O Ministro das Comunicações, Fábio Faria, não deve disputar qualquer cargo nas eleições de 2022. A informação foi publicada na tarde desse domingo, 13, na coluna Malu Gaspar, no site de O Globo. Segundo a colunista, internamente, o governo Bolsonaro já trabalha com um cenário “em que Faria fique até o final do mandato de Bolsonaro e, depois, provavelmente vá para a iniciativa privada”. O texto da coluna foi publicado às 16h35 e, às 17h54, foi atualizado com a informação de que o ministro potiguar, filho do ex-governador Robinson Faria e genro de Silvio Santos, nega que desistiu da disputa ao Senado pelo RN. A meta política inicial do ministro das Comunicações era se candidatar a senador pelo Rio Grande do Norte, assim como o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, que também é do estado e se filiou recentemente ao PL. Os dois , depois de muitas brigas internas e externas, têm se mostrado amigos nos últimos dias. Na visita que fizeram semana passada ao RN, acompanhando Bolsonaro, responderam em cima de palanques e a quem perguntou, que a decisão só será tomada no final de fevereiro.
14
fev

# # Rapidinhas … # #

Postado às 10:27 Hs

@O Ministro Fábio Faria (Comunicações) comemorou a alta de 10,9% no setor de serviços em 2021, em especial a aceleração de 1,4% em dezembro. “Maior taxa para um fechamento de ano desde 2012”, disse.

@Ao menos 600 mil declarações do Imposto de Renda entregues em 2021 estão na malha fina, segundo dados da Receita Federal. O número chega a 1 milhão quando considerado o total de documentos na malha de anos anteriores, que soma 400 mil. As declarações vão para a malha fina do IR por erros cometidos pelos contribuintes. Dentre as principais falhas estão omissão de rendimentos do titular ou de seus dependentes, erros ao informar gastos com saúde ou a inclusão de dependentes que não atendem as regras do fisco, entre outros

@Caixa começa a pagar nesta segunda-feira (14) o Auxílio Brasil de fevereiro para 18 milhões de pessoas. Serão beneficiados hoje com a parcela de R$ 400 mensais aqueles com NIS (número de identificação social) final 1. Foram incluídas mais 556 mil pessoas neste mês, com repasse total de R$ 7,3 bilhões. As transferências serão realizadas até 25 de fevereiro, sempre nos dias úteis. Os pagamentos seguem o calendário habitual do programa, de acordo com o NIS. As famílias incluídas em fevereiro receberam notificações, mas a mensagem informou um valor parcial, pois a folha estava em processamento. Os valores totais, incluindo o benefício extraordinário, que elevou o valor mínimo do Auxílio Brasil para R$ 400 até dezembro de 2022, só estarão integralmente disponíveis nos canais de consulta a partir desta segunda-feira.

@Em entrevista concedida à rádio Tupi no sábado 12, o presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou a viagem à Rússia, marcada para esta segunda-feira, 14. O líder do Executivo, que visitará o país em meio à ameaça de um conflito com a Ucrânia, pediu a Deus para que a paz reine no mundo. “Fui convidado pelo presidente Putin. O Brasil depende em grande parte de fertilizantes da Rússia, da Bielorrúsia”, informou o presidente, na entrevista. “Levaremos um grupo de ministros também para tratarmos de outros assuntos que interessam aos nossos países, como energia, defesa e agricultura. A gente pede a Deus para que reine a paz no mundo para o bem de todos.”

@O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso voltou a falar sobre a suspensão do Telegram no Brasil. “Eu penso que uma plataforma, qualquer que seja, que não queira se submeter às leis brasileiras deva ser simplesmente suspensa”, afirmou em entrevista ao jornal O Globo. “Brasil não é casa da sogra para ter aplicativos que façam apologia ao nazismo, ao terrorismo, que vendam armas ou que sejam sede de ataques à democracia que a nossa geração lutou tanto para construir”, disse.

@ Os ex-governadores Robinson Faria e Garibaldi Filho poderão ser puxadores de votos nas eleições que se aproximam. Garibaldi, pela ausência de nomes novos e capazes, pelo trabalho dele em favor do Rio Grande do Norte, e pela presença do mandato de Walter Alves(MDB)nos municípios. Robinson Faria, pela articulação do filho Fábio Faria, que para desistir de ser pré-candidato a senador deverá assegurar para o pai, parte da base política de Rogério Marinho no estado, simples assim.

 

O assentamento Maísa, em Mossoró, no Rio Grande do Norte, saiu do deserto digital e entrou para o mapa da conectividade. Essa nova realidade se tornou possível graças a entregas realizadas nesta terça-feira (28/9) pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria. A população recebeu pontos de conexão via satélite que vão garantir internet banda larga gratuita, por meio do programa Wi-Fi Brasil. Além disso, o ministro fez a doação de 100 computadores, por meio do programa Computadores para Inclusão. A ação marca o ciclo de mil dias de governo.

Na cerimônia, o ministro recordou que 48 milhões e 500 mil pessoas não tinham acesso à internet no início de 2019. Cenário de exclusão que está se transformando graças aos programas desenvolvidos. “Assumi o ministério e implantamos o programa chamado Wi-Fi Brasil. A gente pega uma antena da Telebras e coloca em uma praça, em uma escola, em algum órgão público, e hoje já são 15 mil pontos. Já são 9 milhões de pessoas que saíram do escuro, do deserto digital – igual à Maísa – para ter internet e estar conectado com os brasileiros”, destacou.

As cinco mil famílias que vivem no assentamento agora poderão usufruir de todos os benefícios que a tecnologia proporciona. As entregas do MCom marcam o início de uma nova fase com inclusão social e digital para a população. A internet e os novos computadores chegam como um sinal de esperança para comunidades de Maísa e Alagoinha, levando conectividade para cinco Unidades Básicas de saúde (UBS), três escolas e uma base da Polícia Militar. “Hoje todos os órgãos públicos da saúde, da segurança, e da educação de Maísa já têm Wi-Fi gratuito e ilimitado”, comemorou o ministro Fábio Faria.

As comunidades beneficiadas estão instaladas em uma área correspondente à antiga Fazenda MAISA (Mossoró Agroindustrial S.A.), símbolo de força da agropecuária na região, grande produtora de caju e melão. Porém, ao longo do ano de 2002, seus quase 20 mil hectares foram desapropriados.

*Conectividade* – Nos últimos anos, o Brasil passou por importantes transformações que impactaram, para melhor, o dia a dia dos brasileiros. O Ministério das Comunicações (MCom), recriado em 2020, tem se destacado com as políticas de promoção de inclusão digital e expansão dos serviços de conectividade, com o esforço de trazer tecnologia de banda larga móvel de quinta geração para o país, o chamado 5G; e com o fortalecimento do setor de radiodifusão; além de garantir que as parcelas mais vulneráveis da população tenham acesso à recepção de televisão digital.

Já são 14 mil pontos de internet banda larga gratuita, via satélite, do programa Wi-Fi Brasil. Do total, 78% estão nas regiões Norte e Nordeste, sendo que mais de 10 mil conexões estão instaladas em escolas da rede pública, 91% delas em atividade na região rural. O programa também beneficia unidades de saúde, telecentros, povos e comunidades tradicionais (indígenas, quilombolas e pescadores), além de outros equipamentos de interesse público. Nos próximos meses, a instalação de mais três mil pontos foi pactuada com a Telebras (2.000), com a Fundação Banco do Brasil (500) e com o Sebrae (500). Só no RN, são 119 municípios atendidos com 450 pontos instalados (78% na área rural).

Fonte: Blog do BG

 

O ministro Fábio Faria (Comunicações) cumpre agenda no Rio Grande do Norte (RN) nesta segunda-feira, 26.

Reprodução

Uma agenda “de entregas” como costuma dizer, graças ao presidente Jair Messias Bolsonaro.

Investimentos de R$ 10 milhões para possibilitar internet mais rápida em grande parte dos municípios do estado .

 

Presença de prefeitos, vereadores, o reitor Daniel Diniz da UFRN e os deputados federais Benes Leocádio (Rep) e João Maia (PL) :

“O nosso desafio, desafio do nosso  Governo Bolsonaro é conectar o Brasil.

Ele ficou conhecido em todo país graças à Internet. Foi eleito pela Internet.

 Eu digo muito presidente, o senhor foi eleito graças à internet, o senhor é uma emissora de TV , uma emissora que tem capilaridade muito grande.

E o Brasil ainda tem muita gente que não tem internet. Esperamos até o final do ano que vem, conectar o Brasil. Hoje quem não está conectado, está excluído socialmente. 

O Projeto Infovia Potiguar fortalece a inclusão digital na rede de instituições de educação. São sete redes metropolitanas contempladas, recebendo a instalação de fibra ótica para conexão de alta qualidade: Mossoró, Caícó, Currais Novos, Santa Cruz, Açu/Ipanguaçu, Ceará-Mirim, São Gonçalo do Amarante, João Câmara e Pau dos Ferros.

 

CLIMA DE PAZ COM ALIADOS 

Faria ainda citou o trabalho do colega Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) em trazer água para o Nordeste e para o RN. E ez algumas referências elogiosas a Benes Leocádio .

Zero recibo para o episódio do pré-lançamento da candidatura de Benes ao governo do RN por Marinho sem seu aval e anuência. Pelo menos, publicamente, não!

TL

O ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD-RN), disse, hoje, que tem conversas adiantadas para trocar de partido e provavelmente irá para o PP. A declaração foi dada ao UOL Entrevista.

“Não tenho como continuar no partido se ele não votar no presidente Bolsonaro”, afirmou ele. Segundo Faria, o fundador e presidente do partido, Gilberto Kassab, disse que o PSD não pretende apoiar nem Lula (PT) nem Jair Bolsonaro (sem partido). “Ele deve ter candidato próprio”, disse.

No mês passado, Kassab declarou ser muito difícil que o presidente Bolsonaro dispute o 2º turno das eleições de 2022. “O legado vai ser muito ruim, com [projeção de] 500 mil mortos [pelo coronavírus]. Vai ter de trabalhar muito para reverter sua imagem”, disse.

Ao UOL, Fábio Faria ainda afirmou que o PSD é um partido dividido. “Eles têm estados que apoiam o PT e têm estados que apoiam o Bolsonaro. A situação é um pouco complicada. Chamei Kassab para uma conversa ontem e ele relatou que o PSD não vai apoiar Lula ou Bolsonaro. Ele deve ter candidato próprio. A chance é apoiar Bolsonaro no 2º turno”.

Falei que gostaria que ele me deixasse ir para um partido que tenho certeza que ficaria com o presidente Bolsonaro. Kassab disse que entendia totalmente minha posição. Ele ainda disse que o presidente Bolsonaro não decidiu para qual partido vai.

Em outra declaração, Faria defendeu o governo federal por não ter fechado contrato com a Pfizer em 2020. Segundo ele, as exigências da fabricante “não eram simples” e a quantidade de vacinas oferecida era pouca.

 

 

Como o blogue do Xerife já disse em nota mais abaixo:

Foto: Web/autor não identificado

Gilberto Kassab, que comanda o PSD nacional está tentando assegurar o Ministério do Desenvolvimento Regional, que é ocupado pelo ex-deputado federal norte-rio-grandense, Rogério Marinho, para o seu partido.

O Ministro das Comunicações Fábio Faria estaria “Lambendo uma Rapadura” para que a conspiração dê certo. Ele ficaria livre de Marinho para seu projeto político que ensaia para 2022: Governo ou Senado.

Ocorre que ele pode esperar deitado que em pé cansa. Bolsonaro não abre mão de Rogério nem “por cem uma cocada”. O Presidente tem Rogério como seu principal Ministro. Foi ele quem alavancou sua popularidade no Nordeste, principalmente.

Fonte: Robson Pires

O presidente Jair Bolsonaro começou a discutir um plano B para a eleição do comando da Câmara dos Deputados diante das dificuldades de o líder do PP, Arthur Lira (AL), se viabilizar como candidato, relatou o jornal Folha de São Paulo (SP).

Bolsonaro quer encontrar uma alternativa para derrotar o grupo do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sem a necessidade de fazer concessões no primeiro escalão dos seus Ministérios. Em conversa na semana passada com assessores diretos, Bolsonaro avaliou nomes, inclusive da equipe ministerial, que poderiam agregar mais apoios na disputa pela presidência da Câmara, entre eles os dos ministros  (Comunicação) e Tereza Cristina (Agricultura).

Agora RN

O Prêmio Congresso em Foco anunciou ontem os vencedores da edição 2020. O evento online premiou os parlamentares escolhidos pela votação popular – com participação recorde com mais de 2 milhões de votos – além dos nomes indicados pelo júri de jornalistas e pelo júri especializado. Entre os premiados está o deputado federal pelo RN e atual ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD/RN).

Os congressistas foram premiados nas categorias gerais, melhores na Câmara e melhores no Senado e também nas categorias especiais “Defesa da Educação” e “Clima e Sustentabilidade”. As premiações temáticas foram promovidas em parceria com o Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS) e Todos Pela Educação.

Na votação temática se relaciona o parlamentar com mais atuação e destaque em cada área. Fábio Faria foi o mais votado na categoria Clima e Sustentabilidade.

O deputado Fábio Faria (PSD-RN) tomou posse no fim da manhã desta quarta-feira (17) como titular do Ministério das Comunicações. A nova pasta foi desmembrada do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, chefiado por Marcos Pontes.

Fábio Faria foi nomeado em meio ao seu bom trânsito entre os congressistas e de sua relação de confiança com o presidente Jair Bolsonaro. O prefeito de Natal Álvaro Dias; o presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira; e a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, deverão marcar presença, ao lado de outros potiguares.

Os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, compareceram à cerimônia mas não discursaram ao microfone. Segundo Fábio Faria, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) acabou se atrasando.

Em seu discurso de posse, Fábio Faria adota tom conciliador entre os Poderes.

Começou com uma extensa lista de agradecimentos, chamando Rodrigo Maia de “amigo de mais de 14 anos”, Davi Alcolumbre de “irmão” e se disse “honrado” com a presença de Dias Toffoli, Bruno Dantas e João Otávio de Noronha.

“Vivemos hoje dias turbulentos, com uma pandemia sem precedentes. O novo Coronavírus surpreendeu o mundo, e mudou nossas vidas. Impactou fortemente a economia do mundo, e afetou o nosso Brasil, que já se recuperava, ministro Paulo Guedes, pelas medidas adotadas pelo atual governo e apoio do Congresso Nacional.”

Entre as atribuições da nova pasta, estão: política nacional de telecomunicações; política nacional de radiodifusão; política de comunicação e divulgação do governo federal. O atual chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, Fábio Wajngarten, será secretário-executivo da pasta.
O novo ministério também será responsável por Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Correios, Telebrás e Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou na noite desta quarta-feira (10) o desmembramento do Ministério da Ciência e Tecnologia e a recriação da pasta das Comunicações. Para o posto de novo ministro, Bolsonaro e nomeou o deputado federal norteriograndense . Ele é genro de Silvio Santos, dono da rede de televisão SBT.

A Ciência e Tecnologia é comandada pelo astronauta Marcos Pontes e vinha sendo alvo da cobiça de legendas do centrão, que passaram a apoiar o governo Bolsonaro. O PSD é comandado pelo ex-prefeito de São Paulo, Gilbero Kassab.

“Nesta data, via MP, fica recriado o Ministério das Comunicações a partir do desmembramento do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações”, escreveu Bolsonaro no Facebook. “Para a pasta foi nomeado como titular o Deputado Fabio Faria.”

Fábio Faria terá uma missão importante no Ministério das Comunicações. Unificar a comunicação do governo e pacificar a relação com a imprensa.

No RN 

A vereadora Carla Dickson (PROS), que vai assumir o mandato de deputada federal na vaga aberta pelo agora ministro Fábio Faria (PSD) que será o titular do Ministério das comunicações.  César de Adão Eridan assumirá o lugar de Carla na Câmara de Vereadores de Natal (RN). César é filho do ex-vereador Eridan.

Via Thaisa Galvão

Caso a negociação de Jair Bolsonaro com o Centrão termine na nomeação do deputado Fábio Faria para o Ministério da Ciência e Tecnologia, derrubando o astronauta Marcos Pontes, trocando o perfil de governo técnico para político, a vereadora de Natal, Carla Dickson (PROS) assumirá a vaga de deputada federal. Ganhará o Rio Grande do Norte com a presença da parlamentar atuante em Natal. Para assumir, se for o caso, Carla terá que renunciar ao mandato de vereadora.

Como deputada federal, na vaga de Fábio, seria uma provável indicada de Fábio para ser vice do prefeito Álvaro Dias, como forma de envolvimento do provável ministro na campanha de reeleição do prefeito da capital. Mas pula essa parte porque esse convite Carla já recebeu do próprio Álvaro e não aceitou. É que ela tinha que mudar do PROS para o PDT, e ela não quis deixar a legenda, fortalecida agora na abertura da janela, com a filiação do vereador Sueldo Medeiros e a criação de uma nominata forte. Mesmo deputada federal, se for o caso, Carla Dickson será candidata a vereadora, mantendo mandato próprio, para chamar de seu.

Na Câmara 

Quem deve estar torcendo, cruzando os dedos, para o deputado Fábio Faria ser ministro, é o ex-vereador Adão Eridan. É que a ida da vereadora Carla Dickson para a Câmara Federal abrirá vaga na Câmara de Natal para César de Adão Eridan, o filho do ex-vereador que tentou substituir o pai nas eleições de 2016, mas ficou na suplência.

O deputado federal Fábio Faria, adversário da governadora eleita do RN, Fátima Bezerra, do PT, participou nesta terça-feira (4) da reunião da bancada do PSD com o ministro extraordinário da transição Onyx Lorenzoni.

Em pauta, projetos para o Brasil que serão debatidos pela Câmara no próximo ano. Os parlamentares também expuseram as principais bandeiras do partido: acesso à saúde e geração de emprego.

“Muito proveitosa a reunião com o ministro. Nosso objetivo é construir uma relação política do próximo governo com o Congresso, na base do diálogo. Somos uma bancada propositiva e falamos sobre temas importantes para o país”, explicou Fábio.

“Como deputado federal eleito, apoiarei todos os projetos importantes para o nosso País. Estou com esperança e fé que dias melhores estão por vir”, disse Fábio, que já emplacou o ex-secretário Wagner Araújo para os Correios.

Na próxima terça-feira (11), a bancada do PSD deve se reunir com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

07
nov

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 19:55 Hs

  • Deputada federal e presidente da Frente Parlamentar da Agricultura (FPA), Tereza Cristina (DEM-MS) será a nova ministra da Agricultura. O nome foi confirmado, nesta quarta-feira (7/11), após reunião de representantes da entidade com o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). A informação foi anunciada pelo vice-presidente da FPA, deputado Alceu Moreira (MDB-RS), e confirmada por Bolsonaro no Twitter.
  • O Governo do RN publica no Diário Oficial do Estado e envia ao Tribunal de Contas do Estado, além de publicar em seu Portal de Transparência, a cada quadrimestre, o seu Relatório de Gestão Fiscal, que contém o descritivo das despesas com pessoal, conforme determina a LRF – Lei de Responsabilidade Fiscal. O valor contabilizado pelo Poder Executivo em setembro, relativo ao segundo quadrimestre de 2018, foi de 57,84%, apurado em estrita concordância com as regras da Secretaria do Tesouro Nacional e TCE, levando em conta as deduções permitidas pela legislação vigente, procedimento comum aos demais poderes – MP, TJ e AL.
  •   A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), acolheu pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e arquivou, por falta de provas, o inquérito que investigava o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) com base em delação do Grupo J&F, que controla a empresa JBS. O deputado era investigado por ter supostamente cometido os crimes de falsidade ideológica e corrupção ativa. A ministra determinou ainda que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) analise as suspeitas de crime de “caixa 2” e corrupção ativa supostamente cometidos pelo seu pai, o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD-RN).
  • Os partidos que não tiverem articulação para fazerem boas nominatas serão varridos das Câmaras de Vereadores em 2020, quando as coligações serão proibidas e cada legenda só contará com a soma dos votos dos seus próprios candidatos para atingir o coeficiente eleitoral.
  • Na primeira entrevista coletiva concedida após ter aceitado o convite para ser ministro da Justiça, o juiz federal Sergio Moro afirmou hoje (6), em Curitiba, que pretende apresentar um conjunto de projetos de lei para combater a corrupção e enfrentar o crime organizado. A ideia geral, segundo o magistrado, é resgatar parte do pacote de 10 medidas contra a corrupção proposto pelo Ministério Público Federal (MPF), mas que não avançou no Congresso Nacional, além de outras iniciativas apresentadas por organizações da sociedade civil, como a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e a Transparência Internacional. Entre as medidas propostas por Moro, está a alteração das atuais regras de prescrição dos crimes, a possibilidade de deixar mais claro na legislação o cumprimento da prisão após condenação em segunda instância. A previsão da execução das sentenças dos tribunais do júri também foi apontada pelo futuro ministro. “Já existe um precedente da 1ª turma do Supremo Tribunal Federal admitindo que o veredicto do tribunal do júri sobre crime de homicídio possa ser executados independentemente de recursos. Num quadro grave de epidemia de homicídios, me parece importante essa medida”, afirmou.
  • O deputado estadual Carlos Augusto Maia (PCdoB), que perdeu a reeleição, deverá ser acomodado pelo governo Fátima Bezerra (PT), que poderá colocá-lo em um cargo ou levar a deputada Isolda Dantas (PT) para uma Pasta, abrindo a vaga para ele no legislativo. Todo mundo atrás de se arrumar…eita RN !
21
Maio

Em Brasília

Postado às 11:53 Hs

O Prefeito de Mossoró em Brasília…

O segundo vice-presidente da Câmara dos Deputados, Fábio Faria (PSD/RN), e o prefeito de Mossoró Francisco José Jr(PSD), tiveram audiência na manhã desta quarta-feira (21) com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo. Em pauta, investimentos para fomentar o esporte no segundo maior município do Rio Grande do Norte. O ministro garantiu a construção de uma Praça da Juventude, cujo projeto já está sendo cadastrado pela Prefeitura.

A Praça da Juventude é uma área de prática esportiva e convivência comunitária onde são realizadas também atividades culturais, de inclusão digital e de lazer para todas as faixas etárias. Entre as instalações do espaço estão ginásio coberto, teatro de arena, quadra de vôlei de areia, campo de futebol society com arquibancadas, pistas de caminhada, de skate e de salto, quadra esportiva, parque infantil, além dos dispositivos de acessibilidade.

 

 

 

Via Estadão

Ao contrário do ocorrido com Natan Donadon (sem partido), o deputado José Genoino (PT) poderá manter o salário como parlamentar mesmo após o Supremo Tribunal Federal (STF) ter decretado a sua prisão. Segundo integrantes da diretoria-geral da Câmara Federal, o petista deve manter os rendimentos de R$ 26.723,13 em razão de estar afastado por questão de saúde.

Numa cela no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, desde o final de semana, Genoino apresentou no último dia 6 de agosto pedido de licença para tratamento de saúde após ser internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde foi submetido a uma cirurgia para correção de dissecção da aorta.

 

Menos de um mês depois, o petista se afastou das atividades parlamentares e solicitou à Câmara dos Deputados aposentadoria por invalidez. Na ocasião, a Casa chegou a criar uma junta médica para avaliar o estado de saúde do parlamentar. Até o momento, não houve um laudo conclusivo, o que deve acontecer apenas no início de janeiro do próximo ano, quando o Congresso Nacional estará em recesso.

Caso o deputado seja aposentado por invalidez, ele deverá receber como benefício o salário integral de parlamentar. Desde o seu afastamento, ele, no entanto, não tem mais direito aos benefícios como verba de gabinete, entre outros.

A decisão divide opiniões entre integrantes da Mesa Diretora. “Não se pode demitir um funcionário no período de licença, acho que isso também vale para Genoíno. Mas é um assunto que ainda precisa ser discutido”, disse o segundo secretário, Simão Sessim (PP-RJ).

“Se o Donadon teve os direitos cassados, o Genoíno também deve ter, mas acho que tem que acabar primeiro com a licença”, considerou o segundo-vice-presidente da Câmara dos Deputados, Fábio Faria (PSD-RN).

O primeiro secretário, Márcio Bittar (PSDB-AC), defendeu que o mesmo tratamento dado a Donadon seja aplicado a Genoino.

jul 6
quarta-feira
03 17
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
49 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.903.504 VISITAS