07
abr

Registros

Postado às 12:52 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quarta-feira (07). Foram mais 958 casos confirmados, totalizando 201.737. Até terça-feira (06) eram 200.779 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 4.786 no total, sendo 23 mortes registradas nas últimas 24h: Natal (06); Mossoró(05); Macaíba(02); Nísia Floresta(01); Pureza(02);  Santa Cruz(01); Caraúbas(01); Angicos(01); Itaú(01); Assu(01); e Areia Branca(01).

A Sesap ainda registrou outros 53 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 934. Na terça-feira(06) o número total de mortes era 4.710 mortes. Casos suspeitos somam 50.289 e descartados 419.339. Recuperados são 142.776.

O Rio Grande do Norte registra no fim da manhã desta quarta-feira(07) 43 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 12h10, o estado tinha 16 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 95,7%, registrada no fim da manhã desta quarta-feira (07). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 672. Até o momento desta publicação são 16 leitos críticos (UTI) disponíveis e 355 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 105 disponíveis e 317 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 93,7% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 99,1% e a Região Seridó tem 97,5%.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN) produziu mais um boletim com a avaliação dos impactos da pandemia do coronavírus nas finanças do Rio Grande do Norte. O Boletim Extraordinário 01/2021, elaborado por Auditores de Controle Externo da Diretoria de Administração Direta – DAD, traz os dados consolidados sobre as transferências federais feitas para o Estado em 2020, com o intuito de enfrentar os efeitos da Covid-19, assim como os dados das despesas realizadas pelo Governo do Estado na área da saúde pública. Segundo os dados publicados, o Estado recebeu do Governo Federal R$ 1,1 bilhão em transferências extraordinárias em 2020, destinados às ações de saúde, assistência social e compensação financeira em razão da queda na arrecadação. Além disso, o boletim apresenta o panorama das despesas realizadas pelo Governo do Estado relativas a estas áreas. Do total de recursos disponibilizados ao Estado, a maior parte é de livre alocação, ou seja, podem ser usados livremente pelo Governo. Foram R$ 750,9 milhões. Esse valor é incorporado à Fonte 100, que congrega os recursos ordinários do Estado, incluindo a arrecadação própria, e foi transferido por força da Lei Complementar 173/2020, que estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, bem assim, pela Medida Provisória nº. 938/2020, que dispôs sobre o apoio financeiro para compensar a queda no repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE).

Quase 40% das pessoas infectadas pelo coronavírus no Rio Grande do Norte não souberam que estavam com o vírus ou não tiveram a infecção confirmada por exame. Foi o que apontou o comitê científico estadual nesta sexta-feira (12) durante apresentação do resultado do inquérito sorológico realizado em oito municípios do estado que sediam as unidades regionais de saúde.

O inquérito, realizado em janeiro deste ano, estima que 230 mil pessoas no estado foram infectadas pelo coronavírus durante a pandemia, cerca de 6,5% da população total. Apesar disso, o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) do dia 30 de janeiro apontava que o estado tinha 140.032 infectados, cerca de 90 mil a menos (39,13% do total) do que a estimativa do estudo.

11
mar

Registros

Postado às 13:39 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quinta-feira(11). Foram mais 1.455 casos confirmados, totalizando 178.582. Até quarta-feira(10) eram 177.127 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.829 no total, sendo 13 (treze) mortes registradas nas últimas 24h, em Natal (5), São Gonçalo do Amarante(1), Ceará-Mirim(1), Arez(1), João Câmara(1), Campo Redondo(1), Mossoró(1), Alto do Rodrigues(1) e Olho D´água dos Borges(1),

A Sesap ainda registrou 10 óbitos ocorridos em dias ou semana anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até quarta-feira(10), eram contabilizados 3.806 mortos. Óbitos em investigação são 832.

Casos suspeitos somam 51.699 e descartados 378.735. Recuperados são 127.103. A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 96,1%, registrada no fim da manhã desta quinta-feira (11). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 591.

Até o momento desta publicação são 12 leitos críticos (UTI) disponíveis e 298 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 39 disponíveis e 293 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 96,2% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 98,9% e a Região Seridó tem 88,9%.

09
mar

§ § Espaço web § Reflexão do dia

Postado às 23:55 Hs

Via Portal da Gestão Lúdika.

Shoppings, cinema, teatro, festas, eventos e outras diversões estão fechando ou fechados por um período, onde não sabemos quanto tempo vai demorar.

Temos, que adaptar e buscar forças para não transformar o medo num caos devastador, a loucura desenfreada que vem acontecendo nos mercados e não respeitar o isolamento informado.

Cadê a empatia social? O não preocupar com outro, ou seja, virando uma selva sem precedente! Por favor compartilhe amor e não o medo!

Muitos dizem, nunca tinha visto acontecer na minha vida! Engano nosso amigo, conversem com seus pais e avós, como foi conviver com a Gripe Espanhola no período de janeiro de 1918 à 1920. Sabe qual foi a solução uniram-se, e isolaram, onde sabiam que iria passar.

Aqueles, que mantiveram sua fé, eliminaram o medo! O maior maior medo encontra-se em nós, agregue na sua vida, mantenha seu corpo bem, alimente-se, proteja quem ama, acredite vai passar e ajude quem precisa.

Neste período procurar manter a sua mente sã, convido a conhecer o artigo lúdico, onde a solução para o momento é o amor. Lembre-se desistir jamais!

Seus pais e avós já contaram para vocês?

Avante ! Fé sempre…

26
jan

Registros

Postado às 12:23 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (26). Foram mais 600 casos confirmados, totalizando 136.741. Na segunda-feira (25) eram 136.141 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.256 no total. Foram 05 (cinco) mortes ocorridas nas últimas 24 horas, (02 em Caicó, 01 em Jardim do Seridó, 01 em Santana do Matos e 01 em Natal).

A Sesap também registrou 11 (onze) óbitos ocorridos em dias ou semanas anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até segunda-feira (25), eram contabilizados 3.240 mortos. Óbitos em investigação são 564. Casos suspeitos somam 76,535 e descartados são 315.388. Recuperados são 95.604.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 62,4%, registrada no fim da manhã desta terça-feira (26). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 308. Até o momento desta publicação são 92 leitos críticos (UTI) disponíveis e 153 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 149 disponíveis e 155 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região Oeste apresenta 67,5% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 65,7% e a Região metropolitana de Natal 58,5%.

18
jan

Registros

Postado às 12:03 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (18). Foram mais 228 casos confirmados, totalizando 130.578. No domingo (17) eram 130.350 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.179 no total. Foram 02 (duas) mortes ocorridas nas últimas 24 horas, (Mossoró e Patu). Até domingo (17), eram contabilizados 3.177 mortos. Óbitos em investigação são 530. Casos suspeitos somam 70.046 e descartados são 297.548. Recuperados são 91.645.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 64,3%, registrada no fim da manhã desta segunda-feira (18). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 280. Até o momento desta publicação são 86 leitos críticos (UTI) disponíveis e 155 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 158 disponíveis e 125 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região Seridó apresenta 79,4% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 66,3% e a Região metropolitana de Natal 59,1%.

A brasileira Mariângela Simão, diretora para acesso a medicamentos da Organização Mundial da Saúde (OMS), disse nesta sexta-feira (15), durante uma reunião da entidade, que o que está acontecendo em Manaus deve servir de alerta para outros lugares do mundo. Ela alertou que a crise na capital do Amazonas, que vem sofrendo com falta de oxigênio nos hospitais, mostra que a pandemia ainda não terminou. “Manaus passa por uma situação muito difícil. Devido a um falso sentimento de segurança, eles baixaram a guarda”, afirmou a brasileira, diretora da OMS, completando: “É importante que aprendamos com a terrível situação que Manaus vive. Podemos evitar danos adicionais se continuarmos transmitindo a mensagem: não baixem a guarda, a luta ainda não acabou”.

Por Bruno Ribeiro / Estadão

Sem falar a palavra “impeachment”, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), cobrou nesta sexta-feira, 15, uma “reação” do Congresso e da sociedade à falta de ação do governo Jair Bolsonaro, a quem chamou de “facínora”, no enfrentamento da pandemia do coronavírus. As falas foram ao comentar a situação de falta de tubos de oxigênio para pacientes do Amazonas.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), que almoçou com Doria no Palácio dos Bandeirantes e deixa o cargo no mês que vem, disse que o afastamento do presidente “de forma inevitável, será debatido (pelo Congresso) no futuro”.

MUDANÇA DE TOM – As declarações representaram uma mudança de tom em relação à oposição que Doria vinha fazendo desde 2019 ao presidente. Pela primeira vez, ele defendeu uma ação para retirar presidente do cargo. “Se não fizermos isso, em dois anos o Brasil estará destruído pela incompetência.”

Em uma entrevista coletiva realizada nesta tarde, que também teve a participação do candidato de Maia à Presidência da Câmara, Baleia Rossi (MDB), Doria chegou a convocar a população para fazer panelaços contra o presidente.

“Está na hora de todo o Brasil reagir”, ao convocar a população para a reação: “Será que o Brasil que já se mobilizou nas ruas pela mudança, pelas Diretas Já, por movimentos cívicos importantes, de ordem popular, vai ficar quieto e não vai reagir?”

REAÇÃO DE TODOS – Ao ser questionado se a “reação” significaria aceitar um processo de impedimento contra o presidente, Doria respondeu que a reação deveria ser de todos. “Reaja, Brasil, reaja o Congresso Nacional. Cumpra seu papel, sim, a Câmara e o Senado. Aquele que lhe cabe. E cada parlamentar sabe seu papel, a força que lhe cabe e a sua representatividade. Reajam governadores, prefeitos, dirigentes sindicais e formadores de opinião”, disse, acrescentando:

“Ampliem a reação da imprensa, um dos poucos segmentos do País que tem se mantido na firmeza de contrapor-se a um facínora que comanda o País. Reajam os que podem reagir.”

Doria foi perguntado por jornalistas se estava convocando a população para ir às ruas contra o presidente – há convocações para uma manifestação para este domingo, 17, na Avenida Paulista, circulando em grupos de WhatsApp. Ele afirmou que não, por causa da pandemia.

AMOR PELA VIDA – “Por mais amor que eu tenha pelo meu País, tenho amor pela vida. Essa aliás é uma das razões para o presidente Bolsonaro entender a pandemia. Sem povo na rua, quem protesta contra Bolsonaro? Mas há outra maneiras de fazer isso”, disse Doria, dizendo que as pessoas podem fazer “panelaços” contra o governo.

Rodrigo Maia, questionado sobre o processo de impeachment, disse que o momento agora é de o Congresso voltar a trabalhar (o Legislativo está em recesso). Ele disse ter enviado ofício ao presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM) pedindo ao menos o retorno da comissão representativa que trabalha durante a pandemia, para que se discutam a vacinação e convocar o ministro da Saúde, Eduardo Pazzuello, para explicações. Maia, entretanto, afirmou que o afastamento do presidente do cargo, “de forma inevitável, será debatido no futuro”.

SEGUNDO A CONSTITUIÇÃO -Baleia Rossi, entretanto, foi mais comedido. Afirmou que a avaliação de pedidos de impeachment é atribuição da Câmara dos Deputados e que os pedidos já existentes e que venham a ser apresentados serão apreciados “de acordo com a Constituição”.

As falas foram feitas em uma entrevista coletiva em apoio à candidatura do deputado federal Baleia Rossi (MDB) para a Presidência da Câmara, realizada após um almoço que contou com a participação de 20 deputados, de partidos como PSDB, MDB, DEM, Cidadania, PV, Podemos, Novo e PSL. Rossi tem apoio declarado de 11 partidos do Legislativo, mas está atrás do adversário Arthur Lira (Progressistas) na disputa, segundo o Placar Estadão publicado nesta sexta.

11
jan

Registros

Postado às 12:15 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (11). Foram mais 275 casos confirmados, totalizando 124.523. No domingo (10) eram 124.278 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.098 no total. Foram 07 (sete) mortes ocorridas nas últimas 24 horas, (02 em Caicó, 02 em Mossoró, 01 em Natal, 01 em Patu e 01 em Severiano Melo). Óbitos em investigação são 501.

A Sesap também registrou 01 (um) óbito ocorrido em dias ou semanas anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até domingo (10), eram contabilizados 3.090 mortos. Casos suspeitos somam 63.474 e descartados são 285.423. Recuperados são 88.210.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 67,8%, registrada no fim da tarde desta segunda-feira (11). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 294. Até o momento desta publicação são 77 leitos críticos (UTI) disponíveis e 162 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 147 disponíveis e 132 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região Metropolitana de Natal apresenta 64% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 65,7% e a Região Oeste 74,7%.

08
jan

Registros

Postado às 12:35 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta sexta-feira (08). Foram mais 1.152 casos confirmados, totalizando 122.591. Na quinta-feira (07) eram 121.439 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.078 no total. Nenhuma morte nas últimas 24 horas. Óbitos em investigação são 498.

A Sesap também registrou 11 (onze) óbitos ocorridos em dias ou semanas anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até quinta-feira (07), eram contabilizados 3.067 mortos.

Casos suspeitos somam 63.049 e descartados são 282.423. Recuperados são 68.394. A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 68,6%, registrada no fim da manhã desta sexta-feira (08). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 309.

Até o momento desta publicação são 74 leitos críticos (UTI) disponíveis e 162 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 130 disponíveis e 147 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região Metropolitana de Natal apresenta 61,2% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 73,8% e a Região Seridó 82,9%.

Com o anúncio do ministro Eduardo Pazuello (Saúde) da compra de 100 milhões de doses da Coronavac junto ao Instituto Butantan, o Brasil já conta com acordos para adquirir 402 milhões de doses de vacinas contra o . Como a maioria dos imunizantes deve ser aplicado em duas fases, as doses garantidas pelo governo federal já são suficientes para imunizar 201 milhões de pessoas, ou 95% da população brasileira. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Segundo Pazuello, serão 15 milhões de doses da vacina de Oxford até fevereiro e mais 85 milhões produzidas pela Fiocruz no 1º semestre. O acordo anunciado pelo ministro com o Butantan garante 46 milhões de doses da Coronavac até abril e outras 54 milhões até o final do ano.

A Fiocruz ainda terá capacidade de produzir outras 160 milhões de doses ao longo do segundo semestre, garantindo continuidade da imunização. A Covax Facility, grupo da OMS, garante ao Brasil mais 42 milhões de doses de qualquer das vacinas participantes, incluindo Pfizer e Sputnik5.

DIÁRIO DO PODER

03
jan

Registros

Postado às 12:26 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do neste domingo (3). Foram mais 388 casos confirmados, totalizando 119.079. No sábado (2) eram 118.691 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.000 no total. Foram 5 (cinco) mortes ocorridas nas últimas 24 horas, pessoas que residiam em Mossoró, Natal, Guamaré, Caraúbas e São Gonçalo do Amarante. Óbitos em investigação são 474. Casos suspeitos somam 58.606 e descartados são 276.874. Recuperados são 68.394.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 66,9%, registrada no início da tarde deste domingo (3). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 297.

Até o momento desta publicação são 78 leitos críticos (UTI) disponíveis e 158 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 129 disponíveis e 139 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região Seridó apresenta 71,4% dos leitos críticos ocupados, a região Metropolitana de Natal tem 59% e a Região Oeste 77,2%.

02
jan

Registros

Postado às 12:19 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do neste sábado (2). Foram mais 338 casos confirmados, totalizando 118.691. Na sexta-feira (1º) eram 118.353 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.995 no total. Foram 02 (duas) mortes nas últimas 24 horas, pessoas que residiam em Mossoró e Pedro Velho. Até sexta-feira, eram contabilizados 2.993 mortos. Óbitos em investigação são 474. Casos suspeitos somam 58.509 e descartados são 276.319. Recuperados são 68.394.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 65,3%, registrada no fim da manhã deste sábado (2). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 292. Até o momento desta publicação são 82 leitos críticos (UTI) disponíveis e 154 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 131 disponíveis e 138 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região Seridó apresenta 68,6% dos leitos críticos ocupados, a região Metropolitana de Natal tem 59% e a Região Oeste 73,4%.

31
dez

Registros

Postado às 16:08 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quinta-feira(31). Foram mais 1.179 casos confirmados, totalizando 118.083. Na quarta-feira (30) eram 116.904 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.993 no total. Foram 05 (cinco) mortes nas últimas 24 horas (02 em Natal, 01 em Cruzeta, 01 em Caicó e 01 em João Dias). A pasta também registrou quatro(04) óbitos ocorridos em dias ou semanas anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até quarta-feira (30), eram contabilizados 2.984 mortos. Óbitos em investigação são 474.

Casos suspeitos somam 59.241 e descartados são 274.580. Recuperados são 68.394. A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 66,2%, registrada no fim da manhã desta quinta-feira (31). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 296.

Até o momento desta publicação são 77 leitos críticos (UTI) disponíveis e 151 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 119 disponíveis e 145 ocupados. Segundo a Sesap, a Região metropolitana de Natal apresenta 60,3% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 65,7% e a Região Oeste 75,3%.

31
dez

Registros

Postado às 12:29 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quinta-feira(31). Foram mais 1.179 casos confirmados, totalizando 118.083. Na quarta-feira (30) eram 116.904 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.993 no total. Foram 05 (cinco) mortes nas últimas 24 horas (02 em Natal, 01 em Cruzeta, 01 em Caicó e 01 em João Dias).

A pasta também registrou quatro(04) óbitos ocorridos em dias ou semanas anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até quarta-feira (30), eram contabilizados 2.984 mortos. Óbitos em investigação são 474. Casos suspeitos somam 59.241 e descartados são 274.580. Recuperados são 68.394.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 66,2%, registrada no fim da manhã desta quinta-feira (31). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 296. Até o momento desta publicação são 77 leitos críticos (UTI) disponíveis e 151 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 119 disponíveis e 145 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana de Natal apresenta 60,3% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 65,7% e a Região Oeste 75,3%.

28
dez

Registros

Postado às 12:28 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira(28). Foram mais 31 casos confirmados, totalizando 114.799. No domingo (27) eram 114.768 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.933 no total. Foram 04 (quatro) mortes nas últimas 24 horas (Natal, Parnamirim, Mossoró e Itaú).

A pasta também registrou um(01) óbito ocorrido em dias anteriores após a confirmação de exames laboratoriais. Até domingo (27), eram contabilizados 2.928 mortos. Óbitos em investigação são 459. Casos suspeitos somam 56.244 e descartados são 268.993. Recuperados são 68.394.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 67,4%, registrada no fim da manhã desta segunda-feira (28). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 275. Até o momento desta publicação são 75 leitos críticos (UTI) disponíveis e 155 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 133 disponíveis e 120 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana de Natal apresenta 67,4% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 70% e a Região Seridó 77,1%

19
dez

Registros

Postado às 12:35 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste sábado (19). Foram mais 727 casos confirmados, totalizando 107.654. Na sexta-feira (18) eram 106.927 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.863 no total. Quatro (4) registrados nas últimas 24h (Extremoz, Parnamirim e Mossoró (2)).

Sobre resultado de dias anteriores, cinco (05) mortes confirmadas, após exames laboratoriais. Até ontem, eram contabilizados 2.854 mortos pela covid no Estado. Óbitos em investigação são 499.

Casos suspeitos somam 53.781 e descartados são 256.073. Recuperados são 59.105.

abr 18
domingo
19 47
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
107 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.865.843 VISITAS