais e cópias de documento oficial com foto, comprovante de residência e cartão de vacina (se houver).

É importante que a pessoa esteja cadastrada no portal RN + Vacina para dar agilidade à vacinação. (https://maisvacina.saude.rn.gov.br/cidadao/). Caso, não tenha o cadastro, o mesmo será feito no local de vacinação.

A realização de eventos sociais, como shows e festas com até 150 pessoas a partir desta sexta-feira (23), de acordo com calendário de abertura de atividades do Governo do Estado. Apesar disso, a liberação está condicionada à situação da pandemia em cada cidade potiguar. De acordo com as regras estabelecidas pelo governo, os eventos só estão liberados em municípios com indicador composto na cor verde.

O último levantamento semanal publicado pela Secretaria Estadual de Saúde, no dia 20 de julho, apontou que mais da metade das cidades potiguares estão na cor verde. Essa é a primeira etapa do calendário de reabertura de eventos sociais publicado em decreto no mês de junho. (A ATUALIZAÇÃO PODE SER VISTA AQUI).

O decreto já havia permitido a realização de eventos técnicos e científicos e a reabertura de cinemas, teatros, entre outras casas culturais – esses eventos chegam nesta sexta (23) à 3ª fase de reabertura, com limitação de 60% da capacidade ou 450 pessoas.

Veja calendário de reabertura dos eventos sociais

Fase 1 – A partir de 23 julho de 2021, com ocupação máxima de 20% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 150 pessoas;

Fase 2 – A partir de 06 de agosto 2021, com ocupação máxima de 40% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 300 pessoas;

Fase 3 – A partir de 20 de agosto de 2021, com ocupação máxima de 60% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 450 pessoas;

Fase 4 – A partir de 03 de setembro de 2021, com ocupação máxima de 80% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 600 pessoas;

Fase 5 – A partir de 17 de setembro de 2021, permitida a ocupação de 100% da capacidade do local.

G1-RN

22
jul

Números da vacina

Postado às 21:15 Hs

Hoje, o Brasil atingiu a marca de 36,5 milhões de pessoas que completaram a vacinação contra a covid-19. Até o momento, 36.533.170 brasileiros receberam a segunda dose ou a dose única da Janssen, o que representa 17,25% da população nacional.

Com relação às vacinas que necessitam de duas doses, a primeira delas foi aplicada em 1.136.590 habitantes nas últimas 24 horas. Até aqui, o total de vacinados nesta etapa inicial é de 93.225.911, o equivalente a 44,03% da população do país. A segunda dose foi aplicada em 855.500 pessoas entre ontem e hoje. Nesse mesmo período, outras 58.039 receberam a dose única da Janssen.

RN: 1ª dose – 1.439.617 (40,73%); 2ª dose – 532.751 (15,07%; dose única – 0)

22
jul

Números da Covid

Postado às 20:09 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (22):

– O país registrou 1.412 óbitos nas últimas 24h, totalizando 547.016 mortes;

– Foram 49.757 novos casos de coronavírus registrados, no total 19.523.711.

O Ministério da Saúde estima que 18,2 milhões de brasileiros já se recuperaram da covid-19. A média móvel de mortes nos últimos sete dias está em 1.153, a menor registrada desde 26 de fevereiro. Já a média de novos casos é de 37.313, também em queda, no mais baixo patamar desde 6 de janeiro.

jul 27
terça-feira
06 19
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
82 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.874.915 VISITAS