Em greve, trabalhadores da educação da Rede Estadual promovem Ato Público nesta quarta pelo reajuste do Piso, em frente à sede da Governadoria.

Os professores da rede pública estadual anunciam um protesto na Governadoria nesta quarta-feira (11), a partir das 08h.

A categoria está no quinto dia de greve, exigindo que o Governo do Estado corrija o Piso Salarial de 2020, reajustando em 12,84%.

Na última audiência com o SINTE/RN, o Executivo Estadual apresentou a seguinte proposta para implantação de reajuste do Piso:

1 – Implantação do reajuste de 12,84% em três parcelas cumulativas, de 4,11%, para profissionais na ativa, nos meses de junho, setembro e dezembro de 2020;

2 – Implantação do reajuste para aposentados, em três parcelas, de 4,11%, nos meses de agosto, outubro e dezembro de 2020; e

3 – Pagamento do retroativo em 24 meses, a partir de janeiro de 2021, com garantia de antecipação das parcelas no momento do recebimento de recursos extras do Fundeb.

Já na sexta-feira, 13 de março, a categoria volta a se reunir para avaliar as atividades da semana e planejar novas ações. Essa reunião acontecerá na E. E. Winston Churchill, às 14h30.

PISO NACIONAL DO MAGISTÉRIO

Em 2020, o reajuste do Piso do Magistério é de 12,84% e Governo do RN deveria ter implantado a correção desde o mês de janeiro.

Discutir conjuntamente o indicativo de greve da categoria. Com esse objetivo, o SINTE/RN convoca os trabalhadores em Educação da Rede Estadual para participar de Assembleia no dia 28 de fevereiro (sexta-feira), às 8h30, na Escola Estadual Winston Churchill, Centro de Natal.

A atividade é convocada pelo Sindicato após os trabalhadores deliberarem não aceitar a proposta inicial do Governo de pagamento do Piso Salarial 2020. Apresentada em audiência no último dia 18, a proposta do Executivo para quitação do reajuste de 12,84% prevê um parcelamento em três vezes, sem mencionar retroativo. O pagamento se daria da seguinte forma:

4,28% em maio de 2020;
4,28% em janeiro de 2021; e
4,28% em abril de 2021.

Mesmo contrários à proposição inicial do Governo, os trabalhadores em Educação estão abertos a negociação e à espera de apresentação de nova proposta, o que deve ocorrer, segundo expectativa do Sindicato, até 28 de fevereiro – data da Assembleia. Todavia, caso o Governo não ouça os anseios da categoria, um movimento grevista poderá ser iniciado e sobre isso, existe um agendamento de Assembleia de deflagração de greve, em 04 de março.

Os trabalhadores em educação da Rede Estadual de ensino disseram não à proposta do Governo para pagar o Piso Salarial de 2020. A deliberação ocorreu em assembleia na tarde desta quarta-feira (19), no Winston Churchill, que apesar da chuva recebeu muitos profissionais do magistério. Apresentada ao SINTE/RN em audiência nessa terça (18), a proposta do Executivo para quitar a correção, que neste ano é no índice de 12,84%, prevê um parcelamento do pagamento do Piso em três vezes da seguinte forma: 4,28 % em maio de 2020, 4,28% em janeiro de 2021 e 4,28% em abril do ano que vem. O Governo não fala em retroativo. A proposta foi prontamente rechaçada. Uma nova assembleia foi agendada para 28 de fevereiro, já com indicativo de greve. Até lá se espera que o Estado apresente uma nova proposta. Do contrário, o movimento grevista poderá ser iniciado em 04 de março, momento em que a categoria vai se encontrar em nova assembleia.
Em reunião extraordinária realizada nesta terça-feira (23) a Comissão de Finanças e Fiscalização aprova o Projeto de Lei Complementar que reajusta os vencimentos básicos dos cargos públicos de provimento efetivo de professor e de especialista em Educação, que já havia sido aprovado na terça-feira (16) na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ). “A reunião contou com a presença de diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTE-RN) que vieram tirar as dúvidas sobre o parcelamento dos atrasados que foi discutido com a categoria. A proposta não era o ideal, mas foi a possível para o momento financeiro que o Estado atravessa e que, segundo o Governo, o que é possível para ser honrado o pagamento até o final do ano”, disse o deputado Francisco do PT relator da matéria.
05
fev

Calendário

Postado às 18:00 Hs

GOVERNO APRESENTA CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DE FEVEREIRO
O Fórum de Servidores e o governo do Estado chegaram a mais um entendimento para pagamento da folha do mês de janeiro. A negociação aconteceu durante a tarde desta terça-feira e contou com a participação do SINTE RN.

Veja o calendário acertado:

Dia 11 de fevereiro – 30% dos salários de todos os/as servidores/as que recebem acima de R$ 6 mil reais bruto

Dia 15 de fevereiro – 100% dos que recebem menos de 6 mil brutos;

Dia 28 de fevereiro – quitação da folha, inclusive os 70% restante dos que recebem mais de R$ 6 mil .

Com o Sindsaúde que encontra-se em greve, ficou pré-agendada uma nova rodada de negociação para a próxima quinta-feira, dia 07. Também ficou agendada uma nova reunião com o Fórum dos Servidores para apresentação e avaliação das expectativas de arrecadação e despesas para o mês de fevereiro.

Segundo o coordenador geral do SINTE RN, professor José Teixeira, as negociações tem avançado: “Foi mais um momento importante para os servidores públicos, conseguimos ampliar a margem de pagamento para seis mil reis”.

 

O SINTE RN participou na tarde desta terça-feira, 16, de uma audiência com o Secretário estadual de educação, professor Getúlio Marques, com a secretária adjunta Márcia Gurgel e a Chefe de Gabinete, professora Socorro Batista. Pelo sindicato esteve presente uma comitiva que foi liderada pelos coordenadores gerais da entidade, professores Rômulo Arnaud, José Teixeira e Fátima Cardoso. Na pauta da audiência diversos pontos foram debatidos, dentre eles, estão: 1) a implantação da correção salarial a partir da definição do novo piso nacional do magistério; o pagamento do 1/3 de férias para os profissionais da educação básica (funcionários, professores/as e especialistas em educação) ainda no mês de janeiro; 2) a atualização do calendário de pagamento dos aposentados/as; 3) a convocação de concursados, considerando as necessidades das unidades de ensino; 4) e a criação de uma comissão com as secretarias de Planejamento, Administração e a direção do SINTE RN, com o objetivo de promover estudos para a correção salarial dos/as funcionários/as. Desde 2010 que os funcionários da rede estadual de educação não tem correção salarial, provocando um duro achatamento de seus vencimentos.
O desembargador Glauber Rêgo, do Tribunal de Justiça do RN, homologou acordo entre o Estado do Rio Grande do Norte e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública do Rio Grande do Norte (Sinte/RN) para o fim da greve na rede estadual de Educação. O acordo foi construído durante audiência de conciliação presidida pelo magistrado no último dia 11 de abril. Em sua decisão, o desembargador Glauber Rêgo aponta que as partes manifestaram concordância com os termos da proposta por ele apresentada.
19
abr

Greve dos professores chega ao fim

Postado às 19:08 Hs

Em assembleia realizada agora há pouco, os professores da rede estadual decretaram fim da greve e resolveram manter “estado de luta permanente”, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTE/RN). O sindicato agora aguarda a homologação por parte do desembargador Glauber Rego, da proposta apresentada pelo Governo durante a audiência de conciliação às partes.

Amanhã (20), será realizada em Mossoró uma assembleia para ratificar a decisão estadual. As aulas devem retornar na próxima segunda-feira (23).

Proposta

De acordo com o que foi apresentado pelo Governo,será implantado o Piso Nacional de maneira integral, já no corrente mês de Abril. Os aposentados receberiam seis parcelas de abril  a setembro deste ano, e o retroativo de ativos e inativos seriam pagos em seis parcelas de outubro deste ano a março de 2019. A proposta do Governo segue a linha sugerida pelo Desembargador Glauber Rêgo em audiência de conciliação realizada no dia 11 de Abril.

Via Saulo Vale

O desembargador Gláuber Rêgo, do Tribunal de Justiça do RN, promoveu nessa quarta-feira, 11, em seu gabinete, uma audiência de conciliação envolvendo representantes do Estado do Rio Grande do Norte e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública do Rio Grande do Norte (Sinte/RN) que pode resultar em um acordo na próxima segunda-feira (16) para pôr fim a greve na rede estadual de Educação. Isto porque, das cinco propostas apresentadas pelo Governo do Estado, os representantes do Sindicato aceitaram a última delas, que prevê reajuste de 6,81%, sendo uma parcela única para os ativos, em abril; e para os inativos, seis parcelas, de abril a setembro, sendo a última de 1,81%.

O Governo acaba de confirmar para a direção do SINTE RN o pagamento de 1/3 (um terço) de férias do mês de janeiro conforme tem direito os trabalhadores e as trabalhadoras em Educação da rede estadual de ensino do Estado do Rio Grande do Norte.

O Estado também confirma que realizou os procedimentos necessários de análise de impacto financeiro para cumprir a Lei Federal e atender, no mês de fevereiro, a atualização do valor do Piso Salarial Nacional do Magistério.

O coordenador geral do SINTE RN, professor Rômulo Arnaud, comentou a informação: “O governo não faz mais do que a sua obrigação em cumprir  com o pagamento do 1/3 de férias e atualizar os valores do Piso Nacional, mas lamentamos muito que esse mesmo governo massacre nossos aposentados que estão há mais de dois meses com seus salários atrasados”.

Informações do SINTE/RN

O SINTE RN através da assessoria jurídica conseguiu uma vitória extraordinária nesta quarta-feira, 8, após ter dado entrada numa ação de embargo declaratório contra a medida anunciada pelo governo Robinson Faria (PSD) de aplicar a hora-relógio em detrimento a hora-atividade.

A Juíza DR.ª Francimar Dias Araújo, acatou o embargo declaratório impetrado pela assessoria jurídica do sindicato e suspendeu temporariamente todas as medidas que vinham sendo adotadas pelo governo do estado para aplicar a hora-relógio.

“Foi uma ação de extrema importância e vitoriosa da nossa assessoria jurídica, mas queremos externar para toda nossa categoria que a luta está apenas começando, está muito evidente que existe o interesse por parte do governo de implementar essa ação, mas nós vamos continuar barrando na justiça e na luta”, destaca o coordenador geral do SINTE RN, professor Rômulo Arnaud.

Arnaud ainda reforça a convocação para a categoria estar presente na assembleia do Sinte Regional Mossoró nesta quinta-feira, 9, na sede do sindicato, a partir das 8 horas.

Sinte-RN divulga tabela dos salários dos professores com o novo reajuste do piso

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN – Sintern, divulgou nesta segunda-feira (12), a tabela salarial dos educadores da rede estadual, com os valores do novo piso dos professores. Os novos valores vêm com um acréscimo de 13,01% de devem ser pagos na folha de janeiro/2015.

19
mar

Greve na Rede Estadual chega ao fim…

Postado às 17:49 Hs

Em assembleia realizada na manhã de hoje(19) a categoria deliberou pelo indicativo de suspensão de greve para a próxima sexta-feira. Com isso, a previsão é que as aulas sejam retomadas já na próxima segunda-feira, dia 24. A categoria comemorou o envio para a Assembleia Legislativa, do projeto que acaba com o prejuízo financeiro para os professores que avançam na formação acadêmica. No entanto, o não cumprimento da determinação judicial que obriga o governo a repor os salários descontados ilegalmente, motivou o adiamento do encerramento da greve, o que deverá depois de amanhã, com a recuperação da parcela salarial retida pelo governo.
abr 5
domingo
22 58
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
19 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5819671 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram