23
jun

Doação

Postado às 2:18 Hs

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebe oficialmente na próxima segunda-feira, 18, o acervo jornalístico com todas as edições do Novo Jornal. A solenidade inicia às 11h, na Sala dos Colegiados Superiores, com a presença do proprietário do acervo, jornalista e professor Cassiano Arruda Câmara, e da reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz. Na ocasião, será apresentado o repositório do Laboratório de Imagens (LABIM) da UFRN, plataforma onde ficará o acervo on-line e onde ele poderá ser consultado, tanto pelos estudantes e pesquisadores, como pelo público em geral. O acervo físico, em suporte de papel, já está sob a guarda do Laboratório de Restauração e Conservação de Livros e Documentos Históricos (LABRE) do Departamento de História. O LABIM é coordenado pela professora Íris Dantas e o LABRE tem à frente a professora Maria da Conceição Guilherme Coelho. O professor Haroldo Loguercio Carvalho, que trabalha em conjunto com os dois laboratórios, identificou que o objetivo é constituir um centro de documentação que possa receber doações de alto valor social e cultural. Ele identifica que, neste sentido, a guarda do Diário de Natal mantém relação com a doação do Novo Jornal. “Neste sentido, ambos acervos estão conectados, embora o trabalho com o Diário de Natal seja bem mais complexo tecnicamente.
13
maio

REVISTA DEGUSTE

Postado às 13:56 Hs

REVISTA DEGUSTE AGORA É ENCARTADA NO NOVO JORNAL!

A Revista DEGUSTE agora está sendo encartada no NOVO Jornal . A parceria começou neste mês de maio 2015, com a nossa edição de número 118.

Assinantes do Novo Jornal recebem a revista como um bônus em sua edição normal, todo início de cada mês.A Revista DEGUSTE é especializada em um dos segmentos econômicos mais importantes da produção de renda potiguar: comércio, indústria e serviços da área de gastronomia.

É um espécie de guia não só para quem frequenta restaurantes ou faz uso de estabelecimentos do gênero, mas também muito lida por executivos, empreendedores da área de Alimentos e Bebidas, estudiosos sobre este mercado, fornecedores de produtos de culinária e mercado publicitário.

A nossa próxima edição, de número 119, está sendo preparada para circular no comecinho de junho. Quem gosta da Revista deve ficar de olho em sua assinatura do Novo Jornal. O site da DEGUSTE é – www.revistadeguste.com

18
out

Fique Sabendo…

Postado às 23:00 Hs

  • O deputado federal Fábio Faria (PSD) apresentou um requerimento que sugere ao Ministério dos Transportes a instalação de um posto da Polícia Rodoviária Federal na BR-405, no trecho que liga os municípios de Apodi e Pau dos Ferros, no Rio Grande do Norte. Segundo o deputado, o objetivo da solicitação é levar mais segurança ao trânsito da região, onde o número de acidentes é crescente, especialmente devido à falta de fiscalização, excessos de velocidade e motoristas alcoolizados.
  • Durante almoço em sua residência, com a participação dos líderes dos partidos da base aliada do Governo Dilma Rousseff, o deputado federal Henrique Alves registrou a presença da deputada federal Sandra Rosado, nova líder do PSB na Câmara.“São dois líderes partidários do RN: o do PMDB, com uma bancada de 80 parlamentares, e outro do PSB, com 35 deputados”, afirmou Henrique.Bastante emocionada, Sandra agradeceu o gesto do colega do PMDB e da bancada potiguar.“É a força do Rio Grande do Norte na Câmara”, enfatizou Henrique Alves.
  • A assessoria jurídica do mandato do deputado Fernando Mineiro deu entrada nesta terça-feira(18), junto ao Ministério Público Estadual, de denuncia contra o Governo do Estado pela prática de propaganda irregular e de improbidade administrativa.Segundo Mineiro, o Governo do Estado veiculou propaganda afirmando que havia contratado  600 policiais para o recém-criado 12º Batalhão de Policia de Mossoró.
    “Trata-se de informação inverídica. O que aconteceu de fato foi a transferência de 228 praças do efetivo da 2º BPM de Mossoró e nenhuma nova contratação”, disse o deputado do PT.
  • O deputado estadual Raimundo Fernandes (PMN) é o novo líder do partido na Assembléia Legislativa, com a ida de Raimundo Fernandes põe fim à disputa pelo comando da executiva estadual do partido. Pelo menos por enquanto.
  • Engraçado a ex-governadora Vilma de Faria diz que a prefeita Micarla de Sousa é incompetente,mais aceita seu apoio. Essa é boa.
  • Segundo o deputado estadual democrata Leonardo Nogueira, é quase certo a indicação do vice por parte do PMDB local,isso não se discute. Bom prá Alex Moacir,candidatíssimo em 2012.
  • Pela manhã, ao cumprir agenda na Secretaria Estadual de Educação, a governadora Rosalba Ciarlini enfrentou os protestos dos servidores da Fundação José Augusto que cobram a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários.
    Participaram ainda do protesto os servidores do Detran e Emater que fazem a mesma reivindicação. A governadora nada respondeu aos manifestantes
  • O apelido foi dado na coluna Roda Viva do Novo Jornal. O jornalista Cassiano Arruda Câmara informou que como no seu estatuto determina que os filiados detentores de mandatos poderão mudar para outra legenda sem problema, o PSD ganha característica de “partido ponte”.Um exemplo já aconteceu em Natal. O vereador Heráclito Noé deixou o PPS e assinou a ficha do PSD. Após 10 dias filiado ao PSD, resolveu mudar de legenda novamente e ingressou no PR. O convite partiu do novo presidente republicano na capital, o advogado Fábio Hollanda, que até a semana passada integrava o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e tem informações jurídicas eleitorais seguras.
15
set

Operação Pecado Capital continua…

Postado às 19:40 Hs

A Relação do advogado Rychardson de Macedo Bernardo com o deputado estadual Gilson Moura é mais estreita do que revelam as investigações do Ministério Público. Mesmo exonerado por suspeita de corrupção no governo Wilma de Faria, o homem apontado como o chefe da organização criminosa que  teria desviado recursos públicos do Ipem entre 2007 e 2010 voltou a trabalhar no gabinete do parlamentar como assessor jurídico até o fi nal do ano passado.
Entre os crimes pelos quais Rychardson e outros quatro exfuncionários do Ipem terão que responder à Justiça estão a contratação de funcionários fantasmas, concessão indiscriminada de diárias, fraudes em licitações, peculato, recebimento de propinas e criação de empresas para lavagem de dinheiro. A operação que terminou na prisão dos acusados foi batizada de ‘Pecado Capital’ pelo Ministério Público.

De acordo com a assessoria de imprensa da Assembleia Legislativa, Rychardson trabalhou no gabinete de Gilson Moura em duas oportunidades: em fevereiro e março de 2007, quando recebeu R$ 11.096,40 de salário bruto (R$ 8.648,42 líquidos); e depois que deixou o governo, entre 20 de julho a 11 de dezembro do ano passado. Durante esse período, o advogado recebeu de salário um total bruto de R$ 29.355,51 (incluído o 13º salário) e, em valores líquidos, R$ 23.320,36. Na verdade, de 2007 até o início de 2011, Rychardson deixou de ser pago com dinheiro público somente por quatro meses, já que foi demitido do Ipem no final de fevereiro.
O curioso é que, de acordo a informação da Assembleia Legislativa prestada à Declaração de Imposto de Renda na Fonte (Dirf), a autarquia pagou, em 2010, R$ 33,8 mil ao advogado. No mesmo ano, Rychardson recebeu R$ 24,1 mil do Ipem. Outro detalhe interessante é ver que na prestação de contas ao Tribunal Regional Eleitoral o mesmo advogado doou R$ 5.6 mil à campanha de reeleição do deputado estadual Gilson Moura e outros R$ 30,1 mil à campanha do apresentador de TV Paulo Wagner a deputado federal.

No mesmo pleito do ano passado,  o empresário Rhandson Bernardo, irmão de Rychardson, também fez uma doação de R$ 6,2 mil ao deputado Gilson Moura. Pelo terceiro dia consecutivo, o NOVO JORNAL tentou falar com Gilson Moura, mas ele não atendeu nenhum dos telefones que usa. Um assessor identificado como Thiago afirmou no final da manhã de ontem que o parlamentar participaria da sessão ordinária no plenário da Assembleia Legislativa, mas ele também  não apareceu nem deu notícias.
Pela manhã, o gabinete de Gilson Moura continua a pleno vapor. Várias pessoas procuravam ajuda e eram atendidas pelos funcionários que, constrangidos, só informavam que não sabiam quando o deputado voltaria a freqüentar a Assembleia Legislativa. A chefe de gabinete do parlamentar identificada como Thaís admitiu que Rychardson trabalhou no gabinete, mas pediu que a reportagem procurasse o próprio Gilson Moura se quisesse mais informações.

Fonte: Rafael Duarte/ Novo Jornal

jul 19
quinta-feira
02 41
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
27 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5726026 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram