06
mar

Carnaval tranquilo no RN

Postado às 11:57 Hs

A operação Carnaval, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), só encerra no final da noite desta quarta-feira, 6, mas a expectativa é que este ano ocorra uma redução em 30% no número de acidentes comparado a 2018.

Até o momento, não houve mortes nas estradas e foram nove pessoas feridas em acidentes. Na opinião do inspetor Roberto Cabral, o movimento nas rodovias foi grande e o maior desafio é justamente na ida e volta durante o período da folia. De acordo com ele, 68 pessoas foram autuadas após o exame no etilometro, 800 veículos flagrados acima da velocidade permitida, 145 vistos em ultrapassagem indevida.

Além disso, 32 pessoas foram detidas e os crimes foram os mais variados como embriaguez, tráfico, exploração sexual e posse de drogas dentre outros.

A PRF reforça a orientação sobre os cuidados do motorista na viagem de volta. “Dirigir com muita atenção e prudência, evitando o excesso de velocidade, pois existe a expectativa de chuva em todo o Estado”, alertou Cabral.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou na madrugada de hoje (29) a Operação Semana Santa, que vai reforçar o policiamento ostensivo e preventivo em todo o Brasil até domingo (1º). A ação conta com todo o efetivo da corporação e vai dar prioridade aos locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade. Serão utilizados 250 radares, 1.824 etilômetros (bafômetros), 484 motocicletas e 1.398 viaturas.

Para garantir proteção aos passageiros, a equipe de agentes vai moderar o tráfego de veículos de carga nas rodovias, em horários de circulação mais intensa, e aumentar o monitoramento, observando se motoristas estão alcoolizados ou se utilizam o cinto de segurança.

Para que os condutores se percebam como responsáveis em caso de acidentes e estejam conscientes de ações capazes de reduzi-los, a polícia rodoviária também vai implementar  ações de educação no trânsito. O foco será nos comportamentos de risco, como excesso de velocidade, dirigir alcoolizado, ultrapassagens indevidas, falta do uso de cinto de segurança e do uso das cadeirinhas adequadas para o transporte de crianças.

Na Semana Santa do ano passado, a PRF registrou 1.091 acidentes, 82 mortos e 1.107 feridos em rodovias federais. A operação também contabilizou 47,7 mil infrações de trânsito, 60 mil flagrantes de excesso de velocidade. Na ocasião, 5,8 mil motoristas foram autuados por ultrapassar em locais proibidos e orientações foram repassadas para 42,2 pessoas.

09
fev

Operação CARNAVAL

Postado às 0:33 Hs

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia a partir da 0 hora desta sexta-feira (9) a Operação Carnaval 2018. O objetivo da ação, que acontece em todo o país, é a prevenção de acidentes. No Rio Grande do Norte, a fiscalização será intensificada em 7 rodovias federais. São elas:

● BR-101 (Norte / Touros)
● BR-110 (entre Areia Branca e Mossoró)
● BR-226 (liga Natal a Patu, passando pela região Seridó),
● BR-304 (liga Natal ao estado do Ceará, passando por Mossoró)
● BR-405 (entre Mossoró e Apodi)
● BR-406 (liga Natal a Macau)
● BR-427 (liga Currais Novos a Serra Negra do Norte, passando por Caicó)

A ação é mais uma etapa da Operação RodoVida, que começou no dia 22 de dezembro de 2017 e se encerrará no dia 18 de fevereiro deste ano.

Ano passado
No Carnaval 2017, a PRF registrou 28 acidentes de trânsito nas rodovias federais que cruzam o RN. Ao todo, foram 8 acidentes graves, que resultaram em 5 mortes e 28 feridos. A PRF também intensificará a fiscalização nas condutas consideradas mais graves, como:

● Ultrapassagens indevidas
● Excesso de velocidade
● Falta de equipamentos de segurança, como capacete, cinto de segurança ou cadeirinhas para crianças

A Polícia Rodoviária Federal encerrou a meia-noite desta segunda-feira (01), a Operação Ano Novo. De 29/12/17 à 01/01/18 foram registrados nas rodovias federais do Rio Grande do Norte um total de 18 acidentes, 26 feridos e uma morte.

Durante esse período foram fiscalizados 651 veículos e 665 pessoas. 429 motoristas foram submetidos ao teste de bafômetro, dos quais 14 foram autuados por dirigir sob efeito de bebida alcoólica. Outros 395 condutores foram multados por cometerem infrações diversas, sendo 81 multas só por ultrapassagens indevidas.

Outros 504 veículos tiveram suas imagens captadas pelos radares portáteis, por transitarem com excesso de velocidade. Oito pessoas foram presas por crimes diversos, das quais três pela prática de assaltos. Quatro veículos foram recuperados durante o feriado. Na Operação Ano Novo do ano passado (2016/2017), foi contabilizados nas BRs do RN, um total de 25 acidentes que resultou em 23 pessoas feridas e seis pessoas mortas. Comparando-se com o mesmo período deste ano, verifica-se uma redução significativa no número de acidentes e principalmente no número de mortes.

Portanto, o feriadão de ano novo(2017/2018) foi bem menos violento nas rodovias federais do nosso Estado. Essa redução se deve, principalmente, a uma fiscalização mais intensiva e mais rigorosa por parte da PRF. PRF segurança com cidadania

Núcleo de Comunicação Social da PRF/RN

Em comunicado na tarde desta quinta-feira(28), a Polícia Rodoviária Federal alerta para motoristas que vão viajar neste fim de ano pelas rodovias potiguares, especialmente por trechos nas BRs 226 e 427, que possuem muitos buracos entre as cidades de Jucurutu e Campo Grande, e Acari e Serra Negra do Norte, respectivamente.

A Polícia Rodoviária Federal também pede atenção sobre a BR-405 entre as cidades de Apodi e Pau dos Ferros, que apresenta alguns buracos no pavimento.

08
jun

FIQUE SABENDO…

Postado às 21:35 Hs

# Eleições 2016

Até agora o governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria administra o Estado sem oposição. Não há critica contra o seu governo. A oposição aguarda o quê? Os senadores José Agripino e Garibaldi Alves não abrem o bico. O ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves se faz de indiferente. Os sindicalistas são intimidados pela senadora Fátima Bezerra. E a fila nada.Somente quem ainda deu uma declaração se mostrando oposição ao governo de Robinson Faria foi a ex-governadora do Rio Grande do Norte Vilma de Faria ao declarar: “Robinson é governo. Eu sou oposição”. Porém, não fez critica alguma ao governo.

# Prorrogadas

Em virtude de não alcançar a meta de 80%, a Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte prorrogou, novamente, a Campanha de Vacinação contra Influenza, cujo prazo já havia sido estendido até o último dia 05 deste mês. Os dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), do Ministério da Saúde, indicam que, até o momento, o Rio Grande do Norte só alcançou 70,42% de cobertura vacinal. Do total de 167 municípios do estado, um quantitativo de 65, correspondendo a 39%, alcançaram a meta mínima de 80%. Nenhuma das 06 URSAPs e a Grande Natal chegou a atingir a meta mínima e, dentre os grupos prioritários, somente o grupo das puérperas alcançou a meta mínima de vacinação.

# Corpus Christi

A Polícia Rodoviária Federal registrou 48 acidentes durante o feriado de Corpus Christi no Rio Grande do Norte. De acordo com órgão, houve redução do número de mortes, porém, aumento do número de feridos durante o período em relação a 2014. Segundo a PRF, 29 pessoas ficaram feridas em rodovias federais do estado. Em 2014, foram apenas 10, num total de de 32 acidentes, sendo dois considerados graves.Ainda de acordo com a PRF, a maioria das multas aplicadas durante o período ocorreram por embriaguez ao volante e ultrapassagens indevidas. Ao todo, 4.420 veículos e 5.404 pessoas foram fiscalizadas na operação. O órgão lavrou ainda 207 autos de infração por ultrapassagem, além de 1.600 testes de bafômetro, com 35 condutores autuados por embriaguez. O total de presos por crimes diversos foi de 26, com quatro armas apreendidas. Dentre as ações da Polícia Rodoviária Federal durante o feriado, se destaca a apreensão de 77 animais – entre cabras e ovelhas, realizada no município de João Câmara, na região Agreste do Rio Grande do Norte. Na ocasião, três homens foram presos pelo roubo do animais, ocorrido na cidade de Assu, na região Oeste.

# Economia em declínio 

A produção de veículos automotores caiu 25,3% em maio na comparação com o mesmo mês do ano passado, de acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Em maio de 2015, foram produzidos 210.086 mil unidades, ante 281.355 mil de maio de 2014. Em relação a abril deste ano, quando a produção foi 217.552 mil unidades, houve queda de 3,4 %. No acumulado do ano, a produção chegou a 1.092.323 mil, 19,1% a menos do que o produzido no mesmo período do ano passado (1.350.115 mil).Segundo o presidente da Anfavea, Luiz Moan, a produção retornou ao patamar do ano de 2005. “Fechamos maio com estoque suficiente para 51 dias de vendas, o que explica as férias coletivas, lay-off, licenças remuneradas”. Em maio estavam empregados 138.200 funcionários, 1% a menos do que em abril, quando havia 139.580 empregados. Na comparação com maio do ano passado, a queda foi 9,2%.O licenciamento registrou queda de 27,5% com a venda de 212.696 mil unidades ante as 293.362 mil unidades de maio de 2014. Na comparação com abril, quando foram comercializadas 219.351 mil veículos, houve queda de 3%. Nos cinco primeiros meses de 2015, as vendas atingiram 1.106.425 mil, 20,9 % a menos do que no mesmo período de 2014.

12
fev

Melhorou…

Postado às 12:07 Hs

No primeiro carnaval com a lei seca mais rigorosa, o número de mortes nas rodovias federais brasileiras caiu 25,4%. De acordo com balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgado ontem, 97 pessoas morreram nas estradas entre sexta-feira e domingo. Nos três primeiros dias do feriado do ano passado, foram 130 mortos.

A PRF prendeu 338 motoristas por dirigirem bêbados neste carnaval. O cerco aos condutores que bebem e assumem o volante resultou em 1.055 autuações até anteontem, incluindo casos em que houve prisão ou apenas sanções administrativas. No carnaval inteiro do ano passado, houve 1.410 autuações – 494 resultaram na prisão dos condutores.

Desde sexta-feira, a PRF já realizou 42.661 testes do bafômetro, 40% mais do que no feriado inteiro de 2012. Com o endurecimento na lei seca, a multa passou de R$ 957,70 para R$ 1.915,40. Além do bafômetro, vídeos e depoimento de testemunhas também valem como provas.

Feridos. De acordo com o balanço da PRF, também houve queda de 15,7% no número de feridos nos acidentes, que passou de 1.303 para 1.098 neste ano. Apesar da diminuição da gravidade das ocorrências, o número de acidentes permaneceu praticamente estável.

11
fev

Carnaval mais seguro

Postado às 13:02 Hs

A Polícia Rodoviária Federal segue intensificando a fiscalização de embriaguez ao volante durante o feriadão de Carnaval. No Rio Grande do Norte, a operação especial  e vai até a madrugada da próxima quarta nas rodovias federais.

Estão sendo disponibilizados etilômetros em postos e viaturas. De acordo com a PRF, os agentes estão orientados a solicitar que os motoristas façam o teste de embriaguez a qualquer momento.

Com as mudanças na Lei Seca, não existe mais tolerância para a quantidade de álcool no organismo de quem dirige.

Segundo a PRF, o motorista que se negar a assoprar o bafômetro terá de pagar multa de R$ 1.915 e terá a carteira de habilitação recolhida, mesmo que não apresente sinais de embriaguez. Caso os sinais sejam evidentes, a recusa passa a caracterizar crime de trânsito, com prisão em flagrante.

20
ago

Greves se alastram…

Postado às 20:20 Hs

Os policiais rodoviários federais de todo o Brasil entram em greve a partir de hoje (20). A paralisação nacional foi aceita durante assembleia realizada no último sábado e a adesão é feita de forma gradual, de acordo com as necessidades de cada sindicato estadual (Sinprf).

Há 24 sindicatos regionais e a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) calcula que 21 atendem ao comando de greve até a próxima sexta-feira (24), um dia após uma reunião com o Ministério do Planejamento. Alguns Estados já tinham iniciado o movimento na semana passada.

Segundo a categoria, entre os serviços prejudicados com a paralisação, está o combate aos crimes em estradas e rodovias e ao tráfico de drogas, assim como a fiscalização de cargas, sonegação de impostos e crimes de trânsito. O policiamento nas fronteiras do País também será reduzido, 30% do efetivo segue com os trabalhos. A FenaPRF afirma que a greve persistirá até que haja acordo com o Governo Federal.

Entre os itens da pauta de reivindicações, os policiais rodoviários federais pedem, principalmente, uma recomposição salarial e o reconhecimento do nível superior para o cargo de PRF.

16
dez

Operação Fim de Ano

Postado às 7:55 Hs

A Operação Fim de Ano, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), começou à  zero hora do dia 16 e prossegue até a meia-noite de 2 de janeiro. A PRF anunciou a intensificação do policiamento nas saídas das principais cidades do país. Durante todo o fim de semana, cerca de 400 radares e 2 mil etilômetros serão usados na fiscalização. A PRF informou que todo o efetivo de 9 mil policiais participará da operação e que o investimento, este ano, foi maior em tecnologia e em fiscalização biônica.

De acordo com o chefe de Comunicação Social da PRF, Alexandre Castilho, a principal recomendação aos motoristas é que não ultrapassem os limites de velocidade das rodovias. “Quem corre no trânsito potencializa acidentes. Obedecendo os limites, o motorista vai colaborar com o trabalho da PRF e garantir a própria segurança”, orienta Castilho. Hoje, o trabalho de fiscalização dos policiais da PRF tem início às 14h e se estende até as 22h, quando o movimento de veículos nas rodovias deve aumentar.

Neste final de ano os períodos de maior movimento coincidem com os finais de semana, e as ações de fiscalização com etilômetros, radares e viaturas posicionadas em pontos estratégicos serão intensificadas em todo o país. Um exemplo de rigor na fiscalização é a aplicação da “Lei Seca”.

05
dez

Informativo

Postado às 16:37 Hs

Produtores rurais cobram soluções para a violência no campo

Não é de hoje que o campo potiguar vem sofrendo com a crescente onda de violência, notadamente com crimes relacionados ao roubo de animais, implementos agrícolas, maquinários, veículos e insumos, invasão de residências e o tráfico de drogas. E foi analisando o aumento crescente desses atos que a Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), resolveu encampar o 2° Seminário sobre Segurança Pública Rural.

O evento, que será promovido nesta terça-feira (06), às 08h, no auditório do Sebrae, em Natal, visa debater a questão da insegurança nas pequenas cidades e nas zonas rurais do RN.

Com mediação do presidente da Federação da Agricultura, José Álvares Vieira, o seminário contará em sua mesa diretora com a presença do secretário da Segurança Pública, Aldair da Rocha, superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF/RN), Rosemberg Alves de Medeiros, comandante do Policiamento do Interior da Polícia Civil, José Carlos de Oliveira e de representantes da Secretaria da Agricultura e da Polícia Militar.

Quase nada mudou

De acordo com o presidente da Faern, José Vieira, os representantes das instituições irão conversar com os produtores rurais, prefeitos e lideranças de municípios sobre os números da violência nas áreas rurais. “Será um grande debate sobre essa temática tão importante que é a segurança pública nas pequenas cidades e nas zonas rurais. Tentaremos abordar toda a problemática da violência e descobrir uma forma de diminuir essa ferida aberta”, ressaltou Vieira.

De acordo com o presidente da Federação da Agricultura, a segunda edição do seminário – a primeira foi promovida em novembro de 2009 – é um pedido dos dirigentes sindicais do interior e dos inúmeros produtores rurais que trabalham e vivem nas pequenas cidades. “O tema se reveste da mais alta importância para o agronegócio e precisa entrar com prioridade na pauta da segurança pública. A proposta do evento foi feita com base nos pedidos de nossos produtores e presidentes de sindicatos rurais. Por isso, a Faern não poderia deixar de promover mais essa edição e lembrar que quase nada mudou no campo potiguar”, finalizou José Vieira.

28
mar

Rn ruim na fita de novo na Globo

Postado às 14:00 Hs

Pela terceira vez no ano, Natal e o Rio Grande do Norte voltam a aparecer de forma negativa no programa Fantástico, da rede Globo de Televisão. Depois da matéria sobre delegacias e outra sobre a exploração sexual, agora foi a vez de um ato de corrupção policial, durante a matéria sobre venda de drogas na beira das estradas federais do país.
O Fantástico percorreu 9,7 mil quilômetros, do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte, dentro de um caminhão. E flagrou imagens de prostituição, corrupção de policiais e tráfico de drogas.
Em Natal, O carro em que viaja parte da equipe global foi parado num posto da Polícia Rodoviária Estadual, na via costeira. “O PM fala que seremos multados por causa dos vidros escuros. Sem saber que se trata de uma reportagem, o policial pede ao nosso motorista que o acompanhe”, narra o repórter.

A partir daí, a equipe grava a conversa. Dentro da cabine, o policial, sem saber se tratar de uma reportagem, pergunta a equipe da TV de onde eles são. Depois, ele pede a propina. “Vou quebrar seu galho, você desenrola aí”, indaga o PM. No fim, a equipe global paga R$ 15,00 e é liberada. O policial coloca o dinheiro no bolso.
O Fantástico encaminhou a denúncia às autoridades do Rio Grande do Norte. “Ele vai ter o direito da ampla defesa e do contraditório e no final, será dado o veredicto pelo comando da corporação”, disse o comandante geral da PM no Rio Grande do Norte, o Coronel Francisco Araújo, ao programa.

25
fev

Proibido !!

Postado às 21:27 Hs

A Coordenação Geral de Operações do Departamento de Polícia Rodoviária Federal proibiu a partir de hoje, dia 23, o trânsito de veículos longos nas estradas federais de pista única durante os feriados nacionais. A determinação foi publicada no Diário Oficial da União.

De acordo com a portaria, são considerados veículos longos as Combinações de Veículos de Carga (CVC) – caminhões que puxam dois ou mais reboques – Combinações de Transporte de Veículos (CTC) – caminhões-cegonha – e Combinações de Transporte de Veículos e Cargas Paletizadas (CTVP) – veículos especiais que transportam cargas de dimensões diferenciadas como trator ou guindaste, mesmo com Autorização Especial de Trânsito (AET).

A medida tem o objetivo de dar fluidez e segurança ao trânsito de veículos nas estradas, que aumenta consideravelmente durante os feriados. O descumprimento da determinação constitui infração grave, prevista no Artigo 187 do Código de Trânsito Brasileiro, com punição de cinco pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 127,69.

24
jan

Transtorno Potiguar

Postado às 12:51 Hs

A Polícia Rodoviária Federal do Rio Grande do Norte (PRF) interditou uma ponte na BR 226, entre Tangará e Santa Cruz. A interdição se deu por causa das fortes chuvas que caem na Grande Natal e na região do Trairi desde a noite deste domingo (23).

Segundo a PRF, uma lâmina d’água de cerca de 15 centímetros chegou a ser registrada na madrugada desta segunda (24). Neste momento a situação está mais tranquila, mas como parte da ponte chegou a ser levada pelas águas, a PRF só vai liberar a ponte após uma avaliação do Dnit.

A PRF orienta A PRF também interditou parte da BR 101, na altura de Emaús, bairro de Parnamirim. No sentido Parnamirim-Natal, parte da pista cedeu por causa das chuvas. A PRF pede aos motoristas que evitem trafegar pelo local.os motoristas que façam um desvio pelo município de São Pedro.

A cidade do Natal apresenta vários pontos de alagamento devido às chuvas da madrugada e da manhã desta segunda-feira (24). As avenidas Ayrton Senna, Integração, Hermes da Fonseca, próximo ao Estádio Juvenal Lamartine, e avenida Prudente de Morais, próximo ao cruzamento com a Alexandrino de Alencar apresentam grandes poças de água, dificultando o trânsito.
No bairro de Petrópolis, no cruzamento da rua Trairi com a avenida Hermes da Fonseca, foi identificado ainda um afundamento na via. Devido à força das águas pluviais, o asfalto cedeu, abrindo um buraco.

De acordo com o diretor geral da Defesa Civil no município, coronel Marcos Pinheiro, o ponto de alagamento mais crítico da cidade é no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, na Zona Norte. Segundo o coronel, devido à falta de drenagem e pavimentação no bairro, os alagamentos ocorrem com maior intensidade no local.
O coronel Marcos diz que a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros já enviaram equipes para os lugares alagados na tentativa de minimizar os problemas provocados pelas chuvas e identificar mais localidades afetadas.

02
out

Estradas Fiscalizadas

Postado às 16:19 Hs

Tem início a Operação Eleições ,o inspetor Roberto Cabral, diretor de comunicações da Polícia Rodoviária Federal no RN, informa que a PRF não fará uma operação especial para o dia de eleição. Contudo, haverá um reforço de policiamento no trecho da BR-427 que liga as cidades de Currais Novos e Caicó, além das rodovias nas imediações das BR 304,BR 405 e BR 110 próximo a Mossoró. Segundo o inspetor, os patrulheiros estão orientados para coibir, além das infrações de trânsito, certos tipos de crimes eleitorais. “Estaremos atentos ao transporte de pessoas em carrocerias de caminhão para realizar aquele tipo de voto encomendado, muito comum no interior”. Todas as equipes da PRF têm o contato com cada juiz de comarcas no território potiguar.

Roberto Cabral diz que a estimativa de maior fluxo de carros se deslocando para o interior do RN será durante o dia de hoje. Dessa forma, ele orienta aos condutores que planejem bem suas viagens, de modo a escolherem o melhor horário. “O início da manhã é o ideal, pois o movimento é menor”.

Detenções

O inspetor lembra ainda do cuidado dos motoristas em fazer a revisão dos veículos antes de viajarem. Ele ressalta também que qualquer pessoa pode ser detida em flagrante durante esses dias, segundo o artigo 236 do Código Eleitoral. “Se for flagrado dirigindo alcoolizado, qualquer condutor sofrerá as mesmas sanções, como nos demais dias”.

Números

Segurança na eleição

– 11 mil policiais atuarão no pleito

– Todos os 1.570 locais de votação, incluindo os 512 na região metropolitana, terão a presença de pelo menos 2 policiais

– 800 PMs foram enviados para reforçar a segurança no interior

prisão, só em flagrante

Lei Nº 4.737, de 15 de julho de 1965

Art. 236. Nenhuma autoridade poderá, desde 5 (cinco) dias antes e até 48 (quarenta e oito) horas depois do encerramento da eleição, prender ou deter qualquer eleitor, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto.

jun 17
segunda-feira
18 17
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
23 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5787043 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram