04
set

Regularizando

Postado às 11:57 Hs

Banco do Nordeste regulariza R$ 9,8 bilhões em dívidas rurais
Produtores rurais interessados em regularizar suas dívidas com o Banco do Nordeste têm até dezembro para garantir descontos que podem chegar a 95% sobre o saldo devedor. O benefício vale para liquidação de dívidas contratadas até 2011, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). O prazo para pagamento pode estender-se a 2030, com parcelas a partir de 2021.

Mais de 1 milhão de pessoas dos Estados nordestinos e norte de Minas Gerais e do Espírito Santo foram beneficiadas com ação de regularização de dívidas do BNB. O total renegociado atingiu R$ 9,8 bilhões em agosto, abrangendo 271,6 mil operações de crédito antes em inadimplência.

Metade dos acordos de renegociação, ou seja, 135,8 mil, foi realizada com a opção de liquidação de toda a dívida. Ao todo, 92% das renegociações foram realizadas com miniprodutores rurais, incluindo beneficiários do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Os juros variam de 0,5% ao ano, para esse grupo, a 3,5% ao ano, para grandes produtores.

02
dez

Acontece

Postado às 12:43 Hs

Roubo no Banco do Nordeste

A Operação Default investiga uma “organização criminosa que se instalou nas estruturas do Banco do Nordeste do Brasil-BNB, em conluio com empresários, para a obtenção irregular de financiamento, com a utilização de recursos do Fundo Constitucional do Nordeste”.

Segundo a PF, estão sendo cumpridos 13 mandados de busca e apreensão, 5 cinco mandados de sequestro, ofícios de indisponibilidade de bens aos Cartórios de Registro de Imóveis e Detran e ainda 10 mandados de intimação.

Participam da operação 57 policiais federais que estão dando cumprimento às medidas cautelares, nos Municípios de Fortaleza, Limoeiro do Norte, Morada Nova e Tabuleiro do Norte.

27
fev

Balde Cheio

Postado às 14:31 Hs

O cenário de escassez de água e falta de chuvas prejudicou a bacia leiteira do Rio Grande do Norte. Na região do Alto Oeste do estado, bovinocultores ainda enfrentam dificuldades em e vêem a produção de leite declinar. Para constatar a situação, a equipe técnica do projeto Balde Cheio, desenvolvido pelo SEBRAE/RN, BNB e prefeituras, visitou produtores de Pau dos Ferros nesta quarta-feira (26). O intuito foi avaliar o andamento do projeto frente à estiagem. Desenvolvido há três anos, o projeto beneficia mais de 200 criadores de gado em diversas cidades potiguares. Os gestores do projeto, junto com a superintendência do Banco do Nordeste e produtores rurais, verificaram as propriedades de produção leiteira para acompanhar o desenvolvimento do projeto. O momento enfrentado pelos produtores é de dificuldade em função da falta de água, que reduz a oferta de alimento para o rebanho. O reservatório da cidade de Pau dos Ferros está com o nível abaixo do limite. O município chega a vender 15,2 mil litros de leite por mês, gerando uma receita para a cidade de R$ 21,3 mil. Em Pau dos Ferros, participam do programa 15 produtores leiteiros, dos quais 13 estão ativos.
25
jun

Ações para convivência com a estiagem

Postado às 9:20 Hs

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, e o presidente do Banco do Nordeste do Brasil, Ary Joel Lazarin, discutiram com produtores potiguares e paraibanos as ações do banco para as regiões mais atingidas pela seca no Nordeste. Lazarin fez uma explanação durante um encontro com produtores rurais e clientes do BNB. Os pequenos e médios produtores se queixam das execuções judiciais aplicadas em plena seca. “Vivemos um drama social gravíssimo. Nossa economia rural está quebrada e precisamos do apoio do banco para amenizar esse clima de tensão e desespero no campo”, disse Henrique Alves ao defender os produtores rurais. O encontro foi na sede da Associação Norte-riograndense de Criadores (Anorc), no parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim. O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, participou da reunião. O secretário de Agricultura do Rio Grande do Norte, Júnior Teixeira e os deputados estaduais, Gustavo Fernandes (PMDB) e Tomba Farias (PSB), também estiveram ao lado dos produtores e dos representantes da Associação Norte-riograndense de Criadores de Ovinos Caprinos (ANCOC), da Associação dos Pequenos Agropecuaristas do Sertão de Angicos (APASA) e da Federação da Agricultura do Rio Grande do Norte (Faern).
14
jun

Ação Parlamentar

Postado às 23:25 Hs

Ceramistas de várias regiões do Estado discutiram com deputados, secretários do Governo e técnicos do Ministério Público e IDEMA os desafios do setor, em audiência nesta sexta-feira (14) na Escola do Governo, no Centro Administrativo em Natal. Presente ao evento, o coordenador da Bancada Federal do RN em Brasília, deputado João Maia (PR) reforçou a importância de se lutar por incentivos para o setor cerâmico, responsável pela geração de milhares de empregos no Estado. “Quando eu era secretário de Desenvolvimento já discutia com vocês as necessidades do setor, que eu respeito muito, pois sei que vocês trabalham, pagam suas folhas salariais, recolhem impostos, e como qualquer outra atividade econômica tem que ser lucrativa. Apesar de achar que evoluímos, quem não ganha dinheiro não tem como investir”, disse o deputado.
29
Maio

Visitando o RN…

Postado às 17:49 Hs

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, recebeu a visita do presidente do Banco do Nordeste do Brasil, Ary Joel Lazarin, que lhe fez uma exposição das ações do banco diante do agravamento da seca no Nordeste. Lazarin comprometeu-se em ir ao Rio Grande do Norte no dia 21 de junho a fim de ter um encontro com produtores rurais e clientes do BNB que se queixam das execuções judiciais aplicadas em plena seca. “Vivemos um drama social gravíssimo. Nossa economia rural está desequilibrada e precisamos do apoio do banco para amenizar essa clima de tensão e desespero”,  ponderou o deputado.

A aprovação da Medida Provisória que permite novos empréstimos para quem renegociou as dívidas rurais do período da seca, criou a linha de crédito especial “FNE/Estiagem”, com o objetivo de manter a atividade agrícola e produtiva no meio rural. Segundo o presidente do Banco do Nordeste, no Rio Grande do Norte já foram aplicados R$ 202 milhões. O presidente da Câmara questionou o presidente do banco sobre um detalhe: “Dos 27 mil empréstimos, somente dois mil foram contraídos pelos pequenos e médios produtores. Os demais foram do Pronaf”, argumentou Henrique Eduardo Aves. O presidente do BNB justificou que para os beneficiados  pelo Pronaf não há risco para o banco. “Dos demais produtores são exigidas garantias que não são asseguradas pelo Tesouro Nacional”, explicou Ary Joel Lazarin.
As  dívidas de 2012 e as parcelas que ainda vão se vencer em 2013 e 2014, para quem já renegociou com o BNB, serão pagas em 10 anos, com até três de carência e juros de 1% ao ano. Os pronafianos só começam a pagar as parcelas em 2016 e os demais produtores em 2015. Já as dívidas anteriores a 2006, até R$ 35 mil, terão 85% de desconto, ou seja, quem deve R$ 10 mil ao banco, por exemplo, pagará R$ 1,5 mil. Mais uma vez Henrique Alves argumentou que os produtores fora do Pronaf normalmente devem além do teto de R$ 35 mil. “A classe média rural do meu Estado e os pequenos produtores estão quebrados”, alertou o deputado.
Fonte: Assessoria
10
abr

Informativo

Postado às 14:38 Hs

Presidente da Faern recebe documento sobre a seca na zona rural de Santo Antônio


Nesta quarta-feira (10), o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), José Álvares Vieira, recebeu a visita de representantes do Sindicato dos Produtores Rurais de Santo Antônio. Na reunião, os produtores trouxeram documento com fotos e relatos sobre a situação calamitosa da seca na zona rural do município.

Na conversa, o presidente do Sindicato dos Produtores, Edan Bezerra, acompanhado do mobilizar do sindicato, José Cícero Oliveira falaram para o presidente da Faern sobre a situação do campo. “As fotos e os relatos de nossos produtores rurais é emblemática e cruel. Uma realidade que não podemos aceitar como normal ou algo que irá passar se não fizermos nada. Não é verdade. Temos que agir”, comentou o presidente do Sindicato Rural, Edan Bezerra.

No documento entregue, fotografias e textos contando a dramática situação de diversas propriedades localizadas na região Agreste do RN e os relatos dos produtores. “Fotos de uma realidade bem próxima de nós. Bem próxima do litoral do estado. Uma tristeza que não separa pequenos, médios ou grandes produtores. Que não separa regiões. O Governo precisa fazer algo. E imediatamente”, ressaltou o presidente da Federação da Agricultura, José Vieira.

Problemática

De acordo com José Cícero de Oliveira, o documento também foi entregue as autoridades da cidade e direção do Banco do Nordeste (BNB). “Com isso, esperamos sensibilizar a todos sobre a nossa problemática. Sobre essa crise generalizada”, finalizou o representante do Sindicato Rural.

08
nov

Ações do governo no combate à Seca

Postado às 20:00 Hs

 

O governo deve anunciar nesta sexta-feira (9) uma série de convênios para obras de prevenção à seca durante reunião da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), em Salvador, com a presença da presidenta Dilma Rousseff e de governadores dos estados da região. As medidas serão voltadas para obtenção de recursos hídricos, com construção de barragens, estações de abastecimento e redes de distribuição.

A seca no Nordeste está entre os principais problemas previstos pelo governo, de acordo com o Ministério da Integração. Os recursos para os estados afetados somam R$ 15,6 bilhões. Até agora, segundo a pasta, foram investidos R$ 3 bilhões. Mais recursos serão liberados para as obras a serem anunciadas amanhã, em todos os estados.

As obras fazem parte de um conjunto de ações discutido desde abril, quando os governadores encaminharam pedidos à presidenta de acordo com as necessidades dos estados. Em agosto, foi anunciado o Plano Nacional de Gestão de Riscos e Resposta a Desastres Naturais, com um investimento de R$ 18,8 bilhões até 2014, em todo o país.

Para a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, os novos convênios devem ajudar no abastecimento permanente de cidades que contam o ano todo apenas com carros-pipa. Ela adianta que entre as obras estão adutoras (tubulação para captação de água) que beneficiarão municípios da Chapada do Apodi e da região do Seridó, localizados no Semiárido e no sertão nordestino, respectivamente.

Dos R$ 250 milhões pedidos na reunião de abril, R$ 150 milhões foram aprovados, segundo a governadora. “A presidenta garantiu recursos para ações estruturantes, de convivência com a seca permanentemente, porque não adianta pensar que não vai ter outra seca, vai ter. É nosso clima e temos que nos adequar a ele.”

Além da assinatura dos convênios, será anunciada a ampliação do valor do financiamento do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) para obras estruturantes de pequeno, médio e grande porte. O valor, antes fixado em R$ 1 bilhão, terá aumento de R$ 500 milhões. As empresas que pedem o financiamento têm uma série de benefícios, além de juros reduzidos.

07
nov

2013 poderá ser ainda pior…

Postado às 12:10 Hs

A forte estiagem que castiga o Semiárido nordestino e os vales do Jequitinhonha, em Minas Gerais, e do Mucuri, no Espírito Santo, tende a se agravar, por causa da instabilidade climática no Oceano Pacífico, que sugere possível manifestação do fenômeno La Niña, com redução das probabilidades de chuva no Nordeste nos próximos três meses. A notícia foi dada pelo climatologista do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Lincoln Muniz Alves, durante audiência pública nesta terça-feira (6), na Comissão de Agricultura da Câmara, para discutir as consequências da seca na situação socioeconômica dos 1.315 municípios da região, dos quais 1.275 foram afetados significativamente, de acordo com mapa do Banco do Nordeste (BNB).
31
ago

FIQUE SABENDO…

Postado às 20:21 Hs

# # A  Rosa de Macau

O Tribunal Superior Eleitoral está ‘paz e amor’ com políticos do Rio Grande do Norte. Depois de devolver o mandato ao prefeito Benes Leocádio, de Lajes, cassado por infidelidade partidária, o TSE devolveu o mandato de vereadora à candidata à prefeita de Macau, Odete Lopes (PPS), afastada do cargo pelo mesmo motivo. Odete retorna à Câmara. O suplente Newton Costa (PPS) retorna pra casa.

# # A vítima seria Nélter Queiroz

O grupo chefiado pelo presidente da Câmara de Vereadores de Assu, Odelmo de Moura Rodrigues, teria encomendado o assassinato do deputado estadual Nélter Queiroz em 2011. O grupo chegou a oferecer R$ 50 mil a dois homens para executarem o deputado, após desavenças. As informações estão no processo de acusação contra o vereador Odelmo Rodrigues, preso nessa quinta-feira (30) sob acusação de envolvimento em homicídio, e seu irmão Aureliano Rodrigues. No inquérito da Polícia Civil, delegados afirmam: Odelmo é sem sombra de dúvidas o cidadão entre os mais temidos e respeitados no mundo do crime no Rio Grande do Norte. As desavenças entre o vereador e o Nélter Queiroz começaram quando o deputado começou a cobrar há três anos a investigação de homicídios cometidos na região do Vale do Açu pelo bando liderado por Odelmo Rodrigues. Em 2010 pessoas que faziam parte do grupo foram presas. Em seguida, o deputado foi à rádio local falar sobre a prisão dos acusados e no perigo que eles representavam. No ano seguinte, foi feita a encomenda da morte do deputado, o grupo teria oferecido os R$ 50 mil para os dois homens matarem Nélter, que não fizeram o serviço e foram mortos.

# # Novos ministros do STF

Os ministros Felix Fischer e Gilson Dipp tomou posse hoje (31) como presidente e vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A solenidade ocorreu às 16h, na sede do tribunal, com a presença da presidente Dilma Rousseff e de todos os presidentes dos tribunais superiores. Também estarão presentes o presidente do Senado, José Sarney, ministros, governadores e parlamentares. Fischer, 65 anos, comandará o STJ nos próximos dois anos. Ele sucede o ministro Ari Pargendler, que esteve na presidência no biênio 2010-2012. O novo presidente do STJ já ocupou o cargo de corregedor do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tendo sido, ainda, diretor da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) e presidente da Comissão de Jurisprudência do STJ.

# # Henrique comemora…

O deputado federal e líder do PMDB na Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves (RN), comemora a redução dos juros para investimentos e custeio no Nordeste. O anúncio será feito, em Fortaleza, nesta sexta-feira, 31, durante a posse do novo presidente do Banco do Nordeste do Brasil (BNB).O Bônus de adimplência é de 15%. Antes a bonificação girava em torno de 10% nas operações de investimento, custeio e capital de giro. ”Esses números serão importantes para o crédito no Nordeste, via FNE. É mais um gesto do Governo Dilma direcionado para a redução dos juros”, reconheceu o deputado.

Operações de financiamento de projetos de ciência, tecnologia e inovação também poderão se beneficiar com a redução dos juros cobrados pelo Banco do Nordeste.

# # Garibaldi o garoto propangada do PMDB

O ministro Garibaldi Alves Filho participou na noite dessa quinta-feira (31) de gravações de apoio a candidatos do PMDB a prefeito de 12 capitais e 26 municípios de diversos estados brasileiros. Ele também manifestou apoio a quatro candidatos de outros partidos que tem, na sua chapa, vice-prefeito peemedebista. Entre os políticos para os quais Garibaldi gravou sua declaração de apoio estão Eduardo Paes (Rio de Janeiro), Gabriel Chalita (São Paulo), Rafael Greca (Curitiba), José Maranhão (João Pessoa), José Priante (Belém) e Mário Kertész (Salvador).

10
jun

Roubalheira no BNB é apurada pela CGU

Postado às 10:45 Hs

Às vésperas do julgamento do mensalão, a Controladoria-Geral da União (CGU) descobriu novo esquema de desvio de recursos no Banco do Nordeste (BNB), entre o fim de 2009 e o início de 2011. A auditoria, feita pela CGU e pelo banco, detectou fraudes de R$ 100 milhões na liberação de crédito para investimentos e compra de carros e máquinas. Segundo a revista Época, os recursos foram creditados para empresários ligados ao PT do Ceará. A suspeita é de que dez militantes estejam envolvidos.

Conforme a auditoria, a empresa dos cunhados do atual chefe de gabinete do BNB, Robério Gress do Vale, recebeu R$ 12 milhões. Ele foi o quarto maior doador, pessoa física, da campanha de 2010 do atual deputado José Guimarães (PT-CE), irmão do ex-presidente do PT José Genoíno.

Guimarães foi seu maior doador, como pessoa física. Em seguida, vêm José Alencar Sydrião Júnior, diretor do BNB e filiado ao PT, e o também petista Roberto Smith, ex-presidente do banco. O atual presidente, Jurandir Vieira Santiago, foi o 11.º.

 

Em julho de 2005, auge do escândalo do mensalão, um assessor do então deputado estadual José Guimarães foi detido em São Paulo com US$ 100 mil em espécie, dentro da cueca. Na ocasião, as investigações apontaram que o dinheiro era propina recebida pelo então chefe de gabinete do BNB e ex-dirigente do PT Kennedy Moura.

O promotor do caso, Ricardo Rocha, afirmou que vê grandes indícios de esquema de caixa 2 para campanhas eleitorais.

Em entrevista ao Estado, Guimarães nega tráfico de influência no BNB e se diz revoltado com o envolvimento de seu nome com o suposto desvio. Robério Gress do Vale, chefe de gabinete do presidente do BNB, Jurandir Satiago, diz que não passam por ele processos de concessão de crédito e que não tem nenhum envolvimento no caso.

Em nota divulgada ontem, o BNB diz colaborar com a CGU na apuração e ressalta que, entre 2010 e 2011, o banco contratou “5,8 milhões de operações de crédito, sendo que as irregularidades envolveram operações contratadas por 24 clientes”.

Fonte: Agência Estado/Veja

22
mar

* * * Quentinhas… * * *

Postado às 20:30 Hs

* * * A idéia do fechamento da agência do Banco do Nordeste (BNB) em Brasília (DF) está sendo avaliada por um grupo de trabalho da direção do BNB. Até o dia 28 de maio, o resultado deverá ser divulgado. Autoridades ligadas ao assunto comentam sobre a importância de uma agência em pólo das ações políticas em Brasília e avaliam como negativa a extinção.

Já no Ministério da Fazenda, o comentário é de que a agência de Brasília está tendo prejuízo. No entanto, o resultado deve pesar muito para os funcionários e para os micro e pequenos empresários.* * * Robson Pires

*  * * O Governo divulgou através da imprensa que não vai pagar os Planos de Carreira. Para a coordenadora geral do Sinte-RN, Fátima Cardoso a informação deverá aumentar mais ainda a disposição de luta dos funcionários. Para ela é lamentável o discurso da Lei de Responsabilidade Fiscal como impedimento para o cumprimento da Lei do Piso. “É vergonhoso o governo não querer fazer nada para atender as categorias. Quando quer mexer nos pauzinhos faz isso até na calada da noite, escondido da população.

Mas quando se trata de fazer um estado forte com servidores bem remunerados nem mesmo a Lei é cumprida. Aonde o governo quer chegar? Será que investir no funcionalismo é jogar dinheiro fora?” Questiona Fátima Cardoso. Para a coordenadora, até mesmo que tem apenas a visão capitalista da função do Estado sabe que precisa de funcionários qualificados para avançar na sua economia e na oferta de serviços de qualidade. “Nem esta visão o governo tem. Prefere terceirizar mão-de-obra a fazer seu estado crescer. É a velha política de Estado reduzido, que frustra a sociedade com tantos escândalos e desvios do dinheiro público”, protesta Fátima.* * * Cardoso Silva

* * * Em assembleia realizada na noite desta quarta-feira, (21) os médicos do Estado, após discutir e avaliar, definiram permanecer em negociação sem indicativo de greve. A decisão foi tomada a partir da resposta enviada pelo secretário estadual de saúde, Domício Arruda, que atende em parte as reivindicações da classe.

Arruda confirmou a incorporação da gratificação de alta complexidade para todos os médicos ativos. Quanto aos aposentados a secretaria alegou que será necessária uma apreciação jurídica.Com relação a extinção da produtividade, implantação do piso nacional e a criação de uma nova gratificação, principais pontos da pauta solicitada apresentada pelos médicos, a secretaria de saúde abriu espaço para negociação com a possibilidade de pagamento através de escalonamento e deve iniciar estudos e projeções para embasar as novas rodadas de discussões.* * *  Blog do Wallace

* * * Será amanhã, a partir das 8h30, o encontro promovido pelo deputado Ezequiel Ferreira com lideranças e membros dos diretórios e comissões provisórias do PTB de todo o Estado.

Presidente da legenda, Ezequiel reunirá os correligionários no Plenarinho da Assembleia Legislativa.No seminário, os filiados ao PTB receberão orientações e informações sobre o andamento e procedimentos partidários das eleições 2012, as dicas de inscrição no CNPJ, aberturas de contas bancárias, prestações de contas, DIPJ, RAES e funcionamento do partido.Vários prefeitos, vice-prefeitos, presidentes de Câmaras e vereadores já confirmaram presença.* * *  Thaisa Galvão

09
fev

BNB mais investimentos

Postado às 19:23 Hs

Na manhã desta quinta-feira (9), representantes do Banco do Nordeste participaram de uma reunião na Governadoria para reforçar as parcerias já existentes com o Governo do RN, bem como disponibilizar novos investimentos e ações no interior do Estado.

A governadora Rosalba Ciarlini e o superintendente do Banco do Nordeste, José Maria Vilar, discutiram a ampliação dos programas de apoio nas áreas de agricultura familiar, agronegócio, indústria, ciência e tecnologia, turismo e micro e pequenas empresas.

Rosalba Ciarlini salientou que a parceria está em fase de expansão no Estado e que a intenção do Governo é trabalhar no sentido de fortalecer programas como o Compra Direta e ações voltadas para a agricultura familiar, multiplicando os recursos. Na área industrial, o RN e Banco do Nordeste estão com uma parceria para atrair mais indústrias por meio da oferta de crédito.

“Vamos contar com apoio do Banco do Nordeste para dar suporte aos nove distritos industriais que estão sendo implantados no RN, como em Goianinha e Caicó, além de fortalecer os já existentes, como a área de grande porte como a região de Baraúna, com fábrica de cimento e cal para indústria siderúrgica”, comentou.

22
nov

Mais crédito

Postado às 13:50 Hs

Benefícios para produtores rurais

Produtores rurais de toda a região Nordeste receberam boas notícias do BNB na última sexta-feira (18), quando o Conselho Deliberativo da Sudene (Condel), implantou um novo enquadramento que possibilitará a esses clientes o acesso a melhores condições de financiamento no âmbito do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE).

De acordo com a nova classificação empreendimentos com receita bruta anual inferior a R$ 2,4 milhões serão enquadrados como mini ou micro; de pequeno-médio porte, empresas com faturamento entre R$ 2,4 milhões até R$ 16 milhões; de médio porte, de R$ 16 milhões a R$ 90 milhões; e de grande porte as que faturam valor superior a R$ 90 milhões. Com essas resoluções, os produtores rurais já podem se dirigir as suas agências do Banco do Nordeste (BNB) para obterem mais informações.

De acordo com o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), José Álvares Vieira, essa notícia dará um novo gás para os produtores potiguares. “Fico feliz com essas novas possibilidades de negócios que poderão ser ampliados com a resolução. Acredito que as Federações da Agricultura de todo o Nordeste foram vitoriosas no empenho que tiveram para que essa medida fosse aprovada. Os nossos produtores agora já vislumbram um novo horizonte”, ressaltou Vieira.

Benefício para os estados

A mudança uniformiza a classificação das empresas e produtores rurais adotadas pelo Banco do Nordeste com a do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O benefício se estende à área de atuação da Sudene – os nove estados do Nordeste e norte dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

De acordo com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, que abriu a reunião do Condel, o objetivo é otimizar o direcionamento dos recursos do FNE aos mini e pequenos produtores, micro e pequenas empresas, reduzindo a fração desse Fundo para os grandes empreendimentos a, no máximo 20%, ampliando a margem dos micros e pequenos de 40% para, no mínimo, 51%.

25
out

Informativo

Postado às 16:39 Hs

BNB recebe presidentes de Federações da Agricultura do Nordeste

Nesta segunda-feira (31), às 12h, o presidente do Banco do Nordeste, Jurandir Santiago, receberá na sede da instituição, em Fortaleza, os presidentes de federações de agricultura de toda a região Nordeste para uma reunião. Na ocasião, os representantes dos produtores rurais conversarão sobre criação de linhas de crédito, endividamento rural e FNE, entre outros assuntos.

De acordo com o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), José Álvares Vieira, essa reunião já vinha sendo planejada e servirá para colocar diversos pontos que cercam diretamente o produtor rural nordestino. “Desde agosto que estamos nos organizando para termos essa conversa com o presidente do BNB. Vamos expor as nossas sugestões para o setor rural e também o momento ideal para discutirmos questões como os investimentos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), para o exercício de 2012”, lembrou Vieira.

Os representantes das federações da agricultura também pedirão ao presidente do Banco do Nordeste que observe melhor a questão da burocracia da instituição financeira com relação aos produtores rurais. “Pediremos ao presidente que desburocratize a negociação das dívidas rurais por meio das regras usuais adotadas pelo BNB. Com isso, reduziremos a documentação exigida para a formalização da negociação”, ressaltou Vieira.

Assistência ao produtor rural

O presidente da Faern lembrou que os presidentes de Federações da Agricultura aproveitarão a reunião com Jurandir Santiago para exibir os trabalhos desenvolvidos pelas entidades em favor dos produtores rurais em seus estados. “Vamos, também, reivindicar a reinserção, imediata, do médio produtor rural nos financiamentos com recursos do FNE, no exercício 2011, a eliminação da tarifa da “carta-consulta” das operações de crédito rural no âmbito do FNE, como ocorre para os demais fundos constitucionais e a criação de uma linha de crédito especifica para o custeio agrícola/cerrado/nordestino, da mesma forma que esta sendo criada uma linha de crédito para os perímetros irrigados”, concluiu Vieira.

18
out

Informativo

Postado às 14:16 Hs

FNE destina 300 milhões para o agronegócio do estado em 2012

A agricultura receberá 100 milhões, a agroindústria 60 milhões e a pecuária 140 milhões

Foi promovida nesta segunda-feira (17) na Superintendência do Banco do Nordeste (BNB), em Natal, reunião de trabalho que definiu os números e as estratégias de aplicação dos recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para o exercício de 2012.

Na oportunidade, o superintendente do BNB, José Maria Vilar, acompanhado de representantes do setor produtivo potiguar, entre eles o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), José Álvares Vieira, debateram sobre os valores a serem empregados no Estado. “Foi uma reunião proveitosa que deixou o setor rural muito otimista. Acredito que os números apresentados para o nosso setor nunca foram tão bons”, ressaltou Vieira.

De acordo com o presidente da Faern, no exercício de 2012, a área rural receberá uma grande soma de investimentos, que totalizados, atingem a marca de 300 milhões de reais. “Ficou acertado que a agricultura receberá 100 milhões, a agroindústria 60 milhões e a pecuária 140 milhões. Números generosos que poderão alavancar a atividade rural do Rio Grande do Norte”, explicou José Vieira.

Plano Plurianual do Governo Federal

A realização da reunião é parte das ações do Banco do Nordeste para a elaboração da Programação Anual do FNE, em consonância com as diretrizes e orientações gerais do Ministério da Integração Nacional e do Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (CONDEL/SUDENE), além das prioridades dos governos estaduais.

Na elaboração desse planejamento, o BNB alinha-se ao Plano Plurianual do Governo Federal (PPA 2012/2015), à Política Nacional de Desenvolvimento Regional – PNDR, ao Plano Agrícola e Pecuário do Governo Federal, ao Plano Safra da Agricultura Familiar, às orientações do Ministério da Integração e da SUDENE e aos PPAs estaduais, incorporando contribuições de órgãos governamentais, representantes do setor produtivo, movimentos sociais e parceiros locais, bem como as diretrizes legais dos Fundos Constitucionais (Leis 7.827/89, 10.177/01 e Lei Complementar 125/07).

Outros setores

Na reunião proposta pelo Banco do Nordeste, ainda ficou definido que o setor industrial terá investimentos na ordem de 408 milhões, o setor de comércio e serviços terá 207 milhões e o setor de turismo terá investimentos na casa de 120 milhões.

16
jun

Dívidas…

Postado às 14:47 Hs

Faern intercede em favor dos produtores rurais junto ao Banco do Nordeste

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), José Álvares Vieira, conversou nesta terça-feira (14) com o superintendente da área de recuperação de créditos do Banco do Nordeste, José Andrade Costa, em reunião promovida na sede do banco, em Fortaleza.

Na ocasião, o presidente da Faern relatou as dificuldades encontradas pelos produtores rurais potiguares para obterem os extratos bancários referentes às dívidas adquiridas. “Falei dessas dificuldades de nossos produtores e pedi a liberação desses documentos. Com isso, os produtores poderão renegociar as suas pendências e obter melhores esclarecimentos sobre como quitá-las”, explicou Vieira.

O presidente da Federação da Agricultura também pediu ao superintendente do Banco do Nordeste que fizesse o possível para suspender as execuções judiciais junto aos produtores rurais. “Pedi que ele observasse a questão da seca que afligiu o nosso estado em 2010 e que limitou a produção rural. Um problema que não estava nos planos dos produtores e que fez com que muitos deixassem de quitar suas dívidas com o banco”, enfatizou José Vieira.

Palestra sobre endividamento rural

O presidente da Faern lembrou que nos dias 30 de junho e 1° de julho, o técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Edvaldo Brito, ministrará palestra para os produtores rurais do Rio Grande do Norte sobre endividamento rural. “Será uma boa oportunidade para os produtores tirarem todas as suas dúvidas sobre esse tema. As reuniões com Edvaldo serão promovidas nas sedes do Sindicato Rural de Caicó no dia 30 de junho e na sede do Sindicato Rural de Assú no dia 1° de julho”, ressaltou Viera.

O presidente da Federação da Agricultura confirmou que fez um convite ao Banco do Nordeste para enviar um técnico da instituição financeira aos encontros que serão promovidos no RN. “Falei das palestras e pedi que o banco enviasse alguém para responder os possíveis questionamentos dos produtores locais”, concluiu Vieira.

14
dez

Ato simbólico da Transnordestina

Postado às 10:00 Hs

Os primeiros 16 quilômetros da Ferrovia Transnordestina, que ligará a cidade de Elizeu Martins (PI), aos Portos de Pecém (CE) e Suape (PE), estão prontos. O presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) percorreu nesta segunda-feira (13), em um vagão, dez quilômetros no município de Missão Velha (CE), no trecho
Missão Velha – Salgueiro (PE), que tem 95,42 quilômetros.Estre trecho foi o primeiro a entrar em obras, iniciadas em 2006. 81,62 quilômetros ficam no Ceará e os 13,80 quilômetros restantes ficam em Pernambuco. A ferrovia,
quando pronta, terá 1.728 quilômetros.

Em 2006, quando Lula comandou solenidade em Missão Velha, a Transnordestina estava orçada em R$ 4,5 bilhões. Agora, os algarismos trocaram de posição e a obra custa R$ 5,4 bilhões.

De acordo com a Sudene, R$ 2,7 bilhões são do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE), R$ 852 são do Fundo de Investimentos do Nordeste (Finor), R$ 180 milhões são do Banco do Nordeste (BNB), R$ 164 milhões são da Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A., uma empresa do Ministério dos Transportes e o restante do dinheiro (R$ 2,137 bilhões) vêm de recursos próprios e de empréstimos junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES).

E o RN ficou mesmo de fora. Sobramos literalemnte.

Maio 8
sábado
14 18
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
70 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.867.489 VISITAS