O jornalista Rubens Lemos Filho foi absolvido à unanimidade pela Segunda Câmara do Tribunal de Justiça do RN da acusação de improbidade administrativa, referente ao período em que foi Secretário de Comunicação do Estado no Governo Wilma de Faria.

Também foram absolvidos os publicitários Alexandre Macedo (Base Propaganda), Pedro Rattis (Rattis e Rattis) e Alexandre Firmino (Dois A).

A acusação era de que Rubens Lemos teria feito subcontratação das agências de publicidade.

Na defesa de Rubinho, o advogado Erick Pereira sustentou que o jornalista efetuou consulta à Procuradoria do Estado quanto a contratação, bem como ao Tribunal de Contas do Estado, recebendo de ambos parecer favorável.

Heitor Gregório

Fundado em 1981 pelo empresário Edson Queiroz, um dos mais ricos do País, morto num acidente aéreo, com a intenção deliberada de bater a hegemonia do Diário de Pernambuco, na época o maior do Nordeste, o Diário do Nordeste, com sede em Fortaleza, está chegando ao fim. Será impresso pela última vez no próximo dia 28.

Seguindo tendência mundial, consequência dos ventos da Internet, vira um jornal digital. Nas redes sociais, aliás, o jornal já é um sucesso. Só o seu Instagram é seguido por mais de um milhão de leitores. Na última quinta-feira, o comando do DN oficializou o silêncio das suas máquinas de impressão que colocaram nas ruas o jornal por 39 anos.

A mudança do impresso para o digital provocou mais de 100 demissões na redação. O Ceará, Estado pujante do Nordeste, tendo sua capital passado Salvador e Recife no crescimento do seu PIB, fica agora com apenas um jornal mandando notícias pelo papel: O Povo.

O Ceará, entretanto, não é o primeiro nem será o único na vanguarda do impresso para o digital. A Paraíba não tem mais nenhum jornal em papel. Até o Correio da Paraíba, o maior do Estado, hoje é lido apenas nas plataformas digitais. Em Alagoas, a Gazeta, do Grupo Collor, sai em papel apenas uma vez por semana.

Veja abaixo a nota da Associação Cearense de Imprensa:

“O fim da edição impressa do jornal Diário do Nordeste, anunciado para o dia 28 de fevereiro próximo, representa grande perda para a imprensa cearense. Ao longo de 39 anos de existência, gerações de jornalistas, gráficos e outros profissionais construíram a história do veículo, dentre os quais nomes que integram a Associação Cearense de Imprensa. Para além do encerramento da edição impressa, as demissões de jornalistas e gráficos são a face mais preocupante desta data. No momento gravíssimo vivido pelo mundo, o desemprego é a pior situação a ser vivida por profissionais que dedicaram suas vidas ao jornal. Ficam aqui nossa solidariedade e apoio aos colegas demitidos.

Fortaleza, 18 de fevereiro de 2021
Diretoria da Associação Cearense de Imprensa

A assistente social e jornalista Janaína Holanda vai assumir a Secretaria de Desenvolvimento Social e Juventude.  O convite foi formalizado hoje pela manhã no Palácio da Resistência. Que já foi aceito – foi feito pelo prefeito mossoroense

Janaína é servidora efetiva da Prefeitura de Mossoró e da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa). Até pouco tempo, estava como pró-reitora de Assuntos Estudantis.

O professor Almir Mariano, também servidor da Ufersa, foi o primeiro nome anunciado para a pasta, mas houve dificuldade em sua cessão à Prefeitura.

Mudanças

O professor da Ufersa Almir Mariano foi anunciado como secretário da pasta, mas houve dificuldade burocrática para sua cessão à Prefeitura. Janaína assume uma das pastas com maior número de equipamentos (unidades) do Município. A secretaria também passará por mudanças na reforma administrativa. Vai receber o setor da habitação, que hoje está inserido na Secretaria de Infraestrutura.

Via Blog de Saulo Vale 

 

Poder360

A história dos grandes jornais diários brasileiros durante os 2 primeiros anos de mandato de Jair Bolsonaro (2019 e 2020) é de sobrevivência. Passados 24 meses, 10 dos principais veículos do país conseguiram juntos manter sua circulação, quando se somam os exemplares pagos impressos e digitais.

Em dezembro de 2018, a circulação total (impressa e digital) desses 10 jornais tradicionais era de 1.444.104 exemplares. Em dezembro de 2020, segundo o  IVC (Instituto Verificador de Comunicação), o número foi de 1.428.073. Uma queda ínfima de 1,1%, que pode ser entendida como estabilidade.

Para esta reportagem a respeito do setor de mídia, o Poder360 selecionou estes 10 veículos: Folha de S.Paulo, O Globo, O Estado de S.Paulo, Super Notícia (MG), Zero Hora (RS), Valor Econômico, Correio Braziliense (DF), Estado de Minas, A Tarde (BA) e O Povo (CE).

Cabe destacar que, quando analisados separadamente, esses 10 veículos contam histórias diferentes nos 2 primeiros anos do governo Bolsonaro. Folha, Globo, Valor e A Tarde tiveram desempenhos positivos em suas tiragens pagas. Os demais enfrentaram uma queda global de circulação.

Jornalistas Moisés Albuquerque e Vonúvio Praxedes entrevistam o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra

O tradicional programa de política no veraneio da TCM, o Conversa de Alpendre, estreia a sua temporada 2021 nesta sexta-feira (8), às 19h25 no Canal TCM 10 HD. Bastidores da política, entrevistas exclusivas com políticos de Mossoró e demais regiões do Rio Grande do Norte poderão ser acompanhados às sextas-feiras, às 19h25.

O primeiro convidado da temporada do Conversa de Alpendre é o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra. Neste ano serão quatro programas. A apresentação é dos jornalistas Carol Ribeiro, Moisés Albuquerque e Vonúvio Praxedes e o cenário é o Hotel VillaOeste.

Acompanhe a temporada 2021 do programa Conversa de Alpendre pelo Canal TCM 10 HD, pelos Apps TCM Play e TCM 10 HD e site www.tcmplay.tv.br.

O jornalista Regy Carte será o secretário de Comunicação Social da gestão do prefeito eleito e diplomado Allyson Bezerra.

A notícia foi dada em primeira mão pelo Blog Diário Político, assinado pelo jornalista Vonúvio Praxedes. Segundo a postagem, a confirmação foi feita ao blog por Allyson.

Ragy é um jornalista bem relacionado na cidade e com trânsito livre em todos os veículos de comunicação. Regy é jornalista com atuação nas redações dos jornais Gazeta do Oeste, O Mossoroense e De Fato. Ele é o atual diretor de comunicação da Câmara Municipal de Mossoró.

Regy Carte é filho do ex-vereador Regi Campelo, falecido em setembro de 2015.

A partir desta segunda-feira (21) e

Brasília, DF, Brasil: Estúdio Voz do Brasil. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

stá aberta consulta pública sobre a flexibilização ou suspensão da transmissão do programa de rádio A Voz do Brasil em dias de grandes acontecimentos municipais, estaduais e nacionais, como em datas comemorativas.

É a primeira vez desde a sua criação, em 1935, que o programa com notícias oficiais sobre os poderes da República, vai passar por uma consulta pública para ouvir a sociedade. A intenção é elaborar o calendário do programa para o ano de 2021. As contribuições poderão ser feitas até o dia 19 de janeiro de 2021, no site Participa + Brasil.

“Pode ser a cobertura de uma festa tradicional de um município que teria que ser interrompida para passar A Voz do Brasil, ou pode ser uma partida de um evento esportivo, ou algo do gênero. Evidentemente que os radiodifusores também têm interesse nisso”, explicou o secretário de Radiodifusão, Maximiliano Martinhão.

O apresentador e jornalista Fernando Vanucci morreu aos 69 anos, em Barueri, na Grande São Paulo, na tarde desta terça-feira (24). Vanucci deixa quatro filhos. Segundo Fernandinho Vanucci, filho do apresentador, em 2019, o jornalista colocou um marcapasso. Nesta manhã, ele estava em casa, passou mal e foi levado para o hospital.

De acordo com informações da Guarda Civil Municipal de Barueri e do filho do apresentador, Vanucci foi levado ao Pronto-Socorro central da cidade, onde morreu.

No ano passado, Vanucci sofreu um infarto e ficou internado no Hospital Oswaldo Cruz, onde passou por uma angioplastia coronária. Nascido em Uberaba, Vanucci começou a trabalhar em rádio ainda adolescente. Na década de 70, começou na TV Globo, em Minas Gerais, e depois foi transferido para a Globo do Rio de Janeiro. Na Globo, apresentou jornais como o Globo Esporte, RJTV, Esporte Espetacular, Gols do Fantástico, entre outros.

Desde 2014, ele atuava como editor de esportes na Rede Brasil de Televisão.

G1

30
set

Eleições 2020: Debate na BAND NATAL

Postado às 15:29 Hs

Todos os 14 candidatos que estão disputando a Prefeitura do Natal confirmaram presença no primeiro debate eleitoral que será realizado pela BAND Natal, nesta quinta-feira, dia 1º, dando oportunidade ao eleitorado de definir quais dos postulantes que têm as melhores propostas para dirigir a capital potiguar a partir de janeiro do próximo ano. O evento terá início a partir das 22h:30, sob a mediação de Anna Ruth Dantas, no hotel Holyday Inn.

Desde a redemocratização, a Band é pioneira na realização dos debates eleitorais, sempre sendo a primeira emissora a realizá-los. “Será uma das poucas oportunidades que o eleitor natalense terá de ouvir as propostas e o debate de ideias com todos os candidatos presentes. Costumo dizer que a Band é a casa da democracia”, comemora Carlo Bastos, diretor geral da Band Natal.

Com transmissão ao vivo, vão participar do debate o prefeito Álvaro Dias (PSDB), que até momento se apresenta como o favorito no pleito de 15 de novembro, Kelps Lima (Solidariedade), Jean Paul Prates (PT), Hermano Morais (PSB), Fernando Pinto (Novo), Afrânio Miranda (PODEMOS), Rosália Fernandes (PSTU), Nevinha Valentim (PSOL), Jaydir Oliver (DEMOCRACIA CRISTÃ), Carlos Alberto (PV), Sérgio Leocádio(PSL/PP), Coronel Hélio (PRTB/PTB), Fernando Freitas (PC do B) e Coronel Azevedo (PSC).

Via  Correio Braziliense

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, disse que o país e o mundo nunca precisaram tanto da imprensa profissional e de qualidade, capaz de separar, com profissionalismo, fato de opinião, como agora. Em um evento restrito a jornalistas nesta sexta-feira, dia 18, o magistrado pediu amplo apoio à imprensa no combate à desinformação, na checagem de fatos e no compromisso com a verdade no período eleitoral.

“Talvez, a pior consequência das campanhas de desinformação seja precisamente essa deterioração do debate público e a formação de enclaves de pessoas que só falam para si mesmas e, quando têm interlocução com as outras, é para agredir e desqualificar. Nós, que defendemos a democracia, contamos mais do que nunca com o trabalho da imprensa de qualidade”, afirmou.

FILTRO – Para o ministro, é preciso haver um filtro adequado para a grande quantidade de desinformação e de inverdades que circulam pelas redes sociais. “As redes sociais têm um lado positivo, mas vêm sendo palco para pessoas totalmente pervertidas difundirem mentiras deliberadas, campanhas de ódio e de difamação. Precisamos enfrentar isso. As instituições democráticas vêm sofrendo um ataque massivo de milícias digitais e de terroristas verbais que fazem muito mal a todos nós. Não só pelo possível impacto no resultado das eleições, mas pela deterioração do debate público de uma maneira geral”, disse.

Nas eleições municipais deste ano, as campanhas publicitárias da Justiça Eleitoral têm abordado a atuação dos mesários em tempos de pandemia, o combate à desinformação, a atração de mais jovens e mulheres para a política, os cuidados sanitários para os eleitores e para quem vai trabalhar na votação de novembro, o voto consciente e o e-Título.

A mudança no canal da TV Assembleia no Rio Grande do Norte para a frequência televisiva 10 será feita a partir deste sábado (29) no sinal aberto de televisão.

A conquista do novo canal da TV Assembleia foi comemorada pelo presidente da Assembleia, Legislativo Estadual. “Com a modificação estaremos próximos aos canais de maior audiência da TV aberta. Temos hoje um legislativo transparente, atuante e com programação ao vivo, garantindo a acesso do cidadão ao rito legislativo e ainda levando informação de qualidade para a população”, destaca o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Ezequiel Ferreira (PSDB).

A mudança só foi possível graças à atuação do ministro das Comunicações, o potiguar Fábio Faria, que garantiu a rápida alteração, possibilitando mais um legado de pioneirismo para a TV Assembleia do RN. “Os avanços em tecnologia permitem novas conquistas como a democratização da comunicação. E uma das nossas metas no Ministério das Comunicações é garantir o fortalecimento dos canais legislativos em todo o Brasil e principalmente, no Nordeste e em especial, no Rio Grande do Norte oportunizando a livre escolha da população com acesso mais próximo aos canais de maior audiência, garantindo que também a notícia de qualidade produzida na TV Assembleia chegue a todos, com isonomia”, destaca.

A TV Assembleia é pioneira no Brasil como integrante da Rede Legislativa. Uma das primeiras a ser inaugurada no País, ainda em 2003 e faz história até hoje também no Rio Grande do Norte. “Com o incentivo do ministro Fábio Faria, voltamos à posição de destaque no Brasil, exemplo quando o assunto é a linha editorial com prioridade para as coberturas de atividades legislativas, mas também diversificando a programação”, argumenta o diretor da TV Assembleia, Bruno Giovanni.

O crescimento da TV Assembleia nos últimos cinco anos também foi comentado pelo diretor. “Temos hoje o maior tempo de grade com programação local, exibição gratuita e em canal aberto. Estamos presentes em mais de 90% do território do Rio Grande do Norte. Conquistas possíveis graças a parcerias que construímos ao longo dos anos, agregando novos formatos, programas e apresentadores”, comemora Bruno Giovanni, anunciando novidades para disputar atenção dos telespectadores com os líderes do Ibope. “Estamos próximos dos 18 anos de canal legislativo e vamos deixar um legado importante na comunicação do Estado”, destaca.

Com a mudança, a sintonia será feita automaticamente pelo aparelho de televisão, sem que seja necessário qualquer procedimento. Caso não ocorra de maneira automática, o telespectador pode executá-la no controle remoto na função de “busca ou sintonia de canais” do aparelho; confirma no canal 10.3 e estará concluída a mudança na transmissão da TV Assembleia.

Entidades que representam o setor da comunicação social entregaram, hoje, um documento pedindo ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), apoio a medidas de combate à disseminação de informações falsas.

O documento é assinado por 27 instituições e destaca a necessidade de valorizar o jornalismo profissional, a publicidade nacional e as práticas responsáveis e transparentes no combate às chamadas fake news.

Entre as signatárias do documento estão a ANJ (Associação Nacional de Jornais), a Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão), a Aner (Associação Nacional de Editores de Revistas), a Fenajore (Federação Nacional das Empresas de Jornais e Revistas) e a Abratel (Associação Brasileira de Rádio e Televisão).

A coalizão das entidades destaca que as melhores soluções para combater a desinformação não estão em ideias de vigilância dos usuários das redes, mas sim nos modelos de contratação de serviços de internet. A vigilância, aponta a coalizão, fere os princípios das liberdades de expressão e de imprensa.

Para isso, a sugestão apontada é que a venda de espaços publicitários e de impulsionamentos para atingir usuários brasileiros devem ser contratadas no Brasil, de acordo com as leis do país. Assim os patrocinadores, inclusive de propagandas políticas e partidárias, poderiam ser identificados.

Jornal Nacional de ontem (4) exagerou na informação de que os óbitos de Covid-19 tinham aumentado no Rio Grande do Norte o que não corresponde com a verdade. Na realidade, são dados que estavam em investigação nos meses de abril, maio e junho e somente agora divulgados pelo Governo do RN que não tinha atualizado o sistema. E, desta forma, fez com que o JN fizesse um espanto na população no aumento da média, o que não é real. Mais 200 óbitos ainda estão em investigação. O Governo do Estado junta tudo e divulga.

22
jul

A voz do Brasil completa hoje 85 anos

Postado às 10:38 Hs

O programa de rádio A Voz do Brasil completa 85 anos nesta quarta-feira (22). Idade avançada para pessoas e para instituições no Brasil. Uma frase atribuída a Leonardo da Vinci, que morreu idoso para o seu tempo (aos 67 anos), sentencia que “a vida bem preenchida torna-se longa”.

Em oito décadas e meia, A Voz do Brasil preencheu a vida dos ouvintes com notícias sobre 23 presidentes, em mandatos longínquos ou breves. Cobriu 12 eleições presidenciais, e manteve-se no ar durante a vigência de cinco constituições (1934, 1937, 1946, 1967 e 1988).

O programa cobriu a deposição dos presidentes Getúlio Vargas (1945) e João Goulart (1964), o suicídio de Vargas (1954), a redemocratização do país em dois momentos (1946 e 1985), o impeachment e renúncia de Fernando Collor (1992) e o impeachment de Dilma Rousseff (2016).

CNN anuncia as contratações dos jornalistas Alexandre Garcia e Sidney Rezende.

Com visões políticas antagônicas, os jornalistas vão comandar ao vivo a partir do dia 27 de julho o quadro “CNN – Liberdade de Expressão”, diariamente, a partir das 7h, no “Novo Dia”. O quadro será exibido ainda no “Visão CNN”, a partir das 13h, além das plataformas digitais.

Garcia trabalhou por mais 30 anos da TV Globo como apresentador e comentarista de política. Hoje, é um dos principais influenciadores digitais do Brasil. Rezende trabalhou por mais de 20 anos na CBN, ancorou programas de notícias no grupo Globo e atualmente mantém intensa atividade no ambiente digital.

Os novos comentaristas responderão às perguntas do time de âncoras da CNN e poderão apresentar suas análises e opiniões sobre temas atuais dos noticiários.

O governo federal deverá anunciar planos para quatro grandes privatizações em período de “30, 60 a 90 dias”. A afirmação foi feita pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, ao programa especial “O Brasil Pós-Pandemia: a Retomada”. Questionado pelos âncoras William Waack e Rafael Colombo, ele disse que os nomes das estatais serão anunciados em breve. Guedes mencionou apenas que “há muito valor escondido debaixo das estatais”. “As subsidiárias da Caixa são um bom exemplo. Ali, há R$ 30 bilhões, R$ 40 bilhões ou R$ 50 bilhões em um IPO (oferta primária de ações) grande”, disse. Atualmente, a Caixa já tem pedido para oferta de ações da Caixa Seguridade – braço de seguros do banco – operação que poderia levantar cerca de R$ 15 bilhões, estima o mercado financeiro. Outra empresa que o ministro quer oferecer à iniciativa privada são os Correios. “Está na lista seguramente, só não vou falar quando (será a privatização). Eu gostaria de privatizar todas as estatais”.
05
jul

O RN perde Paulo Macedo

Postado às 17:46 Hs

O RN perde um dos ícones do jornalismo social e automotivo, o grande Paulo Macedo se foi aos 88 anos.

Tinha alta hospitalar programada para este domingo (05), mas terminou apresentando insuficiência cardíaca e levado para a UTI.  Paulo era uma referência no jornalismo potiguar e membro da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras.

Polêmico, Paulo tinha estórias memoráveis e era de um excelente papo. Imortal da Academia Norte-rio-grandense de Letras, Paulo também era o vice-presidente da instituição.

 

Em nota, a Academia Norte-rio-grandense de Letras lamentou o falecimento do jornalista e vice-presidente da instituição, Paulo Macedo. A Academia também comunicou que em breve informará à respeito das homenagens ao acadêmico.

NOTA OFICIAL

A Academia Norte-rio-grandense de Letras, com consternação dos seus membros, cumpre o doloroso dever de comunicar o falecimento do Acadêmico e Vice-Presidente da instituição, Jornalista Paulo Macedo, ocorrido hoje à tarde, no Hospital Memorial São Francisco, em Natal, vítima do COVID-19.

Oportunamente serão informadas as homenagens fúnebres.

Natal, 05 de julho de 2020

Leide Câmara, Primeira Secretária da ANRL

O ministro do Supremo Tribunal Federal e novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, ocupa o centro do Roda Viva, hoje. Com apresentação de Vera Magalhães, o programa vai ao ar às 22h, ao vivo, na TV Cultura, no site da emissora, Twitter, Facebook, YouTube e LinkedIn.

Formado em direito pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Barroso tem mestrado pela Universidade de Yale e doutorado pela UERJ, onde é professor titular. Também foi professor visitante na Escola de Direito de Harvard. Como advogado, atuou em causas polêmicas perante o STF, como a defesa das pesquisas com células-tronco embrionárias, que podem levar à cura de inúmeras doenças, e da equiparação das uniões homoafetivas às uniões estáveis tradicionais, além da proibição do nepotismo no poder judiciário.

Em 1985, assumiu o cargo de procurador do Estado do Rio de Janeiro, que exerceu até 2013, quando foi indicado pela ex-presidente Dilma Rousseff para ocupar uma vaga no STF. Ao assumir a presidência do Tribunal Superior Eleitoral, no mês passado, fez um discurso que teve enorme repercussão em defesa da educação como meio de melhorar a vida da população. “A falta de educação, disse o ministro, produz vidas menos iluminadas, trabalhadores menos produtivos e um número limitado de pessoas capazes de pensar um país melhor e maior. A educação, mais do que tudo, não pode ser capturada pela mediocridade, pela grosseria e por visões pré-iluministas do mundo”. Segundo o ministro, é preciso armar o povo com educação, cultura e ciência.

O Roda Viva conta com uma bancada de entrevistadores formada por Luísa Roig Martins, repórter do jornal Valor Econômico; Bruno Boghossian, colunista do jornal Folha de S. Paulo; Fernando Mello, sócio e diretor do JOTA Labs; Carolina Brígido, repórter do jornal O Globo e da revista Época; Claudio Dantas, diretor do site O Antagonista; e Katiuscia Ribeiro, filósofa, doutoranda em filosofia africana pela UFRJ e coordenadora geral do laboratório Geru Maã da UFRJ. Há ainda a participação remota do cartunista Paulo Caruso.

fev 28
domingo
21 31
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
112 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.859.900 VISITAS