12
out

Registros

Postado às 16:46 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (12). Os casos confirmados somam 73.071.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.420 no total, sendo um(01) nas últimas 24 horas e dois após confirmação de exames laboratoriais de dias anteriores. Em investigação estão 370 mortes.

Casos suspeitos somam 42.019 e descartados 157.353. Recuperados são 42.040.

A taxa geral de ocupação de leitos para tratamento da covid no Rio Grande do Norte é de 39% nesta segunda-feira(12), de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Por região de saúde, a ocupação de leitos está em 34,3% na região Metropolitana, 58,5% no Oeste; 37,5% no Seridó.

No RN a Taxa de Transmissibilidade atualmente é de 0,97. No Estado, 68 municípios potiguares estão em zona de perigo, com Rt acima de 2. Outras 69 cidades estão classificadas como zona de risco, com Rt entre 1,03 e 2. Outros 26 municípios estão em zona segura, com taxa abaixo de 1.

A Taxa de Transmissibilidade, ou Taxa Rt para ser mais simples, é um dos indicadores utilizados para medir a evolução de uma doença endêmica. De forma simples, essa taxa indica quantas pessoas podem ser infectadas a partir de uma pessoa já doente.

Para exemplificar suponha o Rt = 2, isso significa dizer que, estatisticamente falando, uma pessoa doente contaminará duas saudáveis. O ideal então é que esta taxa se mantenha o mais próximo possível de zero. A partir do momento que ela se mantém constantemente abaixo do valor 1, significa dizer que a doença está em um estado “controlado”.

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste sábado (10).

Não houve registro de óbito provocado pela Covid-19 nas últimas 24h no RN. O total de infectados pelo coronavírus soma 72.625, foram registrados 175 novos casos.

Ainda em relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.416 no total, com 335 sob investigação.

Recuperados são ao todo 42.040. Casos suspeitos somam 41.068 e descartados 155.299.

27
set

Saiba mais…

Postado às 19:21 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (27):

– Registro de 335 óbitos nas últimas 24h, totalizando 141.741 mortes;

– Foram 14.318 novos casos de coronavírus registrados, no total 4.732.309 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 4.060.088, com o registro de mais 9.251 pacientes curados. Outros 530.480 pacientes estão em acompanhamento.

26
set

Saiba mais…

Postado às 19:59 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (26):

– Registro de 869 óbitos nas últimas 24h, totalizando 141.406 mortes;

– Foram 28.378 novos casos de coronavírus registrados, no total 4.717.991 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 4.050.837, com o registro de mais 9.888 pacientes curados. Outros 525.748 pacientes estão em acompanhamento.

A quantidade de pessoas curadas no Brasil já é sete vezes superior ao número de casos ativos (525.748), que são os pacientes em acompanhamento médico.  O registro de pessoas curadas já representa 85,8% do total de casos acumulados.

23
set

Registros

Postado às 17:25 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quarta-feira(23). Os casos confirmados somam 67.761.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.356 no total, sendo 01 ocorrido de fato nas últimas 24 horas. Em investigação estão 312 mortes. Casos suspeitos somam 33.128 e descartados 135.311.

“Essa sensação de que tudo já acabou não pode prevalecer. Temos um declínio de casos e óbitos, mas o vírus ainda está presente. De ontem para hoje tivemos um aumento de 302 casos confirmados para Covid-19 e de mais 671 casos suspeitos em todo o estado, em relação ao boletim anterior. Se ainda temos estes números elevados, significa que ainda existem sintomáticos procurando o sistema de saúde e que a pandemia ainda não acabou”, frisou o secretário estadual de saúde, Cipriano Maia, em mais uma coletiva de imprensa realizada na Escola de Governo, nesta quarta-feira (23).

Conforme dados no fim desta manhã, a taxa de ocupação de leitos críticos está em 38% no Estado. Pacientes internados entre críticos e clínicos, em hospitais públicos e privados são 222.

Por região de saúde, a ocupação de leitos está em 36% na região Metropolitana, 48% no Oeste, 87,5% no Alto Oeste, 31% na região do Seridó, Trairi/Potengi com 18% e Mato Grande e Agreste sem pacientes internados em leitos de UTI.

As infecções por coronavírus da Índia aumentaram para 4,2 milhões na segunda-feira, ultrapassando o Brasil e se tornando o segundo país com maior número de casos.

Com 4.204.613 infecções, a Índia está quase 70.000 casos à frente do Brasil, que chegou a 4.137.606 infecções no domingo (7), de acordo com números do consórcio de imprensa do qual a Folha faz parte.

A Índia, com um registro diário de 90.802 casos na segunda-feira (7), também tem o posto de crescimento mais rápido no número de infectados. Os Estados Unidos, com mais de 6 milhões de casos, continuam sendo o país mais afetado.

As mortes na Índia têm sido relativamente baixas até agora, mas o país registrou mais de 1.000 mortes em cada um dos últimos cinco dias. O ministério da saúde da Índia disse que 1.016 pessoas morreram de COVID-19 nesta segunda, elevando a mortalidade total para 71.642.

FOLHAPRES

06
set

Saiba Mais…

Postado às 15:51 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste domingo (6). Os casos confirmados somam 63.801.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.286 no total, 1 registro de óbito a mais em relação aos dados divulgados no sábado. No entanto, ao divulgar os números Sesap não informou se este óbito ocorreu de fato nas últimas 24h ou se seria oriundo dos que estão sob investigação.

A ocupação de leitos críticos na tarde deste domingo (6) é de 47,3%, com 130 leitos disponíveis.

08
ago

Saiba mais…

Postado às 19:59 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (8):

– Registro de 905 óbitos nas últimas 24h, totalizando 100.477 mortes;

– Foram 49.970 novos casos de coronavírus registrados, no total 3.012.412 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 2.094.293, com o registro de mais 25.899 pacientes curados. Outros 817.642 pacientes estão em acompanhamento.

Nota  O ministro da Saúde interino, Eduardo Pazuello, emitiu nota na tarde deste sábado (8), em que lamenta as mortes provocadas pela Covid-19 no Brasil.

No dia em que o número de vítimas fatais chegou a 100 mil pessoas, Pazuello disse que “lamenta profundamente por cada vida perdida na pandemia”.

Segundo ele “não se trata de números, planilhas ou estatísticas, mas de vidas perdidas que afetam famílias, amigos e atingem o entorno do convívio social”.

Na nota, o ministro interino também afirma que “o Ministério da Saúde permanece trabalhando 24 horas por dia em parceria com estados e municípios para garantir que não faltem recursos, leitos, medicamentos e apoio às equipes de saúde”, garante.

Pazuello também orienta as pessoas para que, “a qualquer sinal ou sintoma da doença, procurem imediatamente a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua casa. A ida ao médico, o diagnóstico precoce e o início imediato do tratamento, com a prescrição do medicamento mais adequado a cada caso, é o que pode sim fazer a diferença”, concluiu.

CNN Brasil

04
ago

Saiba mais…

Postado às 19:58 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta terça-feira (4):

– Registro de 1.154 óbitos nas últimas 24h, totalizando 95.819 mortes;

– Foram 51.603 novos casos de coronavírus registrados, no total 2.801.921 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 1.970.767, são mais 58.448 pacientes curados em relação ao boletim de ontem. Outros 735.335 pacientes estão em acompanhamento.

As terças-feiras costumam ser dias com números altos de diagnósticos e óbitos por coronavírus: uma parte dos casos confirmados no final de semana só é registrada na segunda e entra na tabela do dia seguinte.

15
jul

Saiba mais…

Postado às 20:02 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quarta-feira (15):

– Registro de 1.233 óbitos nas últimas 24h, totalizando 75.366 mortes;

– Foram 39.924 novos casos de coronavírus registrados, no total 1.966.748 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 1.255.564, são mais 46.356 pacientes curados em relação ao boletim de ontem. Outros 635.818 pacientes estão em acompanhamento.

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Em entrevista ao Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi, o prefeito de Natal, Álvaro Dias, afirmou que a Prefeitura começou a desativar leitos para pacientes de coronavírus nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPA). O chefe do executivo municipal  diz que o motivo é a diminuição dos casos da Covid-19 na capital potiguar. Apesar disso, o Hospital de Campanha será mantido para atender os casos que surgirem.

“Estamos desativando leitos de coronavírus nas UPAs, no Hospital Municipal. No Hospital de Campanha, hoje, de 100 leitos, devemos ter 50 ocupados e 50 disponíveis para ofertar a quem precisar. E UTIs, de 20, devemos ter 12 ocupadas e o restante disponível. Estamos virando o jogo contra o coronavírus”, afirmou.

Ainda na entrevista, o prefeito ainda defendeu que a redução dos casos de Covid-19 estaria relacionada ao uso de medicamentos como ivermectina, incluídos no protocolo do município. Questionado sobre o uso de medicamentos sem a devida comprovação, ele argumentou que já houve teste in vitro, que são parte do teste.
“Existem estudos in vitro, mas se funciona in vitro deve funcionar em vivos também. E ai os dados estatísticos comprovam isso. Essa diminuição de casos, esse esvaziamento dos leitos na cidade de Natal, por coronavírus é o quê? É o uso da ivermectina, é o tratamento precoce que estamos fazendo adotando hidroxicloroquina, azitromicina, utilizando corticoide, os medicamentos do protocolo aprovado pelo Conselho Regional de Medicina”, defendeu.

Com acréscimo do G1-RN

Neste domingo (12), o Ministério da Saúde registrou mais 22.331 pessoas recuperadas da Covid-19.

Com esta quantidade de recuperados, o Brasil totalizou 1.123.204 pacientes curados do coronavírus.

O número de pessoas curadas é superior à quantidade de casos ativos (669.337), que são pacientes que estão em acompanhamento médico. A quantidade de pessoas curadas já 60,2% do total de casos acumulados.

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (12):

– Registro de 631 óbitos nas últimas 24h, totalizando 72.100 mortes;

– Foram 24.831 novos casos de coronavírus registrados, no total 1.864.681 pessoas já foram infectadas.

 

 

11
jul

Boa Notícia

Postado às 13:14 Hs

Dados do Ministério da Saúde revelam que a letalidade do coronavírus diminuiu em 30 dias no Brasil, e o total de pessoas curadas disparou. De acordo com a média móvel de trinta dias, entre 9 de junho e 9 de julho, os casos diários aumentaram 39%, enquanto a média móvel dos óbitos no mesmo período aumentou apenas 0,5%. Isso é resultado do aumento da testagem e também mostra que o país atingiu o “platô”. Agora a expectativa é de queda no número que realmente importa: o de mortes.

Entre junho e julho, a média de casos diários confirmados no Brasil foi de 26,5 mil para 36,8 mil e os óbitos passaram de 1.032 para 1.038.

O total de casos confirmados no Brasil passou de 1,8 milhão, mas 1,2 milhão já estão curados e 98% dos ainda enfermos não correm riscos.

No período, a média de casos diários no mundo foi de 122,7 mil a 200,7 mil, alta de 63,5%. Os óbitos foram de 4,4 mil para 4,7 mil, alta de 7,1%

07
jul

Registros

Postado às 19:28 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta terça-feira (7):

– Registro de 1.254 óbitos nas últimas 24h, totalizando 66.741 mortes;

– Foram 45.305 novos casos de coronavírus registrados, no total 1.668.589 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 976.977, são mais 49.685 pacientes curados em relação ao boletim de ontem. Outros 624.871 pacientes estão em acompanhamento.

São Paulo é o estado com o maior número de casos (332,7 mil) e de mortes (16,4 mil) em decorrência da Covid-19. Na sequência, aparecem o Ceará (124,9 mil), o Rio de Janeiro (124 mil), o Pará (116,1 mil) e o Maranhão (92 mil).

Depressão é transtorno traiçoeiro que transforma a vida num fardo difícil de suportar. Mesmo antes do coronavírus, já era considerada “o mal do século”. Segundo a Organização Mundial da Saúde, a partir desta década, será a principal causa de absenteísmo, isto é, faltas no trabalho. Já o é, entre os que trabalham no mercado financeiro de São Paulo. Parece paradoxal, porque a partir da Segunda Guerra centenas de milhões de pessoas tiveram acesso a alimentos de qualidade, serviços de saúde e níveis de conforto com os quais nossos antepassados não ousavam sonhar. Embora a pobreza possa aumentar a prevalência de pessoas deprimidas nas sociedades, por que razões tantos que desfrutam de melhores condições financeiras desenvolvem um transtorno que lhes subtrai o prazer de viver?

A pandemia do novo coronavírus mudou negativamente a dinâmica econômica do Rio Grande do Norte. Desde março, quando o primeiro decreto de isolamento social foi editado pelo Governo do Estado até a primeira quinzena de junho.

O volume de novas empresas abertas perante a Junta Comercial do Estado (Jucern) caiu 48,4% ante o mesmo período do ano passado. Finalizado o prazo de quarentena no território potiguar, a estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio RN) é de que entre 10 e 12 mil empresas não retomem suas atividades, mantendo as operações encerradas em definitivo.

O Rio Grande do Norte é um dos três Estados do Nordeste, ao lado de Alagoas e Piauí, que ainda não retomou as atividades econômicas até hoje.

Apesar da redução de quase metade nas solicitações de abertura, o número de solicitações de baixas em 2020 ainda é inferior ao de 2019. De acordo com a Jucern, enquanto em 2019 foram 1.235 solicitações de baixa de empresas entre a segunda quinzena de março e a primeira quinzena de junho, em 2020, o total foi de 956 solicitações. O setor mais atingido até o momento foi o do Comércio, que concentrou 47% (450) solicitações este ano. O setor de Serviços vem em seguida, com 39,1% (374). Por último, está a Indústria, com 13,8% (132) das baixas em 2020.

No que diz respeito às aberturas, foi o setor de Serviços que concentrou a maior parte das novas solicitações durante a pandemia, com 46,1% (499) do total. No Comércio, as aberturas representam 37,8% (409) dos novos negócios abertos. A Indústria vem por último, com 16% (174) do total.

13
jun

Saiba Mais…

Postado às 20:33 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta sábado (13):

– Registro de 892 óbitos nas últimas 24h, totalizando 42.720 mortes;

– Foram 21.704 novos casos de coronavírus registrados, no total 850.514 infectados.

– O número de recuperados nas últimas 24h é de 14.182, totalizando 379.245 curados da doença. Outros 428.549 pacientes estão em acompanhamento.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) tem trabalhado diariamente, em ações conjuntas com o Governo do Estado, no desenvolvimento de ações para combater o coronavírus em todo o Rio Grande do Norte. Para coibir as práticas contrárias às medidas de isolamento social, o Governo conta com a ajuda da população.

O Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) registrou, entre o dia 18 de março e 31 de maio, cerca de 5.798 denúncias de descumprimento do decreto em todo o Estado. O mês de maio apresentou a maior quantidade de ligações atendidas pelo Ciosp, foram 2.744 chamadas, 600 ocorrências a mais do que no mês anterior, abril, quando registraram 2.144 atendimentos.

Em portaria publicada no Diário Oficial do Estado, a Secretaria de Saúde Pública do RN (Sesap) e a Sesed definiram multas que podem chegar ao valor de R$ 50 mil para quem descumprir as medidas já estabelecidas em decretos por parte do Governo do RN.

“Tem sido crescente a quantidade de solicitações para ocorrências relacionadas ao coronavírus. Todos os agentes de Segurança Pública estão trabalhando para que a população cumpra os decretos vigentes”, destacou o secretário da Segurança do RN, coronel Francisco Araújo.

Todos os decretos do Governo do Estado são baseados nas orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. Quem quiser denunciar o descumprimento dessas medidas, basta ligar para o 190. Após a verificação das chamadas, as ocorrências são atendidas pelo efetivo da Polícia Militar. Alguns casos, quando há insistência no descumprimento do decreto, as pessoas precisam ser encaminhadas à delegacia de Polícia Civil mais próxima.

out 20
terça-feira
10 47
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
85 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.837.651 VISITAS